Dourados – MS sábado, 26 de setembro de 2020
Dourados
38º max
21º min
Dia dos Pais

Comércio terá horário especial na Semana do Dia dos Pais

04 Ago 2016 - 09h50
Comercio de Dourados atende em horário especial sexta-feira - Crédito: Foto: Marcos RibeiroComercio de Dourados atende em horário especial sexta-feira - Crédito: Foto: Marcos Ribeiro
Com a crise que assola o país, as vendas no comércio também caíram, mas os comerciantes esperam que as vendas do Dia dos Pais melhore esse quadro. Em Dourados as lojas vão ampliar os horários de atendimento nas vésperas da data, oferecendo uma oportunidade a mais para os filhos escolherem o presente de seu pai.

Com horário especial está confirmado que na sexta-feira (12), os estabelecimentos comerciais ficarão abertos até as 20h e no sábado (13), até as 18h. "Estamos apostando em boas vendas nesse período, já que no primeiro semestre as vendas foram fracas", disse Valter Castro, presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Varejista (Sindicom).

A comemoração do Dia dos Pais deve fazer girar um gasto médio de R$ 126,50 por pessoa e pela movimentação total de mais R$ 7,5 milhões. Em todo Mato Grosso do Sul, a projeção é de R$ 93 milhões a serem injetados na economia do Estado, um montante 27% menor que em 2015. O gasto médio por presente será de R$ 117,58. O ano passado esse valor foi de R$ 130,00.

Pesquisa

A Fecomércio/MS, junto ao SEBRAE/MS e IPF/MS realizam sistematicamente essa pesquisa com o intuito de identificar o perfil deste consumidor para o ano de 2016. A novidade é uma avaliação mais aprofundada do perfil do consumidor e a pesquisa passa a ser 100% espontânea com o público-alvo. A partir do qual se identificou o percentual da população que está disposto ou não a presentear e quem está em dúvida.

A pesquisa entrevistou 200 pessoas em Dourados e ocorreu de 08 a 14 de julho de 2016, onde foram aplicadas 24 questões, verificando que 57,5% da população está disposta a ir às compras e 39,5% não possuem expectativa de presentear, enquanto 3% está indecisa. A tendência indica que a data poderá injetar R$ 6,5 milhões reais no comércio de presentes e o valor médio do presente deverá ser em torno de R$ 115,50.

Quanto à situação financeira comparada ao ano passado 44,5% da população acredita estar pior que o ano passado. A maioria ainda presenteará com roupas (48,5%), seguido de perfumes/cosméticos (18,9%) e calçados (17,4%). O principal local de compra apontado são as lojas do centro da cidade (78,3%). A maioria fará pesquisa de preço (58,3%) e pagará em dinheiro (62,6%).

Dos que parcelarão suas compras (22,6%), a maioria fará parcelamentos em duas vezes (40,7%). O item de maior importância na escolha do presente é a qualidade (32,3%). Quanto à comemoração do dia dos pais, 61% dos entrevistados comemorarão. Desses, 85,2% irão a casa de familiares ou farão a comemoração em casa, 7,4% comemorarão em restaurantes, 4,9% viajar e 1,6%pretendem fazer atividades ao ar livre.

Deixe seu Comentário