Dourados – MS quarta, 12 de agosto de 2020
Dourados
29º max
18º min
Segurança e Saúde JBS
Profissão

"Chefe de cozinha precisa ter dom" diz gastrônoma

12 Mai 2016 - 06h01
A profissão de cozinheiro, ou chef de cozinha, antigamente não tão valorizada, é considerada hoje uma profissão em ascensão, com inúmeras escolas oferecendo cursos técnicos e bacharel em Gastronomia. O ato de cozinhar é considerado uma arte por muitos, já que não é nada fácil agradar variados tipos de paladar.

A escolha dessa profissão, de acordo com Liana Pietramale, proprietária do Kikão Restaurante, geralmente vem primeiro do dom, de se ter habilidades na cozinha.

A partir da escolha da pessoa que gosta de cozinhar, daí então se escolhe um lugar, como uma pizzaria ou
restaurante, para abrir um negócio ou ser empregado no local.

No Kikão, por exemplo, ela explica que, lá, a pessoa chega com esse dom, e daí, depois, o local oferece a oportunidade de aperfeiçoamento dessas habilidades com cursos, onde se vai testando novas receitas e diferentes temperos.

"A comida tem que ter um toque de amor e carinho de quem cozinha, senão não fica bom", ressalta ela.

Questionada sobre poder haver discriminação no meio, principalmente no caso dos homens, Liana diz que "depende muito da empresa. Aqui, não tem isso. Acho que é uma profissão bem reconhecida, remunerada e inclusive, que tem piso salarial".

O Progresso também conversou com a proprietária da Marmitaria Degust Vilmária Duarte, que cursou Gastronomia na cidade de Londrina. Confira o bate-papo no vídeo abaixo:

Deixe seu Comentário