Dourados – MS sábado, 19 de setembro de 2020
Dourados
30º max
20º min
Dourados

Casais realizam sonho de oficializar união na Caravana

18 Abr 2016 - 08h54
Angstrom e Débora com o João Pedro; eles dizem que há cinco anos desejavam realizar o casamento​ - Angstrom e Débora com o João Pedro; eles dizem que há cinco anos desejavam realizar o casamento​ -
Angstrom Carlos Custódio foi credenciar o filho João Pedro, de seis anos, para ser atendido por um otorrino durante a Caravana da Saúde em Dourados, quando soube que poderia concretizar o sonho de oficializar a união com Débora Marins Vieira, finalmente, por meio da Justiça Itinerante presente no evento até o domingo, dia 17. "Há cinco anos desejávamos isso e agora vamos conseguir agilizar a vida", conta ele.

Para Felipe Casagrande e Gabriele Escobar, juntos há mais de três anos, a situação não é diferente. "Tudo agora é mais rápido, qualquer programa que íamos participar, como os sociais, nos perguntavam sobre o casamento", afirma o rapaz. Questionados sobre o que muda na vida dos casais, Eraldo Oliveira e Beatriz Silva, que vieram de Naviraí aproveitar a oportunidade, são enfáticos: "tudo".

A atividade foi realizada com a supervisão do Juiz de direito, Cezar Miozzo, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. Ele explica que qualquer tipo de atendimento poderia ser realizado no local, desde pensão alimentícia, divórcio, mas a maior procura mesmo foi por casamentos. Ele acredita que, em média, mais de 400 serão realizados até o final da tarde de domingo.

A unidade móvel do TJ/MS é um serviço que facilita, também é mais rápido e não tem custo a população. A união é realizada no ato, com certidão emitida pelo cartório pouco tempo depois. "O ato só não acontece se um dos interessados não estiver presente. Tem que estar aqui, apenas", diz o Juiz.

Assim como os demais parceiros da Caravana da Saúde, a Justiça Itinerante também deixa o Complexo Esportivo Jorge Antonio Salomão, no domingo (17), dando espaço apenas para os atendimentos cirúrgicos oftalmológicos. Segue em outros hospitais, como o "da Vida", Cassems e o Regional (São Luiz), as cirurgias das demais especialidades, como geral, ginecologia e ortopedia.


Deixe seu Comentário