Dourados – MS sexta, 14 de agosto de 2020
Dourados
31º max
17º min
Segurança e Saúde JBS
Caravana da Saúde

Caravana da Saúde pode fechar edição com 73 mil procedimentos

16 Mai 2016 - 06h00
Governador Reinaldo Azambuja durante visita à Caravana da Saúde na manhã de ontem na Capital. - Crédito: Foto: Elvio LopesGovernador Reinaldo Azambuja durante visita à Caravana da Saúde na manhã de ontem na Capital. - Crédito: Foto: Elvio Lopes
A Caravana da Saúde, instituída pelo governador Reinaldo Azambuja para atender os pacientes que há algum tempo não tinham acesso aos procedimentos médicos e cirurgias, deve fechar a edição da Capital com a realização de 73 mil procedimentos, no próximo dia 29, no Centro de Convenções Albano Franco, onde foi montada toda a estrutura para atendimento à população.


Reinaldo tem visitado o local todos os dias e neste domingo não foi diferente, logo pela manhã estava no centro de convenções conversando com o público e conferindo os serviços prestados pelas equipes do Estado e das instituições parceiras e também aproveitando a oportunidade para divulgar os novos números dos atendimentos prestados a pacientes que há muito tempo vinha aguardando cuidados médicos nas mais diversas especialidades.


Segundo o governador, além de fechar a 11ª edição com números acima das expectativas, a Caravana da Saúde também cumpre com outro compromisso do governo, de realizar mais de 12 mil cirurgias na área de oftalmologia, podendo chegar a um total de 45 mil cirurgias com as demais especialidades, das quais 17 mil realizadas somente em Campo Grande.


O governador ressaltou que a maior demanda da Caravana da Saúde até agora são as cirurgias oftalmológicas, com pacientes na fila de espera de até 30 anos. Ele lembrou que a ação foi instituída a partir da própria necessidade da população, quando do levantamento feito em 2013 em todas as regiões do Estado, durante os eventos Pensando Mato Grosso do Sul.


Reinaldo também destacou a importância do projeto para o atendimento em todos os setores da saúde e que a Caravana se constitui em avanços importantes em exames de alta complexidade procurados pelos pacientes, como ressonância magnética, tomografia e, principalmente, na área de oftalmologia. "Muitos dos pacientes submetidos a cirurgias voltaram a enxergar!", destacou o governador.


Ele lembrou ainda que a Saúde no Estado tinha como média realizar entre mil e 1,2 mil cirurgias oftalmológicas por ano e que, com a Caravana da Saúde, a expectativa é fechar esta edição com o total de 45 mil cirurgias, devolvendo a essas pessoas a dignidade com uma nova e melhorada visão.


O governador também comparou as estatísticas da Saúde, como as cerca de 1,8 mil cirurgias realizadas em apenas um dia de mobilização geral da Caravana da Saúde, enquanto que, em todo o ano de 2014 (antes de assumir o governo), foram realizados apenas 1,6 mil desses procedimentos.


Desde terça-feira e até a manhã de ontem, de acordo com a coordenação da Caravana da Saúde, foram realizados quase 12 mil procedimentos médicos e anuncia que, em razão da grande procura de atendimento, foram reservados três finais de semana para mobilização geral, em que pacientes terão acesso a exames de colonoscopia, endoscopia, eletroneuromiografia, ultrassonografia e cirurgia vascular (varizes), realizados pela Cies Global, uma das parceiras do evento.

Deixe seu Comentário