Dourados – MS terça, 22 de setembro de 2020
Dourados
27º max
14º min
Exército

Brigada Guaicurus é ‘laboratório do futuro’

15 Abr 2016 - 06h00
General Rui Yutaka Matsuda deixa o comando da 4ª Brigada de Dourados  dia 23. - Crédito: Foto: Hedio FazanGeneral Rui Yutaka Matsuda deixa o comando da 4ª Brigada de Dourados dia 23. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
Pronto para assumir nos próximos dias a Assessoria de Planejamento e Gestão do Departamento Geral de Pessoal, em Brasília (DF), o general Rui Yutaka Matsuda, comandante da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada de Dourados – Brigada Guaicurus, diz que vai entregar o comando na certeza do dever cumprindo.


Ele revela que quando assumiu o Exército em Dourados, há dois anos, tinha uma missão específica que era testar o novo modelo de laboratório, chamado de "Polo Sisfron de Desenvolvimento e Inovação". O projeto visa trabalhar em parceria com empresas, centro acadêmicos e setor público e idealizar programas de interesse da sociedade. "Estamos trabalhando na elaboração dos projetos e podemos dizer que a Brigada Guaicurus se transformará em um "laboratório do futuro", comentou, lembrando que "existem projetos de médio prazo para ser executado até 2022 e de longo prazo para se colocar em prática até 2035".


O Polo Sisfron de Desenvolvimento e Inovação é desafiador e tem como modelo o antigo Centro Técnico Aeroespacial (CTA) e Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), de São José dos Campos (SP) considerados precursores da Embraer, fabricante de aviões comerciais, executivos, agrícolas e militares. "Hoje, a Embraer é a 3ª maior fabricante de avi-ões do mundo", lembra o comandante.


O antigo CTA, em 2009. passou a ser denominado Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA).
Matsuda explica que foi criado em Dourados um Conselho Deliberativo com a participação do Exército, reitores, escolas técnicas e poder público municipal para dar inicio à elaboração de projetos. "As reuniões são mensais e acredito em curto tempo já teremos alguns projetos concluídos para serem apresentados à sociedade", disse.
Um deles é na área de Educação que visa transformar o Sisfron em projeto de capacitação profissional de grande densidade e profundidade na geração de emprego. Há outros projetos, também na área alimentícia.


Um que está em fase bastante adiantada é o projeto Baja Guaicurus, em parceria com a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD ). Trata-se da fabricação de um carro pequeno, em formato de um off-road para ser utilizado em locais de difícil acesso.

SISFRON


O general revelou que o Sistema Integrado de Monitoramento das Fronteiras (Sisfron), tendo Dourados como piloto, é um projeto que já deveria ter se concluído nesses 16 quilômetros de fronteira com o Paraguai, se não fosse a falta de recursos.


O projeto que começou a ser implantado em 2013 e até agora recebeu R$ 800 milhões. A meta inicial era o projeto obter um repasse anual de R$ 1 bilhão. O general revela que 60% do projeto foi implantado, no entanto, apesar da falta de recursos, o projeto vai ser concluido.

Troca de comando


A troca de comando vai acontecer no próximo dia 23 a partir das 10h30, na Brigada Guaicurus. Assume no lugar de Matsuda, o general Lourenço Willian da Silva Ribeiro Pinho, que foi promovido de Taubaté (SP) para Dourados.

Deixe seu Comentário