Dourados – MS terça, 22 de setembro de 2020
Dourados
27º max
14º min
SESI

Bibliotecas do Sesi recebem 2,6 mil matrículas em 20 dias

06 Abr 2016 - 10h02
Desde o lançamento em 6 de novembro de 2013, o Projeto Sesi e Lego nas bibliotecas da Indústria do Conhecimento vem promovendo a oferta de educação tecnológica para crianças de 7 a 11 anos de idade matriculadas na rede pública de ensino ou dependentes de trabalhadores da indústria. Com 39 unidades atuando com o Projeto em todas as regiões de Mato Grosso do Sul, o Sesi iniciou o mês de março deste ano com 2.688 crianças matriculadas, sendo que esse número tende a aumentar já que o levantamento é resultado dos 20 primeiros dias do mês passado.

Segundo a gerente da área de educação e cultura do Sesi, Simone de Figueiredo Cruz, cada biblioteca tem capacidade para atender até 120 crianças distribuídas nos turnos matutino e vespertino. "Os horários das aulas são definidos pelos monitores das bibliotecas conforme o cronograma de atendimento e especificidades do município", detalhou, completando que as bibliotecas estão oferecendo quatro temporadas distintas: amarela, azul, verde e roxa.

No caso da temporada amarela, as bibliotecas abordam o jogo de futebol de robôs, em que os alunos têm de construir o robô chutador, enquanto no mundo da biologia serão estudos os animais mais fortes da natureza. As outras atividades são a montagem do robô-mariposa para ver como os insetos são estimulados pela luz e como desvendar os mistérios que existem no deserto.

Já na temporada azul os alunos vão montagem um surfista mecânico para descobrir mais sobre os benefícios da água e as aventuras dos esportes aquáticos. A temporada verde terá como foco o estímulo às atividades físicas, bem como fazer os alunos cumprirem uma missão que envolve espécies em extinção e a cura de doenças, além de viajar para o mundo dos efeitos especiais do cinema e conhecer as fantásticas invenções humanas.

Na temporada roxa, as monitoras vão concentrar as atividades nas opções que oferecem os parques de diversões, tendo os alunos de construir, com o kit WeDo, muitos brinquedos, como a xícara maluca e o barco viking. Além disso, eles ficarão por dentro de muitos assuntos, como as tecnologias envolvidas em um videogame e porque algumas pessoas gostam de ir a brinquedos radicais.

Para a monitora Ely da Silva Policarpo, da Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi em São Gabriel do Oeste, o Projeto Sesi e Lego é um sucesso. "Faz do lúdico uma aprendizagem, verdadeiras ferramentas educacionais, permitindo que as crianças se envolvam bem mais no processo de desenvolvimento de suas capacidades motoras e psíquicas. Eu sempre digo que aqui não ensinamos nada, só direcionamos e aprendemos juntos", declarou.

Na avaliação de Rodrigo Arevalo Silva, pai de um aluno da Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi em Ribas do Rio Pardo, o projeto muito interessante e inovador para as crianças. "Percebi que meu filho melhorou em muita coisa, melhorou na escola, melhorou no raciocínio e se transformou em uma criança mais perceptiva para as coisas. O Projeto Sesi e Lego está de parabéns", finalizou.

Serviço – Os interessados devem procurar a Biblioteca da Indústria do Conhecimento do Sesi de sua cidade

Deixe seu Comentário