Dourados – MS domingo, 05 de julho de 2020
Dourados
28º max
15º min
Dia-a-Dia

Avicultores de MS terão R$ 159 mi do FCO para produção

08 Jan 2016 - 09h29
Produtores de Dourados serão  beneficiados com recursos para instalação e ampliação de 64 aviários. - Crédito: Foto: Hedio FazanProdutores de Dourados serão beneficiados com recursos para instalação e ampliação de 64 aviários. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
Mato Grosso do Sul passará a contar em 2016 com mais 210 aviários, em 12 municípios do interior, com capacidade de produção de 7,7 milhões de aves/ano que irão abastecer as indústrias do setor em operação no Estado.


O investimento será de R$ 159.453.023,32, oriundo do Fundo Constitucional do Centro-Oeste (FCO), cujo conselho é presidido pela Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semade).


Os recursos serão aplicados na instalação, construção e ampliação de aviários em Aparecida do Taboado (8), Dois Irmãos do Buriti (4), Dourados (64), Glória de Dourados (24), Itaquiraí (12), Ivinhema (2), Jateí (18), Juti (2), Novo Horizonte do Sul (2), Rio Brilhante (4), Sidrolândia (64), Vicentina (6).


“Ao todo, nós aprovamos no ano de 2015 pouco mais de R$ 159,4 milhões em projetos de construção de aviários em 12 municípios do interior do Estado, que serão implantados até o final deste ano”, informa o secretário de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico, Jaime Elias Verruck.


O fomento ao setor de avicultura em Mato Grosso do Sul é uma das ações estratégicas do governo do Estado para a diversificação da economia e compromisso assumido pelo governador Reinaldo Azambuja.


A Semade, nas análises das cartas-proposta feitas ao FCO no ano passado, priorizou projetos que favorecessem o adensamento dessa cadeia produtiva – diretriz que será mantida em 2016 nas apreciações dos pleitos que forem feitos ao Fundo.


Entre as principais indústrias integradoras que vão absorver a produção desses aviários estão a Frango Bello, BRF Brasil Foods, Doux Frangosul (JBS) e Seara Alimentos.

Oportunidades


De acordo com o secretário Jaime Verruck, o governo do Estado está se empenhando para aproveitar uma nova janela de oportunidades que está se abrindo na avicultura.


“Hoje, a questão cambial favorece a exportação e temos uma crescente demanda mundial do mercado de aves, principalmente da China. Não podemos deixar esse momento passar”, afirma.


O titular da Semade acrescenta ainda que a perspectiva é atrair mais investimentos no setor de aves em 2016. “Nossa meta é chegar a 2 mil novos aviários, além desses já aprovados”, finaliza.

Deixe seu Comentário