Dourados – MS terça, 14 de julho de 2020
Dourados
25º max
17º min
Respeito à Vida/ALMS (Ramal)
Dia-a-Dia

Angélica recupera comarca e sede de delegacia da Civil

05 Dez 2015 - 07h00
Revitalização do prédio da Delegacia da Polícia Civil é parte do programa “Obra inacabada zero” - Crédito: Foto: Chico RibeiroRevitalização do prédio da Delegacia da Polícia Civil é parte do programa “Obra inacabada zero” - Crédito: Foto: Chico Ribeiro
O município de Angélica recuperou a comarca que havia sido fechada em 2013. A solenidade de ontem, com a presença do governador Reinaldo Azambuja, aconteceu na sede com cerca de 300 metros quadrados de área, com salas de audiência, cartórios, gabinetes e assessoria. Antes, o funcionamento da Comarca que atende o município ficava em Ivinhema, a 20 quilômetros de Angélica, o que dificultava o acesso da população que necessita desse tipo de serviço.


O governador Reinaldo Azambuja disse que a reabertura dessa Comarca em Angélica repara um erro e resgata a dignidade da população que precisa de auxílio jurídico, e destacou o comprometimento de todas as instituições para que esse tipo de ação pudesse ocorrer no município.


Para o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador João Maria Lós, a proximidade da Comarca e a presença do juiz na cidade traz à população uma estabilidade jurídica para a região. “Essa reinstalação corrige uma injustiça de 2013, e dá a certeza de que a questão fundiária do município poderá ser resolvida, trazendo assim mais estabilidade jurídica para a região”, afirmou.


O prefeito de Angélica, Luiz Antônio Milhorança, destacou que a população carente também poderá ter um fácil acesso à justiça, facilitando o acesso para a garantia de seus direitos. “Com a Comarca, a população vai se sentir mais segura, pois nós estávamos órfãos da justiça. E a população carente também vai poder buscar seus direitos de forma mais rápida, pois o deslocamento até Ivinhema dificultava muito o atendimento para essas pessoas”, destacou o prefeito.


De acordo com o juiz Rodrigo Sanchez, que vai atender as demandas da população de Angélica, a reabertura dessa comarca vai aproximar a população do município do Poder Judiciário, e vai tornar a assistência judiciária mais efetiva e célere em Angélica. “Com a reinstalação dessa Comarca, a assistência jurídica fica mais efetiva e célere, e com isso a população de Angélica ganha e a de Ivinhema também, pois haverá uma melhora na situação da Comarca de lá”, finalizou.

Polícia


O governador Reinaldo Azambuja também participou, ontem, da solenidade de entrega da reforma do prédio da Delegacia de Polícia Civil em Angélica, que faz parte do programa “Obra Inacabada Zero”. O prédio recebeu investimentos próprios do Estado de aproximadamente R$ 352 mil, que foram investidos na reforma das instalações elétricas e hidrossanitárias, além da adequação do espaço para a custódia de pessoas presas e armazenamento de drogas e veículos apreendidos.


De acordo com delegado geral da Polícia Civil, Roberval Maurício Cardoso Rodrigues, a entrega da reforma do prédio da delegacia de Angélica oferece aos policiais mais dignidade e melhores condições de trabalho, além de possibilitar que a população busque resolver seus problemas. Já o superintendente de Segurança Pública da Sejusp, Antônio Carlos Videira, que representou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Silvio Maluf, enfatizou que foi feito o resgate da dignidade dos policiais e da população do município com a inauguração da delegacia. “Resgatamos a dignidade dos nossos servidores e, principalmente, da população, mostrando que o Governo do Estado tem o foco nas pessoas”, finalizou.

Deixe seu Comentário