Dourados – MS sábado, 15 de agosto de 2020
Dourados
27º max
19º min
Segurança e Saúde JBS
Clima

1ª frente fria chega forte e derruba temperatura até 20°C em Dourados

27 Abr 2016 - 06h00
População enfrentou frio e chuva ontem e a previsão é de temperaturas baixas esta semana. - Crédito: Foto: Hedio FazanPopulação enfrentou frio e chuva ontem e a previsão é de temperaturas baixas esta semana. - Crédito: Foto: Hedio Fazan
A primeira frente fria do ano chegou intensa em Mato Grosso do Sul e as temperaturas diminuíram bastante em várias cidades, em relação a segunda-feira. Ontem, em Dourados, por volta das 15h a temperatura caiu em pelo menos 20°C em relação a segunda-feira, quando no mesmo horário, fazia 33°C. Até ontem à tarde havia chovido 47,6 milímetros. A média do mês é 115,5 milímetros.


O Instituto Climatempo alertava para os ventos gelados que iriam soprar com mais intensidade na noite de ontem e esta madrugada. No amanhecer desta quarta-feira a previsão é de muito frio. Em Dourados, a temperatura deveria chegar a 4°C. O alerta é para que os agricultores devem ficar atentos com o risco de geada.


Em Dourados, a temperatura começa aumentar na segunda-feira, dia 2 de maio, quando a mínima chegará a 11°C e a máxima 32°C.

Centro-Oeste


A última semana de abril terá grandes mudanças no tempo no Centro-Oeste do Brasil. Uma frente fria intensa com ar polar forte entrou pelo interior do continente, e virou o tempo em Mato Grosso do Sul. A previsão é de temporais para o centro-sul e oeste do Estado, inclusive na capital Campo Grande.


O contraste térmico desse ar polar com o ar quente da região forma nuvens carregadas, e há previsão de chuva. A massa de ar polar dessa frente fria é continental, ou seja, entra pelo continente e avança até o interior do Brasil, potencializando a queda da temperatura no Centro-Oeste, e até mesmo no sul da região Norte. Mato Grosso do Sul já esfriou bastante ontem. A queda de temperatura será intensa, da ordem de 10 graus em 24 horas no Estado.


Entre hoje e amanhã, muitas áreas de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul podem ter recordes de frio para este ano.

Comércio


Com o clima frio, as pessoas tiveram de tirar os casacos do armário e enfrentar o ar gelado. O mesmo para os calçados fechados, especialmente a bota. A chegada do frio anima os comerciantes de confecções e calçados pois é uma oportunidade de aumentar as vendas e sair do vermelho depois de meses na estagnação.


Com a aproximação do Dia das Mães, a expectativa aumenta, já que é considerada a segunda data do ano, melhor para vendas, depois do Natal.


Segundo a avaliação Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), as vendas no comércio varejista de Dourados teve uma queda no mês de março de pelo menos 10% em relação ao mesmo período de 2015.


O presidente da CDL, Giovani Dal Molin, diz que a razão dessa queda nas vendas é atribuída a crise financeira que o consumidor está vivendo, aliada a inflação alta e instabilidade no governo. As pessoas estão receosas em se comprometer com dívidas diante do quadro de pessimismo.


Ele acredita que essa situação pode melhorar assim que o país garantir uma estabilidade no governo, com redução da inflação e possibilitar uma melhora no poder de compra do consumidor.

Deixe seu Comentário