Dourados – MS sexta, 18 de junho de 2021
Dourados
21º max
11º min
MASSACRE EM ORLANDO

Tiroteio em boate é o mais mortal da história dos EUA

12 Jun 2016 - 14h21
Alguns dos feridos estão em estado crítico e passando por cirurgias. - Crédito: Foto: DivulgaçãoAlguns dos feridos estão em estado crítico e passando por cirurgias. - Crédito: Foto: Divulgação
O número de mortos no ataque a tiros em uma balada gay em Orlando, na Flórida, na madrugada deste domingo (12) já faz do massacre o tiroteio mais mortal da história dos Estados Unidos — superando o massacre de 2007 na Universidade de Virginia Tech, que deixou 32 mortos.

Até o momento, foram confirmadas 50 vítimas no ataque — outras 53 estão hospitalizadas. De acordo com as autoridades, algumas estão em estado crítico e passando por cirurgias. Estima-se em 320 o número de pessoas dentro da casa noturna no momento em que os primeiros tiros foram efetuados.

O prefeito de Orlando, Buddy Dyer, declarou estado de emergência para toda a cidade, com o objetivo de "permitir que os agentes da lei se concentrem na investigação do tiroteio".

— É uma tragédia de proporções inimagináveis. Meu coração está com as vítimas e suas famílias. Mas nós somos uma comunidade forte e resiliente.

Mais tarde, o estado de emergência foi estendido para todo o Estado da Flórida pelo governador da região.

A polícia norte-americana identificou o atirador como Omar Saddiqui Mateen, de 29 anos. Ele trabalhava como segurança particular na região da Flórida.

Presidente da Subcomissão da Câmara de contraterrorismo e inteligência dos EUA, Pete King afirmou que o atirador é natural do Afeganistão. No entanto, um porta-voz da polícia de Orlando afirmou que Mateen é cidadão americano.

Outras informações dão conta de que o homem teria "treinamento em armas".

Um alto funcionário do FBI disse que havia indicações de que o atirador poderia ter ligações com militantes do grupo extremista Estado Islâmico — mas ressaltou que as investigações ainda estão em andamento.

O pai do atirador que matou pelo menos 50 pessoas e deixou 53 feridos em uma boate gay de Orlando (Flórida/EUA) afirmou à rede de TV NBC News que um episódio recente pode ter sido usado pelo filho, Omar Seddique Mateen, de 29 anos, para escolher o local do ataque terrorista.

De acordo com o chefe de polícia de Orlando, as autoridades responderam a um chamado de tiroteio na boate por volta das 2h da manhã no horário local. Tiros foram trocados com o suspeito, que entrou na casa noturna e tomou frequentadores como reféns.

Segundo a polícia, por volta das 5h, foi tomada a decisão de entrar na boate e resgatar os reféns. Novamente foram trocados tiros com o suspeito, que morreu no local.

Um policial chegou a ser atingido no capacete, segundo informações divulgadas no Twitter da polícia de Orlando. Os feridos foram levados para os hospitais da cidade.

A tragédia aconteceu um dia depois da cantora Christina Grimmie ser assassinada em Orlando, enquanto assinava autógrafos para os fãs. A polícia descartou, por enquanto, relação entre os dois crimes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vacina da alemã CureVac contra Covid-19 frustra ao registrar apenas 47% de eficácia; ações caem quase 50%
Coronavírus

Vacina da alemã CureVac contra Covid-19 frustra ao registrar apenas 47% de eficácia; ações caem quase 50%

17/06/2021 16:30
Vacina da alemã CureVac contra Covid-19 frustra ao registrar apenas 47% de eficácia; ações caem quase 50%
Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos
Mundo

Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos

10/06/2021 11:00
Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos
Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado
Tempo

Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado

22/05/2021 06:00
Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

11/05/2021 14:30
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Últimas Notícias