Dourados – MS terça, 07 de abril de 2020
Dourados
28º max
19º min
Mundo

Seul se diz aberta ao diálogo se Norte desmantelar instalações nucleares

03 Jan 2011 - 19h00
Exército sul-coreano faz exercício militar em Chulwon, nesta segunda-feira - Crédito: Foto: APExército sul-coreano faz exercício militar em Chulwon, nesta segunda-feira - Crédito: Foto: AP
A Coreia do Sul afirmou nesta segunda-feira que está aberta ao diálogo com o Norte se o objetivo for o desmantelamento de instalações nucleares, num momento em que o enviado dos Estados Unidos para a Coreia do Norte se prepara para viajar à região para discutir como reduzir as tensões.

A Coreia do Norte também demonstrou disposição de dialogar, após um ano de confrontos que incluíram o afundamento de uma embarcação sul-coreana em março, matando 46 marinheiros, uma troca mortífera de tiros de artilharia em novembro e ameaças de guerra que afetaram os mercados financeiros em todo o mundo.

Mas um avanço pode ser algo ilusório, já que tanto a Coreia do Sul como os EUA vêm dizendo que antes de retornar à mesa de negociações querem ver provas da seriedade da Coreia do Norte para um posterior desarme - algo que vários analistas não acreditam que algum dia o governo norte-coreano vá fazer.

Em um pronunciamento pelo ano-novo, o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak, repetiu uma advertência de que o Norte receberá um \'forte e firme\' golpe se optar por atacar novamente o Sul.

Os comentários de Lee foram feitos dois dias depois que o Norte, que deseja ser reconhecido como potência nuclear, pediu o fim dos confrontos e fez um chamado pelo diálogo, depois de um dos anos mais violentos na península coreana, dividida entre os dois países desde o fim da Guerra da Coreia, entre 1950 e 1953.

\'Eu relembro o Norte que o caminho para a paz ainda está aberto. A porta para o diálogo ainda está aberta\', disse Lee. Mas ele acrescentou: \'Armas nucleares e aventurismo militar têm de ser descartados. O Norte tem de atuar no sentido da paz e cooperação, não apenas com retórica, mas com ação.\'

Alguns analistas dizem que apesar de dúvidas de que haja alguma reunião em breve, o momento atual parece propenso a uma retomada positiva das conversações envolvendo seis partes --as duas Coreias, China, Japão, Rússia e EUA--, as quais vêm sendo adiadas há muito tempo.

\'Em profundo contraste com a situação anterior, a Coreia do Sul e o Japão são os mais céticos sobre o processo entre as seis partes\', disse Baek Seung-joo, do Instituto para Análises de Defesa da Coreia. \'Mas o governo (sul-coreano) reconhece que o único canal realista de diálogo com o Norte é o das negociações com as seis partes.\'

Scott Snyder, da Fundação Ásia, disse que o chamado sul-coreano pelo diálogo pode estar relacionado a uma reunião entre os presidentes da China e dos EUA no mês passado.

\'Mas política em si não mudou e também não mudaram as expectativas sobre o que a Coreia do Norte tem de fazer para a retomada das negociações.\'

Deixe seu Comentário

Leia Também

França é 4º país a ultrapassar marca de 10 mil mortes por coronavírus
Covid-19

França é 4º país a ultrapassar marca de 10 mil mortes por coronavírus

07/04/2020 17:57
França é 4º país a ultrapassar marca de 10 mil mortes por coronavírus
Internacional

Israel tornará uso de máscaras em público obrigatório

07/04/2020 16:48
Internacional

EUA diz que não dificultaram envio de insumos para o Brasil

07/04/2020 15:19
INTERNACIONAL

Pela 1ª vez desde janeiro, China não registra mortes por covid-19

07/04/2020 10:58
Internacional

Covid-19: Japão pode declarar estado de emergência para 7 cidades

06/04/2020 13:16
Últimas Notícias