Dourados – MS sábado, 18 de setembro de 2021
Dourados
38º max
22º min
Mundo

Professora morre em acidente com paraquedas no Paraná

21 Jan 2011 - 20h15
Professora morre em acidente com paraquedas no Paraná -
Uma professora universitária de 57 anos morreu, no último domingo (16), depois de um acidente de paraquedas na cidade de Pato Branco (PR). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a vítima morreu no local, ao cair em uma lavoura de soja. A suspeita é que ela não tenha conseguido acionar o paraquedas adequadamente.

“A informação que recebemos é que esse seria o sexto salto da vítima, e ela já havia feito o curso, então a suspeita é que tenha ocorrido algum problema no equipamento”, afirma o cabo Arlei Bieger, do Corpo de Bombeiros, que atuou no atendimento da ocorrência.

A Polícia Civil investiga se houve imprudência dos organizadores dos saltos, ou se o acidente ocorreu por falha da vítima ao acionar o equipamento. “Foi instaurado um inquérito para averiguar se houve ou não culpa dos organizadores do evento. A princípio houve um problema com o paraquedas principal e, como ela era iniciante, não conseguiu soltar o paraquedas reserva a tempo. Será apurado, no entanto, se ela tinha condições de realizar saltos sozinha, ou se houve omissão e imprudência dos instrutores”, afirma a delegada Franciela Alberton, responsável pelas investigações.

Todos os equipamentos usados pela professora foram recolhidos e serão analisados pela perícia, que também avaliou o local do acidente. Ainda não foram ouvidas testemunhas, segundo a polícia.

\"Eu vi o acidente, e ela teve uma má saída, soltando primeiro uma mão em vez de soltar as duas ao mesmo tempo. Com isso, ela se desestabilizou e saiu de cabeça para baixo. Uma perna dela então se enroscou em uma fita presa ao avião, o paraquedas principal se abriu e começou a girar. Ela sabia que deveria desconectar o paraquedas principal e abrir o reserva, e estava sendo lembrada do procedimento pelo rádio, mas não efetuou o comando. Ela tinha conhecimento, mas não tomou essa providência\", diz ao G1 o instrutor da vítima, Marcos Macagnan.

Segundo Macagnan, a professora havia iniciado o curso de paraquedismo em 25 de setembro e os saltos realizados no fim de semana do acidente foram um presente de aniversário do seu marido.

(G1.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

Mulheres afegãs protestam contra uso da burca

15/09/2021 17:00
Mundo

Pentágono: novo míssil norte-coreano ameaça comunidade internacional

13/09/2021 13:00
Mundo

Afeganistão: talibãs autorizam saída de 200 estrangeiros

09/09/2021 11:00
Mundo

Brasil concederá visto humanitário a afegãos

04/09/2021 17:00
Portugal reabre para brasileiros e exige só exame PCR ou antígeno
Internacional

Portugal reabre para brasileiros e exige só exame PCR ou antígeno

01/09/2021 15:15
Portugal reabre para brasileiros e exige só exame PCR ou antígeno
Últimas Notícias