Dourados – MS sábado, 24 de julho de 2021
Dourados
32º max
16º min
Mundo

Posto de desarmamento já recolheu 300 armas em Feira de Santana, BA

08 Abr 2011 - 18h15
Em referendo, brasileiros optaram pela liberação
da venda de armas de fogo - Crédito: Foto: Tássia Thum/G1Em referendo, brasileiros optaram pela liberação da venda de armas de fogo - Crédito: Foto: Tássia Thum/G1
Nos três primeiros meses de 2011, já foram coletadas 186 armas de fogo em Feira de Santana, BA. A cidade é uma das poucas que têm posto de desarmamento no Brasil, segundo o coordenador nacional da Campanha de Desarmamento, Clovis Nunes.

No ano passado, o número ficou em 189. Somando, já são mais de 300 armas entregues voluntariamente pela população. “Feira de Santana é a cidade que saiu na frente, em parceria com o Ministério da Justiça. O Governo Federal pretende abrir postos em todo o Brasil”, avisa Clovis.

Quem quiser se desfazer da arma de fogo deve acessar o site www.dpf.gov.br e retirar a guia de transporte. A guia permite que o cidadão transite da residência para entregar a arma no posto de desarmamento ou Polícia Federal. “Os postos foram pensados para desconstruir a ideia de medo, carregada pelas pessoas, de que a polícia irá prendê-lo”, comenta o coordenador.

O brasileiros tiveram a oportunidade de escolher, em outubro de 2005, no referendo proposto pelo Governo Federal, se a proibição da comercialização das armas de fogo deveria entrar em vigor. Quase 60 milhões de brasileiros, 63,94% do total, escolheram a liberação da venda.

Para Clovis Nunes, atentados como o ocorrido nesta quinta-feira (7), no Rio de Janeiro, são possíveis consequências desta escolha da população. “A arma potencializa o crime. Casos como o de ontem poderiam ser evitados se a arma não circulasse tão livremente na sociedade”, opina. (G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

OMS afirma que China deve fornecer dados sobre origens da covid-19

15/07/2021 17:00
Mundo

Suspeitos de assassinato do presidente do Haiti são mortos a tiros

08/07/2021 11:00
Mundo

Covid-19: anticorpos podem durar até 12 meses após infecção

08/07/2021 10:00
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê

07/07/2021 07:30
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Onda de calor recorde nos EUA e Canadá mata 45 no Estado do Oregon

01/07/2021 17:30
Últimas Notícias