Dourados – MS domingo, 09 de agosto de 2020
Dourados
32º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Mundo

Popularidade de Obama aumentou em janeiro, mostra pesquisa nos EUA

20 Jan 2011 - 20h05
O presidente dos EUA, Barack Obama, durante jantar em homenagem ao presidente da China, Hu Jintao, nesta quarta-feira - Crédito: Foto: APO presidente dos EUA, Barack Obama, durante jantar em homenagem ao presidente da China, Hu Jintao, nesta quarta-feira - Crédito: Foto: AP
A imagem do presidente dos EUA, Barack Obama, melhorou neste mês, segundo uma pesquisa publicada nesta quinta-feira (20) que revela uma aprovação acima da marca simbólica dos 50% pela primeira vez desde 2009.

Os níveis de aprovação de Obama chegaram a 53%, oito pontos percentuais acima de dezembro, de acordo com uma sondagem do Wall Street Journal/NBC News.

Dois anos depois da histórica posse de Obama, um número cada vez maior de americanos vislumbra uma recuperação da economia nos próximos anos, embora ainda se preocupe com o desemprego alto, que caiu a 9,4%, segundo a pesquisa.

A melhora na imagem do presidente, que também beneficiou o Partido Democrata, coloca Obama em uma posição melhor que a esperada por muitos analistas, depois que seus rivais republicanos assumiram o controle da Câmara dos Representantes no começo do ano.

\"As últimas seis semanas foram as melhores seis semanas que o presidente teve em seus primeiros dois anos de governo\", afirmou o democrata Peter Hart, que coordenou a pesquisa junto com um colega republicano.

O aumento da popularidade é um reflexo de uma série de conquistas recentemente alcançadas por Obama, como a lei que estende uma redução dos impostos para todas as faixas de renda e amplia os benefícios aos desempregados.

Além disso, o presidente aprovou uma legislação que eliminou a proibição de homossexuais servirem abertamente nas forças armadas, e assinou um tratado de redução de armamentos nucleares com a Rússia.

A queda do desemprego em dezembro para 9,4%, contra 9,8% em novembro, segundo dados do departamento do Trabalho, e a atitude de Obama diante do tiroteio no Arizona, também ajudaram a melhorar sua imagem.

De acordo com a pesquisa, 74% dos americanos aprova a maneira como o presidente lidou com a tragédia.

Embora a maioria ainda tema que a economia siga por um caminho equivocado, o percentual de aprovação do governo neste setor aumentou para 35%, em comparação aos 28% aferidos em dezembro.

Mas 56% já enxergam um panorama econômico melhor para os próximos cinco anos, nível mais alta dos últimos 18 meses, enquanto 21% acreditam que a situação ficará pior.

A sondagem entrevistou 1.000 adultos entre 13 e 17 de janeiro, e tem margem de erro de 3,1%.

(G1.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cepal diz que comércio internacional da América Latina cairá 23%
Economia

Cepal diz que comércio internacional da América Latina cairá 23%

07/08/2020 08:00
Cepal diz que comércio internacional da América Latina cairá 23%
Diretor do Instituto Butantan defende confiabilidade de vacina chinesa
CoronaVac

Diretor do Instituto Butantan defende confiabilidade de vacina chinesa

06/08/2020 14:29
Diretor do Instituto Butantan defende confiabilidade de vacina chinesa
Dólar opera em alta após novo corte na taxa de juros
Economia

Dólar opera em alta após novo corte na taxa de juros

06/08/2020 12:30
Dólar opera em alta após novo corte na taxa de juros
Efeitos da pandemia serão sentidos por décadas, diz chefe da OMS
Pandemia

Efeitos da pandemia serão sentidos por décadas, diz chefe da OMS

06/08/2020 07:12
Efeitos da pandemia serão sentidos por décadas, diz chefe da OMS
Demissão

Latam vai demitir 2,7 mil tripulantes

05/08/2020 18:02
Últimas Notícias