Dourados – MS domingo, 29 de março de 2020
Dourados
29º max
22º min
Mundo

PGE-AM pede veto a tombamento de encontro entre rios

18 Jan 2011 - 19h35Por [email protected] #####Martelo A eleição à presidência da Assomasul (Associação dos M


A Procuradoria Geral do Estado do Amazonas (PGE-AM) entrou com uma Ação Ordinária de Anulação de Processo Administrativo de tombamento do encontro das águas dos rios Negro e Solimões, onde nasce o Rio Amazonas, ocorrida em outubro de 2010.

O processo foi ajuizado na Justiça Federal ontem. O procurador-geral do Estado, Frânio Lima, explica que a ação é necessária porque houve falhas na condução do processo de tombamento concedido pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). \"Não foram seguidas as fases ou cumpridas exigências que seriam necessárias\", avalia.

A ação afirma que não foram cumpridos os \"ditames constitucionais do devido processo legal, do contraditório, da ampla defesa, da participação pública, da legalidade, dentre outros\", de acordo com a Lei Federal nº 9.784/99 e dos artigos 5º e 216 da Constituição Federal.

A PGE-AM alega que o Iphan realiza estudos sobre a viabilidade do tombamento do encontro das águas dos rios Negro e Solimões desde 2009, mas garantiu ao Governo do Estado prazo de quinze dias para apresentar defesa contrária ao tombamento, a contar do recebimento da notificação nº36/2010 - PRESI/Iphan, de 28 de outubro de 2010, no gabinete do governador.

O período é considerado insuficiente pela Procuradoria porque o tema é de alta complexidade, não apenas pela área abrangida, mas também considerando os prejuízos econômicos que o tombamento pode causar. A ação pede que esse prazo seja estendido para 120 dias, para que o Estado se manifeste conclusivamente sobre o assunto. Além da anulação do atual processo, a PGE-AM pede que a Justiça determine a realização de audiências e consultas públicas na cidade de Manaus sobre o assunto.

Patrimônio Cultural

O Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan aprovou, no mês de outubro de 2010, propostas de tombamento federal do encontro das águas dos rios Negro e Solimões, no Amazonas, como bem cultural.

O encontro compreende mais de 10 quilômetros em que é possível observar as águas escuras do Negro correndo ao lado das águas turvas e barrentas do Solimões, surgindo ai o Rio Amazonas. A proposta de tombamento foi baseada no caráter de excepcionalidade do fenômeno e em seu alto valor paisagístico.


(G1.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Internacional

Itália vai estender fechamento de escolas por coronavírus

27/03/2020 15:43
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson está com coronavírus
Internacional

Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson está com coronavírus

27/03/2020 10:18
Primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson está com coronavírus
Crise no setor de petróleo pode ser a pior em 100 anos, diz executivo
Economia

Crise no setor de petróleo pode ser a pior em 100 anos, diz executivo

26/03/2020 21:07
Crise no setor de petróleo pode ser a pior em 100 anos, diz executivo
Em emergência, ONU pede parcerias para conter covid-19 em Angola
Internacional

Em emergência, ONU pede parcerias para conter covid-19 em Angola

26/03/2020 18:05
Em emergência, ONU pede parcerias para conter covid-19 em Angola
Dia Mundial da Água: recursos hídricos são essenciais para a solução da mudança climática
Meio Ambiente

Dia Mundial da Água: recursos hídricos são essenciais para a solução da mudança climática

26/03/2020 16:01
Dia Mundial da Água: recursos hídricos são essenciais para a solução da mudança climática
Últimas Notícias