Dourados – MS segunda, 04 de julho de 2022
Dourados
32º max
15º min
Mundo

ONU se mobiliza para apoiar Afeganistão após terremoto de 5.9 de magnitude

Agências de notícias indicam pelo menos 1 mil mortos; Unicef informou que está cooperando com autoridades do país

22 Jun 2022 - 15h15Por ONU News
Equipes da OMS estão apoiando os profissionais de saúde locais para salvar vidas e cuidar das pessoas afetadas pelo terremoto no Afeganistão - Crédito: OMS AfeganistãoEquipes da OMS estão apoiando os profissionais de saúde locais para salvar vidas e cuidar das pessoas afetadas pelo terremoto no Afeganistão - Crédito: OMS Afeganistão

O Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informou que está contribuindo com as autoridades de facto do Afeganistão na resposta ao terremoto que atingiu o país nesta quarta-feira.

De acordo com agências de notícias, o sismo deixou pelo menos 1 mil mortos nas províncias de Paktika e Khost. Além do Unicef, outras equipes da ONU foram acionadas e estão unindo esforços para avaliar a situação e socorrer as comunidades afetadas.

Situação pós-terremoto

Até o momento, o Unicef enviou várias equipes móveis de saúde e nutrição para prestar primeiros socorros. O representante da agência no Afeganistão, Mohamed Ayoya, expressou seus pêsames às famílias das vítimas e desejou pronta recuperação aos feridos. De acordo com as informações do Escritório das Nações Unidas para Assuntos Humanitários, Ocha, o tremor de 5.9, na escala Richter, atingiu a região central do Afeganistão à 1h30 desta quarta-feira, horário local. Quatro cidades da província de Paktika - Gayan, Barmala, Naka e Ziruk - bem como Spera, na província de Khost, foram afetadas.

Número de mortos e feridos deve aumentar

O terremoto, que foi registrado a uma profundidade de 10 km, foi sentido em províncias vizinhas, incluindo Cabul e Islamabad, bem como Paquistão e Índia. Até o último levantamento do Ocha, a cidade de Gayan teria sido a mais afetada, com cerca de 200 mortos e 100 feridos, muitos de forma grave. Além disso, estima-se que até 1,8 mil casas foram destruídas e danificadas em Gayan, representando 70% do parque habitacional do distrito. O Ocha acredita que o número de vítimas deve aumentar à medida que as operações de busca e resgate avancem.

Ações da ONU

O secretário-geral da ONU, António Guterres, expressou tristeza pela “trágica perda de vidas causada pelo terremoto”. Ele afirmou que seu “coração está com o povo do Afeganistão que já está sofrendo com o impacto de anos de conflito, dificuldades econômicas e fome”.

O chefe das Nações Unidas também desejou a rápida recuperação aos feridos e transmitiu suas condolências às famílias das vítimas.

Em nota, Guterres afirmou que a ONU segue mobilizada no Afeganistão, com as equipes locais já avaliando as necessidades e dando suporte inicial.

Ele afirmou que conta com a comunidade internacional para “ajudar a apoiar as centenas de famílias atingidas por este último desastre”. Para o secretário-geral, “agora é a hora da solidariedade”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Legalização de cannabis aumentou o consumo diário, afirma estudo da ONU
Mundo

Legalização de cannabis aumentou o consumo diário, afirma estudo da ONU

03/07/2022 22:15
Legalização de cannabis aumentou o consumo diário, afirma estudo da ONU
Bachelet pede que Talibã respeite os direitos das mulheres
Mundo

Bachelet pede que Talibã respeite os direitos das mulheres

03/07/2022 19:15
Bachelet pede que Talibã respeite os direitos das mulheres
Nações Unidas celebram centésimo Dia Internacional das Cooperativas
Mundo

Nações Unidas celebram centésimo Dia Internacional das Cooperativas

02/07/2022 17:45
Nações Unidas celebram centésimo Dia Internacional das Cooperativas
Brasil assume presidência do Conselho de Segurança da ONU em julho
Mundo

Brasil assume presidência do Conselho de Segurança da ONU em julho

01/07/2022 19:15
Brasil assume presidência do Conselho de Segurança da ONU em julho
Comissão debate regulamentação da profissão de musicoterapeuta
Saúde

Comissão debate regulamentação da profissão de musicoterapeuta

01/07/2022 09:45
Comissão debate regulamentação da profissão de musicoterapeuta
Últimas Notícias