Dourados – MS terça, 11 de maio de 2021
Dourados
30º max
17º min
Vacinação 2
Mundo

Número de mortos na região serrana do Rio chega a 335

12 Jan 2011 - 16h45
Imagem mostra lama que tomou conta de Friburgo
 - Crédito: Foto: Reprodução TV GloboImagem mostra lama que tomou conta de Friburgo - Crédito: Foto: Reprodução TV Globo
As chuvas na Região Serrana do Rio de Janeiro mataram no total 335 pessoas desde terça-feira (11). Em Teresópolis, a cidade mais atingida, morreram 130 pessoas no que o governo do estado chegou a descrever como a maior tragédia da história da cidade. Em Nova Friburgo, morreram mais de 100 pessoas, de acordo com o vice-governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Em Petrópolis, os mortos passam de 30, a maioria deles no Vale do Cuiabá, no Distrito de Itaipava.

A infra-estrutura da região foi atingida com severidade. Houve falta de luz, telefone e transporte nas três cidades. Bairros inteiros ficaram isolados e só na noite desta quarta-feira (12) equipes de resgate começaram a dar conta da catástrofe em algumas das áreas mais atingidas. Em um desses esforços, foi resgatado com vida, sem arranhões, um bebê de seis meses de idade em Friburgo. À noite, em Teresópolis, as buscas foram suspensas por falta de iluminação.



Oitocentos homens da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros tentam localizar desaparecidos em Teresópolis. O secretário do Ambiente do estado do Rio de Janeiro, Carlos Minc, classificou a chuva como a \"maior catástrofe da história de Teresópolis\". “Não foi possível escolher o que ia cair. Casa de rico, casa de pobre. Tudo foi destruído”, disse a empregada doméstica de 27 anos, Fernanda Carvalho.

A prefeitura designou dois abrigos para receber desabrigados: o Ginásio Pedrão, no Centro de Teresópolis, com capacidade para 800 pessoas, e um galpão no Bairro Meudon, onde podem ser alojadas 400 pessoas. Os desalojados na cidade são 1280 e os desabrigados, 960.



Os bairros mais atingidos em Teresópolis foram Bonsucesso, Caleme e Biquinha. Também registraram vítimas Poço dos Peixes, Vale Feliz, Fazenda da Paz, Posse, Paineiras, Jardim Serrano, Parque do Imbuí, Granja Florestal e Barra do Imbuí, Pessegueiros e Salaquinho.

Em Nova Friburgo, a maior parte das vítimas morava no bairro de Conselheiro Paulino. A chuva forte deixou a cidade sem sinal de telefonia, sem luz e sem transporte nesta quarta (12). À tarde, moradores perambulavam pela cidade cheia de lama sem saber o que fazer. O ginásio de uma escola estadual é usado como necrotério.

O trabalho de resgate das vítimas da tragédia causada pela chuva na cidade é reforçado por homens do Grupamento de Busca e Salvamento que atuaram no Morro do Bumba, em, Niterói, em Angra dos Reis e no Haiti. À noite, integrantes desse grupamento resgataram com vida um bebê de seis meses de idade. Também resgatado com vida, o pai dele passou 15 horas soterrado, abraçado ao filho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

11/05/2021 14:30
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Mundo

Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno

26/04/2021 14:12
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Olimpíada

Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping

15/04/2021 10:00
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
mundo

Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro

14/04/2021 13:15
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
Últimas Notícias