Dourados – MS segunda, 27 de maio de 2024
13º
Mundo

Nações Unidas prestam tributo às vítimas da Segunda Guerra Mundial

Entre 8 e 9 de maio, a ONU marca Tempo de Recordação e Reconciliação Pelos que Perderam a Vida Durante a Segunda Guerra Mundial

08 Mai 2022 - 17h00Por ONU News
Auschwitz, campo de concentração nazista na Polônia, onde mais de um milhão de judeus e membros de outras minorias ficaram presos durante a Segunda Guerra Mundial - Crédito: ONU/Evan SchneiderAuschwitz, campo de concentração nazista na Polônia, onde mais de um milhão de judeus e membros de outras minorias ficaram presos durante a Segunda Guerra Mundial - Crédito: ONU/Evan Schneider

Entre 8 e 9 de maio, as Nações Unidas marcam o Tempo de Recordação e Reconciliação Pelos que Perderam a Vida Durante a Segunda Guerra Mundial.

Na data, a ONU convida seus 193 países-membros, organizações não-governamentais e sociedade civil a prestar homenagem às vítimas do conflito. 

Fim dos conflitos

O dia 8 de maio foi escolhido por ser marcar a rendição das forças nazistas da Alemanha, em 1945.

A data foi aprovada pela Assembleia Geral com o objetivo de destacar que o conflito global estabeleceu a criação das Nações Unidas, destinada a salvar as gerações futuras do flagelo da guerra.

A resolução também convoca os Estados-membros da ONU a unirem esforços para lidar com novos desafios e ameaças.

A celebração lembra a importância de resolver controvérsias por meios pacíficos, em conformidade com a Carta das Nações Unidas e maneira que a paz e a segurança internacionais não sejam ameaçadas.

Histórico

Em 2010, a Assembleia Geral convidou Estados-membros, organizações do sistema das Nações Unidas, organizações não-governamentais e sociedade civil a prestar homenagem a todas as vítimas do Segunda Guerra Mundial.

Houve uma reunião solene especial em homenagem às vítimas da guerra em maio de 2010, marcando o 65º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial.

Durante a comemoração, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, chamou a Segunda Guerra Mundial de “uma das lutas mais épicas pela liberdade e libertação da história”, acrescentando que “seu custo foi além do cálculo, além da compreensão: 40 milhões de civis mortos; 20 milhões de soldados, quase metade só na União Soviética.”

No texto, a Assembleia Geral lembrou que a Segunda Guerra Mundial “trouxe indizível tristeza à humanidade, particularmente na Europa, Ásia, África, Pacífico e outras partes do mundo”.

O documento também observa “os progressos alcançados desde o final da Segunda Guerra Mundial na superação do seu legado e na promoção da reconciliação, cooperação internacional e regional e valores democráticos, direitos humanos e liberdades fundamentais, em particular por meio das Nações Unidas, e o estabelecimento de organizações e outras estruturas apropriadas”.

O 75o aniversário da Segunda Guerra também foi celebrado em uma reunião solene em 2015.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Deslizamento de terra pode ter matado até 670 pessoas na Papua Nova Guiné
Clima e meio ambiente

Deslizamento de terra pode ter matado até 670 pessoas na Papua Nova Guiné

26/05/2024 21:00
Deslizamento de terra pode ter matado até 670 pessoas na Papua Nova Guiné
ONU vê "potencial enorme" de continente dinâmico e diversificado
Dia da África

ONU vê "potencial enorme" de continente dinâmico e diversificado

25/05/2024 18:00
ONU vê "potencial enorme" de continente dinâmico e diversificado
Tratado da ONU obriga que patentes citem origem de recursos genéticos e do saber tradicional
Cultura e educação

Tratado da ONU obriga que patentes citem origem de recursos genéticos e do saber tradicional

24/05/2024 23:00
Tratado da ONU obriga que patentes citem origem de recursos genéticos e do saber tradicional
Covid-19 reverteu mais de uma década de ganhos na expectativa de vida, diz OMS
Saúde

Covid-19 reverteu mais de uma década de ganhos na expectativa de vida, diz OMS

24/05/2024 21:45
Covid-19 reverteu mais de uma década de ganhos na expectativa de vida, diz OMS
Nova resolução da ONU defende proteção de trabalhadores humanitários em conflitos
Paz e segurança

Nova resolução da ONU defende proteção de trabalhadores humanitários em conflitos

24/05/2024 20:45
Nova resolução da ONU defende proteção de trabalhadores humanitários em conflitos
Últimas Notícias