Dourados – MS quinta, 29 de julho de 2021
Dourados
16º max
min
Mundo

Milhares vão às ruas pedir reformas na Jordânia

04 Mar 2011 - 20h35
Manifestantes marcham por rua de Amã, na Jordânia, nesta sexta-feira - Crédito: Foto: APManifestantes marcham por rua de Amã, na Jordânia, nesta sexta-feira - Crédito: Foto: AP
Milhares de jordanianos se manifestaram nesta sexta-feira (4) em Amã atendendo à convocação dos islamitas para exigir reformas do regime, um dia depois que o governo rejeitou a opção de uma monarquia constitucional reclamada por parte da oposição.

Os manifestantes - 10 mil, segundo os organizadores, 5 mil, segundo a polícia - gritavam \"O povo quer reformas do regime\", \"As reformas são uma demanda popular\" e \"Queremos uma nova lei eleitoral\".

\"Rejeitamos todas as tentativas para impedir as reformas reais\", declarou à multidão o porta-voz da Irmandade Muçulmana, Jamil Abu Bakr.


\"Queremos reformas políticas em um prazo bem definido e muito menor que o anunciado pelo governo\", acrescentou.

O primeiro-ministro Maruf Bajit, cujo governo obteve com dificuldade na véspera a confiança do parlamento, anunciou reformas até o fim do ano. Os islamitas responderam dando o prazo de um mês.

O chefe a Frente de Ação Islâmica (FAI, facção política da Irmandade Muçulmana), xeque Hamzeh Mansur, declarou à AFP que, até agora, o governo nada fez para responder às reivindicações populares.

Cercados pela polícia, os manifestantes exibiam bandeiras nacionais e cartazes pedindo \"pão e liberdade\" e \"a dissolução do Parlamento\".

Na véspera, ante o Parlamento, Bajit rejeitou a opção de uma monarquia constitucional, enquanto que personalidades políticas e islamitas independentes formaram uma Comissão pela instauração de uma monarquia constitucional (CIMC).

O FAI reclama, por sua parte, uma revisão constitucional, em particular da lei eleitoral, e propõe um sistema de governo parlamentar, com um primeiro-ministro eleito e não designado pelo rei. (G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

OMS afirma que China deve fornecer dados sobre origens da covid-19

15/07/2021 17:00
Mundo

Suspeitos de assassinato do presidente do Haiti são mortos a tiros

08/07/2021 11:00
Mundo

Covid-19: anticorpos podem durar até 12 meses após infecção

08/07/2021 10:00
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê

07/07/2021 07:30
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Onda de calor recorde nos EUA e Canadá mata 45 no Estado do Oregon

01/07/2021 17:30
Últimas Notícias