Dourados – MS sexta, 29 de maio de 2020
Dourados
26º max
11º min
JBS (Fazer o bem)
Mundo

Manifestantes apedrejam prefeitura e bloqueiam rodovia em Goiás

24 Jan 2011 - 17h15
Um protesto de moradores de Santo Antônio do Descoberto (GO), município a 50 km de Brasília e a 175 km de Goiânia, provocou na manhã desta segunda (24) o apedrejamento da prefeitura e o bloqueio da rodovia de acesso da cidade ao Distrito Federal.

Os manifestantes protestavam contra a qualidade e o preço do transporte público e a condição da estrada que liga a cidade ao Distrito Federal. Eles atearam fogo a um ônibus, que ficou completamente destruído.

Quatro pessoas foram presas e cinco feridos foram levados para o hospital, atingidos por balas de borracha de policiais militares, que tiveram de intervir para dissolver a manifestação.

O protesto começou cedo, por volta da 6h. De longe, era possível avistar a fumaça vinda das barricadas feitas pelos moradores. O comércio fechou. Muitos não saíram de casa para trabalhar.

Os manifestantes levavam móveis para aumentar o fogo na principal via de Santo Antônio do Descoberto. A saída para o Distrito Federal foi totalmente bloqueada. Nem a ambulância conseguiu sair da cidade.

Depois de bloqueada a rodovia, os manifestantes seguiram para a prefeitura. O prédio foi apedrejado. Eles pediam a saída do prefeito, David Leite. No final da manhã, a situação já estava controlada, e o comércio reabriu.

Ao chegar à cidade, a tropa de choque da Polícia Militar foi recebida com pedradas e garrafadas. Os policiais dispararam balas de borracha e bombas de efeito moral para dispersar os manifestantes.

Correndo, o padre atravessou a praça principal convocando as pessoas para se concentrarem na igreja e evitarem o confronto com os policiais.

O prefeito David Leite tenta ainda nesta segunda (24) uma reunião com o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), para tentar antecipar a liberação de uma verba destinada a recuperar a pavimentação de vias da cidade, um dos motivos de reclamação dos manifestantes.

O secretário da Segurança Pública de Goiás, João Furtado de Mendonça Neto, classificou o episódio de \"batalha campal\" e disse que determinará a apuração das responsabilidades pelo conflito.

\"Nós tivemos uma batalha campal, uma situação de enfrentamento com a polícia, com incitação à desobediência civil. O que eu pretendo fazer é muito simples: que seja apurada a responsabilidade dos excessos eventualmente cometidos pelos policiais, mas também quero pedir a responsabilização de quem incitou a população à desobediência civil e ao confronto com a Polícia Militar\", declarou.

Mendonça Neto afirmou que a comunidade do município \"está aflita\" com os problemas de infraestrutura e disse que o governo estadual vai dar apoio à prefeitura

(G1.com)

Deixe seu Comentário

Leia Também

OIT: um em cada seis jovens do mundo está sem trabalho devido à COVID-19
Covid-19

OIT: um em cada seis jovens do mundo está sem trabalho devido à COVID-19

28/05/2020 13:05
OIT: um em cada seis jovens do mundo está sem trabalho devido à COVID-19
Internacional

Retorno à prisão e duras sentenças para Bahá’ís no Irã apesar da crise de saúde

27/05/2020 19:00
Covid-19: OMS interrompe ensaio clínico com hidroxicloroquina
Covid-19

Covid-19: OMS interrompe ensaio clínico com hidroxicloroquina

25/05/2020 15:24
Covid-19: OMS interrompe ensaio clínico com hidroxicloroquina
SAÚDE

Casos de covid-19 no mundo ultrapassam 5 milhões

21/05/2020 07:35
UNAIDS dá boas-vindas a nova ferramenta de prevenção de HIV
Prevenção

UNAIDS dá boas-vindas a nova ferramenta de prevenção de HIV

20/05/2020 18:30
UNAIDS dá boas-vindas a nova ferramenta de prevenção de HIV
Últimas Notícias