Dourados – MS sábado, 16 de outubro de 2021
Dourados
23º max
18º min
Mundo

Justiça determina que grevistas desocupem usina em Rondônia

25 Mar 2011 - 19h15
Justiça determina que grevistas desocupem usina em Rondônia -
A Justiça do Trabalho determinou que os grevistas desocupem as dependências do canteiro de obras da Usina Hidrelétrica de Santo Antonio, em Rondônia. De acordo com a decisão liminar, concedida pela desembargadora Vania Maria da Rocha Abensur na noite de quinta-feira (24), os grevistas devem parar de proibir o acesso de veículos e operários que queiram trabalhar ao canteiro de obras.

No processo, o Consórcio Santo Antônio Civil afirma que a categoria paralisou as atividades no canteiro de obras da usina na segunda-feira (21), sem qualquer tentativa de negociação prévia. A empresa informa que na quinta-feira (24), os trabalhadores voltaram parcialmente a seus postos de trabalho, mas depois decidiram manter a paralisação.

A decisão judicial determina que Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil do Estado de Rondônia deverá pagar multa diária de R$50 mil por cada local ou veículo destruído ou ocupado pelos grevistas.

De acordo com a Concessionária Santo Antônio Energia, cerca de 15 mil trabalhadores de Santo Antônio haviam deixado as atividades.

O Sindicato da categoria informou que não foi notificado da decisão da Justiça.

#####Usina Hidrelétrica de Jirau
As obras na Usina Hidrelétrica de Jirau foram suspensas após atos de vandalismo que destruíram parte das instalações na semana passada. A confusão começou na terça-feira (15), quando ônibus foram incendiados por operários. Os alojamentos e a área de lazer foram depredados.

O tumulto teria começado após uma briga entre dois operários. Na quarta-feira (16), os manifestantes fizeram uma trégua, mas voltaram a atear fogo a ônibus, carros e alojamentos na quinta-feira (17). Por medo de saques, o comércio em Porto Velho ficou fechado e a polícia reforçou a segurança na sexta-feira (18).

Desde sexta-feira, oito mil funcionários deixaram o canteiro de obra, permanecendo no alojamento da usina outros dois mil trabalhadores e mais nove mil instalados na cidade. (G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

Papa abre caminho à beatificação de João Paulo I

13/10/2021 16:00
Transição energética é "demasiado lenta", alerta agência
Mundo

Transição energética é "demasiado lenta", alerta agência

13/10/2021 09:00
Transição energética é "demasiado lenta", alerta agência
Jornalistas da Filipinas e Rússia recebem Nobel da Paz
Mundo

Jornalistas da Filipinas e Rússia recebem Nobel da Paz

08/10/2021 13:00
Jornalistas da Filipinas e Rússia recebem Nobel da Paz
Mundo

Pandemia teve impactos diretos para bebês e crianças, diz estudo

06/10/2021 14:00
Mundo

"Apagão" no Facebook foi erro interno e não ataque informático

06/10/2021 09:00
Últimas Notícias