Dourados – MS terça, 11 de maio de 2021
Dourados
30º max
17º min
Vacinação 2
Mundo

Juízes em paralisação nesta quarta reclamam de corte de ponto

27 Abr 2011 - 14h15
O presidente da Associação dos Juízes Federais do
Brasil, Gabriel Wedy. - Crédito: Foto: G1O presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil, Gabriel Wedy. - Crédito: Foto: G1
Os juízes federais realizam uma paralisação de 24 horas nesta quarta-feira (27) para reivindicar mais segurança no trabalho e aumento salarial.

Segundo o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Gabriel Wedy, a paralisação desta quarta-feira acontece em todo território nacional e pretende chamar a atenção do governo para as reivindicações dos juízes.

Uma assembléia deve acontecer em até 90 dias para avaliar a paralisação. Wedy disse que não descarta a realização de uma greve caso o governo não atenda as reivindicações.

Os magistrados pedem aumento do teto salarial de acordo com a variação da inflação e mais segurança para os juízes que julgam chefes do crime organizado. Além disso, os juízes também reivindicam direitos iguais aos garantidos a integrantes do Ministério Público Federal e aumento no número de desembargadores e de Tribunais Regionais Federais no país.

“É a categoria que vai decidir se vamos continuar negociando ou se vamos tomar uma medida mais dura. O que a maioria decidir nós vamos fazer”, afirmou.

Wedy enfatizou que, apesar da paralisação, a Justiça Federal funciona normalmente para casos de urgência , como o de presos em fase final de sentença que precisem de julgamento.

O presidente da associação também pediu mais engajamento do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Cezar Peluso, em defesa da categoria. \"É importante que o presidente Peluso, que é um grande magistrado e uma pessoa correta, assuma uma posiçao de protagonista e defenda o nosso poder judiciário como ele merece\", afirmou.

#####Salário descontado
Wedy disse que a decisão do Conselho da Justiça Federal (CJF) de descontar o dia de trabalho do salário dos magistrados que participam de paralisação nesta quarta-feira é “inadmissível”.

“Antes dessa decisão, 83% dos juízes do Brasil já estavam parados, depois dela acho que a adesão vai ser de quase 100%\", disse Wedy. \"É uma luta justa. É inadmissível que se puna o magistrado por estar lutando por sua vida, por sua segurança e por uma justiça mais rápida”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

há 51 minutos atrás
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Mundo

Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno

26/04/2021 14:12
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Olimpíada

Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping

15/04/2021 10:00
Cortes em razão da covid-19 impactam programa antidoping
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
mundo

Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro

14/04/2021 13:15
Casa Branca anuncia retirada de tropas do Afeganistão até setembro
Últimas Notícias