Dourados – MS domingo, 26 de setembro de 2021
Dourados
36º max
19º min
Institucional - Setembro
Mundo

Jogador envolvido em acidente admitiu que bebeu

20 Jun 2011 - 18h39
O atacante Dudu, do Figueirense
 - Crédito: Foto: Divulgação/Site do clubeO atacante Dudu, do Figueirense - Crédito: Foto: Divulgação/Site do clube
O jogador do Figueirense Eduardo Francisco da Silva Neto, conhecido como Dudu, de 31 anos, teria admitido em depoimento à polícia que bebeu entre 8 e 10 garrafas de cerveja antes do acidente que causou a morte de três pessoas na madrugada de domingo (19), conforme explicou ao G1 o delegado Jaime Martins.

O jogador dirigia o veículo e estava com outros quatro acompanhantes, quando perdeu o controle da direção e bateu contra um poste no km 5,8 da Via Expressa Sul em Florianópolis (SC). Dois rapazes morreram carbonizados no local. Segundo a polícia, um terceiro rapaz foi arremessado para fora do veículo e chegou a ser socorrido, mas não resistiu. Dudu e outro amigo sobreviveram ao acidente com ferimentos leves.

De acordo com o delegado, o atleta foi ouvido no domingo, após ser preso em flagrante e autuado por homicídio culposo. O jogador pagou uma fiança de R$ 2.725,00 para ser liberado. “Dudu disse no depoimento que eles beberam de oito a dez garrafas de cerveja. Ele estava no bar de um shopping em São José, com os amigos e uma amiga. Ele foi deixar a moça em casa, perto do aeroporto, e no retorno, ele contou que se perdeu e acabou batendo no concreto de uma placa de sinalização”, afirmou o delegado.

Segundo Martins, os três homens que viajavam no banco traseiro do veículo estavam sem cinto de segurança. “Um foi jogado para fora com o impacto. Os outros morreram carbonizados. O Instituto Médico Legal agora está com dificuldades para fazer o reconhecimento dos corpos, porque a família de uma das vítimas não encontrou fichas em consultórios odontológicos. Vamos solicitar aos parentes material para exames de DNA para reconhecimento dos corpos”, afirmou.

Após o acidente, a Polícia Rodoviária Federal descobriu que o atleta não possui Carteira Nacional de Habilitação e apresentava sinais de embriaguez, mas o jogador se recusou a fazer o teste do bafômetro. Segundo o delegado, a PRF fez um auto de constatação de embriaguez.

Nesta segunda-feira (20), parentes das vítimas compareceram à delegacia em Florianópolis. O delegado pretende ouvir nesta semana o outro rapaz que estava no veículo e sobreviveu.

“Estou tentando fazer contato com o Dudu para saber se ele ainda está em Florianópolis ou se já foi embora para o Rio [de Janeiro], onde mora a família dele. Eu preciso ouvir o outro sobrevivente e, se possível, alguma testemunha, mas sei que é complicado por causa do horário. Estou aguardando também os laudos da perícia”, afirmou o delegado, que tem 30 dias para concluir o inquérito.

Em nota, a assessoria de imprensa do Figueirense Futebol Clube lamentou o ocorrido e diz que o time se solidariza com as famílias das vítimas. O clube também afirmou que está prestando atendimento ao atleta, que foi medicado e liberado do hospital.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testa positivo para a Covid-19
Mundo

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testa positivo para a Covid-19

22/09/2021 07:30
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testa positivo para a Covid-19
Mundo

Presidente faz discurso na Assembleia Geral das Nações Unidas

21/09/2021 08:30
Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado
Mundo

Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado

18/09/2021 16:00
Tripulação da Inspiration4 retorna à Terra neste sábado
Mundo

Mulheres afegãs protestam contra uso da burca

15/09/2021 17:00
Mundo

Pentágono: novo míssil norte-coreano ameaça comunidade internacional

13/09/2021 13:00
Últimas Notícias