Dourados – MS terça, 26 de janeiro de 2021
Dourados
32º max
22º min
Influx
Mundo

G8 pede renúncia de Kadhafi na Líbia

27 Mai 2011 - 15h35
Rebelde líbio durante combate nesta sexta-feira - Crédito: Foto: APRebelde líbio durante combate nesta sexta-feira - Crédito: Foto: AP
Os líderes do G8 reunidos em Deauville, no noroeste da França, irão nesta sexta-feira (27) manifestar repúdio ao ditador da Líbia, Muammar Kadhafi, que \"perdeu toda a sua legitimidade\" e \"deve deixar o poder\", de acordo com a declaração final da cúpula, à qual a France Presse teve acesso.

\"Kadhafi e o governo líbio fracassaram no cumprimento das suas responsabilidades para proteger a população e perderam assim toda a legitimidade. Ele não tem futuro em uma Líbia livre e democrática. Deve sair\", traz o texto aprovado pelos chefes de Estado e de Governo do G8 neste segundo e último dia da cúpula em Deauville.

\"Kadhafi deve deixar o poder. A Líbia tem direito a um futuro democrático\", salientou o presidente francês Nicolas Sarkozy, após uma reunião com o líder dos Estados Unidos, Barack Obama.

Os líderes também pediram a Kadhafi para cessar os atos de violência e expressaram seu apoio a uma solução política.

\"Exigimos o fim imediato do uso da força contra os civis por parte do regime de Kadhafi. Estamos comprometidos a respaldar uma solução política que reflita a vontade da população da Líbia\", irão declarar os líderes do G8, de acordo com o rascunho da declaração oficial.

Obama, que conversou com a imprensa ao lado de Sarkozy, confirmou que os Estados Unidos e a França estão decididos a \"ir até o final na questão política no país\".

Síria
Já em relação à Síria, os líderes do G8 disseram estar \"horrorizados\" com as \"repetidas e graves violações aos direitos humanos no país\" e afirmaram que irão \"analisar medidas\" caso Damasco continue a utilizar da força, traz a mensagem final da cúpula de Deauville.

\"Estamos horrorizados com a morte de centenas de manifestantes pacíficos como resultado do uso da violência na Síria e por repetidas e graves violaçãos aos direitos humanos\", afirma a declaração firmada pelos chefes de Estado e de Governo dos oito países mais industrializados do mundo.

Em um rascunho prévio, o parágrafo dedicado à Síria ameaçava \"considerar uma ação no Conselho de Segurança das Nações Unidas\", mas não estava claro se a frase iria fazer parte do texto final devido a oposição russa, informou uma fonte diplomática.

Os líderes do G8 pedem às \"autoridades sírias a cessar imediatamente o uso da força contra o povo sírio e a responder às suas legítimas demandas de liberdade de expressão e direitos universais\", diz o texto.

\"Também pedidos a libertação de todos os presos polítocos na Síria. Se as autoridades não ouvirem o nosso pedido, iremos analisar outras medidas\", ameaça a declaração.

Mais de dois meses após o início dos protestos contra o governo do presidente Bashar Al Asad, a repressão deixou mais de mil mortos e pelo menos 10 mil presos, de acordo com organizações de direitos humanos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Larry King, apresentador, morre aos 87 anos
Mundo

Larry King, apresentador, morre aos 87 anos

23/01/2021 14:05
Larry King, apresentador, morre aos 87 anos
Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos
Mundo

Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos

20/01/2021 15:26
Joe Biden toma posse como 46º presidente dos Estados Unidos
Sorteio põe mexicanos ou coreanos em caminho brasileiro no Mundial
Futebol

Sorteio põe mexicanos ou coreanos em caminho brasileiro no Mundial

20/01/2021 09:57
Sorteio põe mexicanos ou coreanos em caminho brasileiro no Mundial
Aberto da Austrália: brasileiros iniciam treinos em meio a quarentena
Tênis

Aberto da Austrália: brasileiros iniciam treinos em meio a quarentena

20/01/2021 07:52
Aberto da Austrália: brasileiros iniciam treinos em meio a quarentena
Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia
Mundo

Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia

09/01/2021 10:02
Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia
Últimas Notícias