Dourados – MS domingo, 25 de julho de 2021
Dourados
34º max
16º min
Mundo

‘Estamos morrendo de medo’, diz bailarina de grupo brasileiro no Egito

03 Fev 2011 - 22h35
Mapa mostra localização da cidade de Hurgada, às
margens do Mar Vermelho - Crédito: Foto: Editoria de Arte /
G1Mapa mostra localização da cidade de Hurgada, às margens do Mar Vermelho - Crédito: Foto: Editoria de Arte / G1
Um grupo de 15 bailarinos brasileiros que está em Hurgada, cidade litorânea do Egito no Mar Vermelho, reclama que não consegue deixar o país e teme que os violentos protestos do Cairo se espalhem também pela cidade, onde até agora houve protestos pacíficos.

“Nosso contrato vai até julho desse ano, mas com essas manifestações, estamos querendo ir embora antes. Estamos morrendo de medo”, conta a catarinense Julia Soares Weiss, de 19 anos.

Contratados para fazer apresentações de dança em uma rede de hotéis na cidade turística, os brasileiros dizem que no aeroporto local não há passagens à venda e a opção mais viável seria deixar o país pela capital, Cairo, epicentro dos protestos –o que eles não querem.

Ao entrar em contato com a embaixada brasileira no Cairo, segundo Julia, eles foram orientados a ficar em casa. No entanto, assustado, o grupo, com idade entre 17 e 30 anos, está deixando o hotel onde está acomodado para se hospedar em outro mais distante do centro da cidade.


“Recebemos muita informação distorcida. Algumas pessoas dizem que temos que ir embora logo porque o país pode sofrer invasões. Estamos assustados, não queremos correr nenhum risco”, diz a catarinense.

Na semana passada, diz Julia, a cidade ficou sem internet, que só voltou há dois dias. Além disso, conforme a brasileira, o número de turistas vem diminuindo, o que afeta diretamente o trabalho do grupo, que já teve uma apresentação cancelada.

“O fluxo de turistas não é o mesmo. Por isso, nosso salário está comprometido. Se continuar assim, nosso chefe, que é turco, não vai ter como arcar com as despesas.”

(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mundo

OMS afirma que China deve fornecer dados sobre origens da covid-19

15/07/2021 17:00
Mundo

Suspeitos de assassinato do presidente do Haiti são mortos a tiros

08/07/2021 11:00
Mundo

Covid-19: anticorpos podem durar até 12 meses após infecção

08/07/2021 10:00
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê

07/07/2021 07:30
Presidente do Haiti é assassinado em casa durante a noite, diz premiê
Mundo

Onda de calor recorde nos EUA e Canadá mata 45 no Estado do Oregon

01/07/2021 17:30
Últimas Notícias