Dourados – MS domingo, 13 de junho de 2021
Dourados
24º max
10º min
Educação

Enem: 7 em cada 10 candidatos com nota alta são de classe AB

06 Mai 2016 - 10h01
Enem: 7 em cada 10 candidatos com nota alta são de classe AB -
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 para avaliar a qualidade do ensino médio nacional e, em 2009, transformou-se na principal porta de entrada para o ensino superior. A análise inédita a seguir aponta que o resultado do Enem é um reflexo do impacto da desigualdade social na formação dos jovens brasileiros. O estudo foi feito pelo Mundo Vestibular (www.mundovestibular.com.br), portal de referência em Educação, em parceria com a Educa Insights, empresa especializada em pesquisas educacionais, a partir de dados dos 8,7 milhões de participantes do Enem 2014.

De acordo com a pesquisa, dentre as notas acima de 600 pontos no Enem, 73% eram alunos das classes A e B, contra 27% oriundos das classes C, D e E. A proporção se inverte quando se avaliam os resultados abaixo de 450 pontos: 76.5% das classes C, D e E, contra 23.5% das classes A e B.

Quando se leva em conta se os estudantes vêm de escolas públicas ou privadas, a diferença não é tão gritante entre os melhores resultados, com 56% das privadas versus 44% das públicas. Porém, a desigualdade se torna alarmante entre as notas mais baixas, uma vez que 94% de todos que fizeram menos de 450 pontos cursaram o ensino médio em escolas estaduais ou municipais.

"Os dados provam que não só o estudo, mas também todo o background do aluno influencia seu desempenho no Enem. Olhando os dados do exame, é possível perceber o abismo de oportunidades que existe hoje no Brasil", diz Fernanda Lapidus Hecht, gestora do Mundo Vestibular.

Outro dado interessante encontrado na análise é a parcela de alunos que trabalham ou já trabalharam entre os melhores e piores desempenhos. De todos aqueles que fizeram mais de 600 pontos, apenas 32% já passaram pelo mercado de trabalho, índice que sobe para 52% entre os que tiraram menos de 450. Além disso, os mais novos também se saem melhor. A média de idade dos que tiraram as notas mais altas é de 20 anos. Quem tirou as notas mais baixas, por sua vez, tem, em média, 23 anos.

A pesquisa traz um desafio. "Como um todo, o desempenho dos alunos brasileiros no Enem ainda não é satisfatório. Apenas 9% deles pontuaram além dos 600, enquanto 69% ficaram abaixo dos 450 pontos. Temos muito trabalho pela frente para reverter isso", comenta Daniel Infante, diretor da Educa Insights. Hoje, o exame é responsável por selecionar mais de 20% dos estudantes que ingressam em faculdades e universidades pelo país, tanto públicas quanto privadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos
Mundo

Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos

10/06/2021 11:00
Trabalho infantil no mundo aumenta pela primeira vez em 20 anos
Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado
Tempo

Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado

22/05/2021 06:00
Chuva se espalha por todo Mato Grosso do Sul neste sábado
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Internacional

Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia

11/05/2021 14:30
Tiroteio deixa pelo menos 11 mortos em escola na Rússia
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Saúde

Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19

30/04/2021 18:30
Na OMS, Queiroga faz apelo por liberação de vacinas contra covid-19
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Mundo

Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno

26/04/2021 14:12
Autoridades iranianas proíbem bahá’ís de ter um enterro digno
Últimas Notícias