Dourados – MS terça, 04 de agosto de 2020
Dourados
31º max
15º min
Segurança e Saúde JBS
Educação

Enem: 7 em cada 10 candidatos com nota alta são de classe AB

06 Mai 2016 - 10h01
Enem: 7 em cada 10 candidatos com nota alta são de classe AB -
O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi criado em 1998 para avaliar a qualidade do ensino médio nacional e, em 2009, transformou-se na principal porta de entrada para o ensino superior. A análise inédita a seguir aponta que o resultado do Enem é um reflexo do impacto da desigualdade social na formação dos jovens brasileiros. O estudo foi feito pelo Mundo Vestibular (www.mundovestibular.com.br), portal de referência em Educação, em parceria com a Educa Insights, empresa especializada em pesquisas educacionais, a partir de dados dos 8,7 milhões de participantes do Enem 2014.

De acordo com a pesquisa, dentre as notas acima de 600 pontos no Enem, 73% eram alunos das classes A e B, contra 27% oriundos das classes C, D e E. A proporção se inverte quando se avaliam os resultados abaixo de 450 pontos: 76.5% das classes C, D e E, contra 23.5% das classes A e B.

Quando se leva em conta se os estudantes vêm de escolas públicas ou privadas, a diferença não é tão gritante entre os melhores resultados, com 56% das privadas versus 44% das públicas. Porém, a desigualdade se torna alarmante entre as notas mais baixas, uma vez que 94% de todos que fizeram menos de 450 pontos cursaram o ensino médio em escolas estaduais ou municipais.

"Os dados provam que não só o estudo, mas também todo o background do aluno influencia seu desempenho no Enem. Olhando os dados do exame, é possível perceber o abismo de oportunidades que existe hoje no Brasil", diz Fernanda Lapidus Hecht, gestora do Mundo Vestibular.

Outro dado interessante encontrado na análise é a parcela de alunos que trabalham ou já trabalharam entre os melhores e piores desempenhos. De todos aqueles que fizeram mais de 600 pontos, apenas 32% já passaram pelo mercado de trabalho, índice que sobe para 52% entre os que tiraram menos de 450. Além disso, os mais novos também se saem melhor. A média de idade dos que tiraram as notas mais altas é de 20 anos. Quem tirou as notas mais baixas, por sua vez, tem, em média, 23 anos.

A pesquisa traz um desafio. "Como um todo, o desempenho dos alunos brasileiros no Enem ainda não é satisfatório. Apenas 9% deles pontuaram além dos 600, enquanto 69% ficaram abaixo dos 450 pontos. Temos muito trabalho pela frente para reverter isso", comenta Daniel Infante, diretor da Educa Insights. Hoje, o exame é responsável por selecionar mais de 20% dos estudantes que ingressam em faculdades e universidades pelo país, tanto públicas quanto privadas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã
Exportação

MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã

03/08/2020 15:01
MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã
Hong Kong adia eleição por um ano após vetar candidatos opositores
Internacional

Hong Kong adia eleição por um ano após vetar candidatos opositores

31/07/2020 12:33
Hong Kong adia eleição por um ano após vetar candidatos opositores
Tatuador douradense é destaque em Nova York
Caderno B

Tatuador douradense é destaque em Nova York

31/07/2020 07:02
Tatuador douradense é destaque em Nova York
Robô será lançado para Marte; amostras só chegam à Terra em 2031
ESPACIAL

Robô será lançado para Marte; amostras só chegam à Terra em 2031

30/07/2020 09:03
Robô será lançado para Marte; amostras só chegam à Terra em 2031
Com pandemia, gasto de brasileiros no exterior é o menor para o 1º semestre em 13 anos
Economia

Com pandemia, gasto de brasileiros no exterior é o menor para o 1º semestre em 13 anos

28/07/2020 15:08
Com pandemia, gasto de brasileiros no exterior é o menor para o 1º semestre em 13 anos
Últimas Notícias