Dourados – MS segunda, 22 de abril de 2024
22º
Paz e segurança

Em reunião sobre Afeganistão, Guterres fala de anseio de todos pela paz

Secretário-geral aponta medidas para melhorar a coordenação com atores envolvidos

19 Fev 2024 - 22h45Por ONU News
Secretário-geral António Guterres defendeu ainda que continue a cooperação entre o Afeganistão e os países vizinhos - Crédito: ONU/Khava MukhievaSecretário-geral António Guterres defendeu ainda que continue a cooperação entre o Afeganistão e os países vizinhos - Crédito: ONU/Khava Mukhieva

O secretário-geral da ONU, António Guterres, participa numa reunião de enviados especiais para o Afeganistão que foram destacados por 25 países. As sessões acontecem em Doha, Catar. 

Entre os membros da sociedade civil afegã destacam-se mulheres afegãs e representantes da Organização de Cooperação Islâmica, da União Europeia e da Organização de Cooperação de Xangai.

Envolvimento mais eficaz

Guterres disse que iniciará contactos imediatos abordando as condições possíveis para se coordenar um envolvimento mais eficaz entre a comunidade internacional e as partes do processo, como parte das funções de um novo enviado. 

Guterres propôs que diversos grupos sejam representados no EstadoGuterres propôs que diversos grupos sejam representados no Estado - Foto: ONU/Eric Kanalstein

 

O tema foi um dos mais abordados nas discussões sobre como interagir com as autoridades de facto, após uma avaliação independente sobre o Afeganistão realizada pela ONU a pedido do Conselho de Segurança no ano passado.

Guterres destacou que o ideal é que a próxima sessão inclua representantes talibãs, que  também foram convidados para as atuais reuniões, mas recusaram-se a comparecer.

Para o líder da ONU, é preciso pôr fim às restrições impostas pelas autoridades de facto talibãs às mulheres e meninas no Afeganistão. Ele citou consensos entre os participantes sobre o que precisa ocorrer, embora os talibãs não tenham participado.

Obrigações internacionais de um Estado soberano

Guterres apontou que se pretende é um “Afeganistão em paz, em paz consigo mesmo e em paz com os seus vizinhos”.

Ele defende que o país deve ser “capaz de assumir os compromissos e as obrigações internacionais de um Estado soberano em relação à comunidade internacional, aos seus vizinhos e em relação aos direitos das suas próprias populações”.

O secretário-geral enfatizou ainda que os representantes internacionais concordaram em relação ao processo para se atingir tal objetivo.

Comércio, desenvolvimento de infraestruturas e acordos bilaterais

Entre as grandes preocupações, Guterres ressaltou que se deve garantir que o Afeganistão não se transforme num “foco” de atividade terrorista, ao pedir que haja mais inclusão. Ele propôs que diversos grupos sejam representados no Estado.

O chefe da ONU também destacou a necessidade de assistência humanitária eficaz ao país, bem como questões de longo prazo sobre o desenvolvimento do Afeganistão.

O secretário-geral defendeu ainda que continue a cooperação entre o Afeganistão e os países vizinhos em temas como comércio, desenvolvimento de infraestruturas ou acordos bilaterais para o combate ao comércio ilícito de drogas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Timor-Leste enfrenta insegurança alimentar elevada
Desenvolvimento econômico

Timor-Leste enfrenta insegurança alimentar elevada

19/04/2024 22:45
Timor-Leste enfrenta insegurança alimentar elevada
Portuguesa enfatiza importância do Fórum da Juventude para implementação dos ODS
ONU

Portuguesa enfatiza importância do Fórum da Juventude para implementação dos ODS

19/04/2024 21:45
Portuguesa enfatiza importância do Fórum da Juventude para implementação dos ODS
Projeto para adesão da Palestina na ONU é vetado no Conselho de Segurança
Paz e segurança

Projeto para adesão da Palestina na ONU é vetado no Conselho de Segurança

19/04/2024 20:45
Projeto para adesão da Palestina na ONU é vetado no Conselho de Segurança
Ciclo de retaliação no Oriente Médio deve acabar, diz chefe da ONU após ataques ao Irã
Paz e segurança

Ciclo de retaliação no Oriente Médio deve acabar, diz chefe da ONU após ataques ao Irã

19/04/2024 19:45
Ciclo de retaliação no Oriente Médio deve acabar, diz chefe da ONU após ataques ao Irã
ONU faz apelo de US$ 2,8 bilhões para assistência em Gaza e na Cisjordânia
Ajuda humanitária

ONU faz apelo de US$ 2,8 bilhões para assistência em Gaza e na Cisjordânia

18/04/2024 20:45
ONU faz apelo de US$ 2,8 bilhões para assistência em Gaza e na Cisjordânia
Últimas Notícias