Dourados – MS sábado, 22 de fevereiro de 2020
Dourados
30º max
18º min
Mundo

Começa no Rio velório de Dona Lily Marinho

06 Jan 2011 - 09h56
Lili Marinho, esposa de Roberto Marinho, morreu ontem no Rio
Foto: div. - Lili Marinho, esposa de Roberto Marinho, morreu ontem no Rio Foto: div. -
Teve início pouco antes das 9h desta quinta-feira , no Cemitério São João Batista, em Botafogo, Zona Sul do Rio, o velório de Dona Lily Marinho, viúva de Roberto Marinho, fundador das Organizações Globo. O enterro será às 12h no mesmo local, segundo informaçãoes da Central Globo de Comunicação (CGCOM).

Familiares e amigos chegaram cedo para se despedir de Dona Lily. João Baptista, seu filho adotivo, estava muito emocionado. \"É muito triste. Ela me salvou a vida. Vou levar o coração dela comigo,\" declarou.

A escritora Nélida Piñon também esteve no velório. \"Era uma mulher extraordinária. Uma amiga afável, generosa e divertida. Ela sabia dosar ironia e inteligência. Tinha elegância moral. Era uma anfitriã impecável. Nunca ostentou os benefícios que a vida lhe deu. A vida também lhe deu grandes dores, que ela soube superar. Era uma brasileira exemplar,\" disse.

O Prefeito do Rio, Eduardo Paes, também compareceu. \"O Brasil perdeu uma grande dama, uma senhora fantástica. Ela era símbolo do Rio. Lamento muito o falecimento dela\", falou.

\"Dona Lily era amante da vida. Uma carioca da gema com sotaque. Foi uma mae extraordinária. Perdemos uma mulher de beleza moral e física\", disse o amigo e ex-adido do consulado francês no Rio, Romaric S. Büel

Dona Lily morreu às 20h05 de quarta-feira (5), aos 89 anos, de falência múltipla dos órgãos. Ela estava internada na Clínica São Vicente, na Gávea, também Zona Sul, desde o dia 13 de dezembro, com infecção respiratória. Duas semanas atrás, Dona Lily havia sido transferida para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da clínica.

Filha de uma francesa e de um inglês, Lily Monique de Carvalho Marinho nasceu em Colônia, na Alemanha, mas foi criada na França. Foi em Paris que conheceu o primeiro marido, o empresário Horácio de Carvalho. Teve um filho, Horacinho, que morreu num acidente de automóvel, aos 26 anos de idade. Tempos depois, adotou um menino, que lhe deu quatro netos.

Dona Lily e Roberto Marinho se conheceram em 1941. Quase cinquenta anos mais tarde, quando a reencontrou, já viúva, Doutor Roberto se lembrava de como ela estava vestida quando se encontraram pela primeira vez. Eles se casaram em setembro de 1991. Roberto Marinho tinha 86 anos, e Lily, 70.

Com Doutor Roberto, Dona Lily ajudou a trazer pela primeira vez ao Brasil grandes exposições de artistas franceses, como Monet e Rodin. Pelo apoio e pela promoção da cultura, Dona Lily foi condecorada pelo governo da França com a Legião de Honra e homenageada pelo Ministério da Cultura do Brasil. Dona Lily é também Embaixadora da Boa Vontade da Unesco, o braço da ONU para educação e cultura. (fonte: G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Completa amanhã, 75 anos da histórica tomada de Monte Castello
2ª Guerra Mundial

Completa amanhã, 75 anos da histórica tomada de Monte Castello

20/02/2020 17:00
Completa amanhã, 75 anos da histórica tomada de Monte Castello
Novo Coronavírus: Brasil apresenta ações para enfrentamento da doença
Saúde

Novo Coronavírus: Brasil apresenta ações para enfrentamento da doença

20/02/2020 12:00
Novo Coronavírus: Brasil apresenta ações para enfrentamento da doença
Com apoio da ONU no Brasil, Gâmbia entra em nova fase do programa de alimentação escolar
Sociedade

Com apoio da ONU no Brasil, Gâmbia entra em nova fase do programa de alimentação escolar

20/02/2020 11:30
Com apoio da ONU no Brasil, Gâmbia entra em nova fase do programa de alimentação escolar
Campanha

Embaixadores da Juventude debatem em Lisboa combate à violência contra mulher

19/02/2020 15:45
Recopa Sul-Americana: Flamengo e Independiente Del Valle jogam hoje
Esporte

Recopa Sul-Americana: Flamengo e Independiente Del Valle jogam hoje

19/02/2020 14:45
Recopa Sul-Americana: Flamengo e Independiente Del Valle jogam hoje
Últimas Notícias