Dourados – MS sábado, 06 de junho de 2020
Dourados
22º max
12º min
JBS (Fazer o bem)
Mundo

Brasil deve colher menos 700 mil toneladas de soja

14 Dez 2010 - 14h49
Brasil deve colher menos 700 mil toneladas de soja  - Crédito: Foto: Divulgação Crédito: Foto: Divulgação
DOURADOS - O Brasil deverá colher 68 milhões de toneladas de soja na temporada 2010/11, em uma área plantada de 24,1 milhões de hectares, segundo estimativas da AgraFNP. Em relação à safra anterior, o País colheu 68,7 milhões de toneladas, em área de 23,5 milhões de hectares.

De acordo com o analista da AgraFNP, Aedson Pereira, o menor rendimento/hectare para a próxima safra é atribuído ao ritmo de plantio, que começou atrasado em boa parte do País, em vir-tude de irregularidade nas precipitações.

Além disso, o fenômeno climático La Niña, que provocou chuvas no nordeste e estiagem no sul durante todo o ano de 2010, ainda preocupa o produtor para a próxima safra. “Com o La Niña na safra 2010/11, os produtores devem estar atentos para possibilidades de chuvas durante a colheita e maior incidência de ferrugem nas Regiões Centro Oeste e Nordeste. Já na Região Sul, é possível que ocorra longos períodos de estiagem”, diz Pereira.

Mesmo assim, a AgraFNP segue projetando ganhos acima da média histórica para os rendimentos da oleaginosa, mantendo a produtividade nacional em 47 sacas por hectare, mas abaixo do índice de 48,8 sacas por hectare verificado na temporada 2009/10, quando as condições foram excepcionais.

O Mato Grosso, maior estado produtor do grão, deve ter menor disponibilidade de soja nas primeiras semanas de janeiro. No ano anterior, durante o mês de janeiro, o volume de soja colhido foi próximo de cinco milhões de toneladas. Na temporada atual, a projeção da AgraFNP é de que este seja de um milhão. Em decorrência disso, o plantio de milho safri-nha será atrasado.

Em contrapartida, no Paraná, segundo maior produtor de soja, o plantio evoluiu em ritmo expressivo, uma vez que as condições de umidade no solo foram favoráveis. No oeste do estado, a colheita será antecipada, fazendo com que as sementes do milho safrinha cheguem mais cedo à terra, evitando problemas climáticos característicos como seca e geada.

Assim, segundo a AgraFNP, a produção no Estado para 2010/11 será de 14,2 milhões de hectares ante a 14,1 na safra passada. A área também deve ser maior, de 4,7 milhões de hectares ante a 4,5 milhões de hectares no período anterior. “As lavouras estão entrando em fase de floração e enchimento de grão [período de maior necessidade de umidade], entretanto, com o La Niña, o índice de precipitação tende a diminuir no início de janeiro, o que preocupa o produtor”, alerta Pereira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresariado na fronteira pressiona governo paraguaio para abertura do comércio
Mundo

Empresariado na fronteira pressiona governo paraguaio para abertura do comércio

05/06/2020 08:30
Empresariado na fronteira pressiona governo paraguaio para abertura do comércio
ONU pede solidariedade global para encontrar vacina acessível contra COVID-19
Covid-19

ONU pede solidariedade global para encontrar vacina acessível contra COVID-19

04/06/2020 19:30
ONU pede solidariedade global para encontrar vacina acessível contra COVID-19
Internacional

Diego Costa escapa da prisão na Espanha ao pagar multa 36 mil euros

04/06/2020 18:42
Em 2019, Brasil foi responsável por um terço da perda de florestas virgens no mundo, diz relatório
Meio Ambiente

Em 2019, Brasil foi responsável por um terço da perda de florestas virgens no mundo, diz relatório

04/06/2020 10:13
Em 2019, Brasil foi responsável por um terço da perda de florestas virgens no mundo, diz relatório
Internacional

Papa condena racismo e violência nos EUA e pede reconciliação nacional

03/06/2020 14:19
Últimas Notícias