Dourados – MS domingo, 17 de janeiro de 2021
Dourados
28º max
23º min
Influx
Mundo

Bandeira monárquica da Líbia é utilizada em protestos antigoverno

22 Fev 2011 - 23h35
Bandeira antiga da Líbia hasteada na embaixada líbia de Estocolmo, na Suécia, após uma discussão entre protestantes e o embaixador no país - Crédito: Foto: AFPBandeira antiga da Líbia hasteada na embaixada líbia de Estocolmo, na Suécia, após uma discussão entre protestantes e o embaixador no país - Crédito: Foto: AFP
A bandeira da monarquia líbia do rei Idris, hasteada nesta terça-feira (22) na embaixada de Trípoli em Estocolmo, foi a primeira bandeira do país entre a independência do jugo italiano e a chegada ao poder de Muamar Kadhafi (1951-1969).

Preta, com uma lua crescente, uma estrela e duas faixas, uma vermelha e outra verde, a bandeira monárquica é utilizada pelos manifestantes anti-Kadhafi como símbolo da insurreição que sacode o país.

Essa bandeira, em vigor durante o reino de Idris I (1951-1969), inspirava-se no pendão da Cirenaica (leste), onde Idris era Emir.

O símbolo foi adotado no dia da independência, 24 de dezembro de 1951, por todo o país.

A bandeira da Cirenaica, de onde Benghazi é a principal cidade, se inspirou, por sua vez, no pendão do Império Otomano. A região pertenceu ao império entre 1551 e 1912, antes de ser cedida à Itália, que unificou o país em 1934.

A faixa vermelha representa o Fezzan (sudoeste, grande região desértica com Sebha como principal cidade) e a faixa verde a Tripolitânia (nordeste) - onde se encontra Trípoli, capital do país - e onde Idris também foi Emir.

Pouco depois de sua tomada do poder, no dia 1º de setembro de 1969, Muamar Kadhafi adotou uma bandeira utilizando três das quatro cores pan-árabes (vermelho, branco e preto - excluindo o verde).

De 1972 até 1977, um \"falcão dourado\", igual ao símbolo do Egito e da Síria, foi adicionado ao desenho junto da menção: \"República Árabe da Líbia\".

Em sinal de protesto contra a viagem do antigo presidente egípcio Anouar al-Sadate para Jerusalém e para marcar a ruptura com este país, Kadhafi adotou no fim de 1977 uma bandeira inteiramente verde, a única do mundo a ter apenas uma cor, que simboliza o Islã e a \"Revolução Verde\" que ele pretendia conduzir.


(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia
Mundo

Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia

09/01/2021 10:02
Boeing 737-500 some do radar logo após decolar na Indonésia
Mundo

Trump diz que não vai à posse de Biden

08/01/2021 15:04
Trump insiste que não aceitará vitória de Biden; apoiadores protestam contra certificação da vitória democrata no Congresso
Mundo

Trump insiste que não aceitará vitória de Biden; apoiadores protestam contra certificação da vitória democrata no Congresso

06/01/2021 13:42
Trump insiste que não aceitará vitória de Biden; apoiadores protestam contra certificação da vitória democrata no Congresso
Índia não vai permitir a exportação da vacina de Oxford, diz fabricante
Covid-19

Índia não vai permitir a exportação da vacina de Oxford, diz fabricante

04/01/2021 15:07
Índia não vai permitir a exportação da vacina de Oxford, diz fabricante
Japonesa mais idosa do mundo faz aniversário de 118 anos
Mundo

Japonesa mais idosa do mundo faz aniversário de 118 anos

02/01/2021 17:02
Japonesa mais idosa do mundo faz aniversário de 118 anos
Últimas Notícias