Dourados – MS domingo, 11 de abril de 2021
Dourados
36º max
22º min
Influx - Campanha 2021
Mundo

Anvisa proíbe produto cancerígeno usado em agrotóxicos

05 Fev 2016 - 07h00
Fungicidas à base de Prochloraz são utilizados em culturas como cebola, cenoura, cevada, cítricos, manga, tomate e trigo. - Crédito: Foto: DivulgaçãoFungicidas à base de Prochloraz são utilizados em culturas como cebola, cenoura, cevada, cítricos, manga, tomate e trigo. - Crédito: Foto: Divulgação
O uso do ingrediente ativo Procloraz em produtos agrotóxicos está proibido no Brasil. A determinação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), através da resolução nº 60, publicada no Diário Oficial da União de ontem (4), depois de uma reavaliação toxicológica.


Segundo a resolução, as empresas detentoras de estoques de produtos técnicos e formulados à base do ingrediente ativo Procloraz devem providenciar a sua destinação adequada mediante prévia informação ao Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), à ANVISA e ao Instituto Nacional do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), no prazo de até trinta dias.


A decisão da Anvisa, mesmo que tardia, tira de circulação um produto comumente utilizado na agricultura e que pode provocar graves conseqüência para a saúde da população.Autoridades e organizações não governamentais vinham questionando a manutenção do Procloraz na agricultura brasileira.


Os fungicidas à base de Prochloraz são utilizados em culturas como cebola, cenoura, cevada, cítricos, manga, tomate, trigo e rosa. Em algumas dessas lavouras, a aplicação é feita por via aérea.


Em maio de 2012, o Ministério Público Federal de São Paulo, pediu o cancelamento do registro de todos os fungicidas que utilizam o princípio ativo Prochloraz que, segundo especialistas, pode causar o aumento da incidência de câncer de mama, testículo e próstata, além de provocar danos ao meio ambiente.


Na época, a ação civil pública, com pedido de liminar, proposta contra a União, também pedia que o Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento (Mapa) não concedesse novos registros de fungicidas à base de Prochloraz, pelo “alto grau de nocividade à saúde humana e ao meio ambiente”.


Além do Procloraz,a ação do MPF/SP, também fez referência direta a outros três agrotóxicos registrados no Mapa e que utilizam o princípio ativo cancerígeno: Jade, Mirage 450 EC, e Sportak 450 EC. “No Ministério da Agricultura consta a informação de que somente o produto Sportak 450 EC teria sido comercializado nos anos de 2007 a 2010”, informou na época, a procuradora da República Adriana da Silva Fernandes que estava responsável pela analise dos riscos do princípio ativo.


Segundo o MPF/SP, naquele período, o Ibama havia informado ao MPF que o Prochloraz “possui potencial carcinogênico, comprovado experimentalmente pelo aumento da frequência de tumores benignos e malignos em fígado de camundongos”.


Antes da ação, na época, uma perícia realizada por especialistas do MPF também constatou o potencial carcinógeno do princípio ativo e concluiu que “há elementos suficientes para os órgãos competentes avaliarem o cancelamento dos registros dos produtos técnicos e formulados à base de Prochloraz no Brasil”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Príncipe Philip morre aos 99 anos, no Castelo de Windsor
Família real

Príncipe Philip morre aos 99 anos, no Castelo de Windsor

09/04/2021 09:04
Príncipe Philip morre aos 99 anos, no Castelo de Windsor
Quase 60% dos focos de incêndios no Pantanal têm ligação agrícola
Pantanal

Quase 60% dos focos de incêndios no Pantanal têm ligação agrícola

07/04/2021 16:00
Quase 60% dos focos de incêndios no Pantanal têm ligação agrícola
Chile chega a 1 milhão de casos de covid-19 e fecha fronteiras
Covid-19

Chile chega a 1 milhão de casos de covid-19 e fecha fronteiras

02/04/2021 11:03
Chile chega a 1 milhão de casos de covid-19 e fecha fronteiras
Nova York aprova legalização da maconha
Internacional

Nova York aprova legalização da maconha

31/03/2021 15:22
Nova York aprova legalização da maconha
Uso de drogas entre idosos é uma “epidemia oculta”, alertam especialistas em narcóticos
ONU

Uso de drogas entre idosos é uma “epidemia oculta”, alertam especialistas em narcóticos

29/03/2021 14:43
Uso de drogas entre idosos é uma “epidemia oculta”, alertam especialistas em narcóticos
Últimas Notícias