Dourados – MS quinta, 06 de agosto de 2020
Dourados
31º max
14º min
Segurança e Saúde JBS
Mundo

Acusada de participação na morte dos pais no DF é presa no Rio

27 Jan 2011 - 22h15
A polícia civil do Rio de Janeiro prendeu a arquiteta Adriana Vilella, na manhã desta quinta-feira (27), na praia de Ipanema. Ela é acusada de participação no assassinato do pai, que era ex-ministro José Guilherme Vilella, da mulher dele e da empregada do casal. Os três foram mortos a facadas em agosto de 2009, em um apartamento na Asa Sul de Brasília.

Adriana foi levada para a Polinter, na Zona Norte do Rio. Foi ouvida pelo delegado Túlio Pelozi e deve ser transferida ainda nesta tarde para Brasília. Para a polícia do DF, a filha do ex-ministro teria tido “envolvimento direto\" no crime. Ela sempre negou as acusações.

O mandado de prisão foi expedido pelo juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal Fábio Francisco Esteves, na última terça (25). No documento, ele alega a necessidade de manter a acusada presa para garantir o andamento do processo e a ordem pública.

O advogado de Adriana Vilella, Rodrigo Alencastro, afirmou que prepara habeas corpus para ser apresentado ao TJDFT com o pedido de liberdade. Segundo ele, não há razão para que sua cliente seja mantida presa.

Alencastro argumenta que Adriana esteve à disposição da polícia durante todas as investigações e informou a Justiça que passaria as férias no Rio de Janeiro, neste mês.

“O juiz faz questão de reconhecer na decisão que ela sempre fez questão de estar disponível para a autoridade policial na investigação. Como boa parte dos brasileiros faz nesta época do ano, ela está em descanso e isso foi comunicado ao juiz. Ela tem endereço certo e conhecido e, portanto, não há necessidade de mantê-la presa para instruir o processo”, disse o advogado.

A defesa não confirma que a acusada tenha prestado depoimento na delegacia no Rio. De acordo com o advogado, não há previsão legal para novas oitivas. A arquiteta deve ser ouvida novamente apenas em juízo.


(G1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Diretor do Instituto Butantan defende confiabilidade de vacina chinesa
CoronaVac

Diretor do Instituto Butantan defende confiabilidade de vacina chinesa

há 36 minutos atrás
Diretor do Instituto Butantan defende confiabilidade de vacina chinesa
Dólar opera em alta após novo corte na taxa de juros
Economia

Dólar opera em alta após novo corte na taxa de juros

06/08/2020 12:30
Dólar opera em alta após novo corte na taxa de juros
Efeitos da pandemia serão sentidos por décadas, diz chefe da OMS
Pandemia

Efeitos da pandemia serão sentidos por décadas, diz chefe da OMS

06/08/2020 07:12
Efeitos da pandemia serão sentidos por décadas, diz chefe da OMS
Demissão

Latam vai demitir 2,7 mil tripulantes

05/08/2020 18:02
Relatório mostra falhas no combate ao tráfico de animais silvestres
Brasil

Relatório mostra falhas no combate ao tráfico de animais silvestres

05/08/2020 17:03
Relatório mostra falhas no combate ao tráfico de animais silvestres
Últimas Notícias