Dourados – MS quarta, 30 de setembro de 2020
Dourados
40º max
23º min
Esporte

Sete empata em casa e segue líder do Grupo B do Estadual

07 Mar 2016 - 09h18
Marcação do Ivinhema e jogo truncado mostraram porque o time do Vale tem 4 empates em 5 jogos. - Crédito: Foto: Luiz RadaiMarcação do Ivinhema e jogo truncado mostraram porque o time do Vale tem 4 empates em 5 jogos. - Crédito: Foto: Luiz Radai
Não foi dessa vez. Nem o sal grosso esparramado pelo estádio, ou a remoção de um suposto gato preto que rondava o Douradão foram suficientes para por fim à ausência de triunfos em jogos do Sete de Setembro de Dourados em casa.


No entanto, o mais importante foi a manutenção da liderança do campeonato. Isso porque, com 10 pontos, a equipe douradense não foi ultrapassada por ninguém no complemento da rodada. O Ivinhema foi a 7 pontos e Naviraiense e Corumbaense, que também empataram em 1 a 1 ficaram com 5 pontos na tabela.O Águia enfrentou o lanterna do grupo, o Aquidauanense, e só podia chegar a 9 pontos.


Na próxima rodada, abrindo o returno, nova chance do Sete vencer em casa. No sábado, às 19h, enfrenta o Aquidauanense. Já o Ivinhema enfrenta o Naviraiense no domingo, às 17h, no Estádio Saraivão.


Diante de mais de mil pessoas, o Sete enfrentou o Ivinhema no sábado para por fim a um jejum de vitórias em casa que vem desde 2013. A equipe se esforçou, chegou a estar com um jogador a mais quando vencia por 1 a 0, mas cedeu o empate perto do fim em pênalti cometido por Tiago Silva e segue sem vencer em casa.


O gol do Sete de Dourados foi marcado pelo artilheiro do campeonato, Guilherme, de letra, aos 17 minutos. O Ivinhema descontou de pênalti, aos 39 minutos, com o camisa 8, Agnaldo. Ambos os gols foram no segundo tempo.


Em uma partida muito disputada, com reclamações de ambos os lados em relação à arbitragem, também ocorreram confusões no intervalo e no fim do jogo. Para o Sete, o empate é o primeiro da equipe. Para o Ivinhema, a igualdade é a quarta em cinco jogos e o time segue invicto.

O jogo


Dois bons times e um gramado excelente deram ao jogo entre Sete e Ivinhema mais qualidade. Sobressaiu em campo, principalmente, o eficiente esquema de marcação do time visitante, que anulou o Sete. No primeiro tempo, o goleiro Eduardo do Ivinhema fazia aquecimento enquanto o jogo estava truncado no meio campo.


A primeira chance de marcar foi do Ivinhema, com o lateral Valdinei, que chutou com perigo da entrada da área aos 15 minutos. A resposta do Sete foi com lance semelhante aos 18 minutos com Dio, mas o chute também não teve a direção do gol de Eduardo.


As chegadas ao ataque foram do time do Vale. Agnaldo e Coruja tiveram boas chances para marcar e abrir o placar. Fim de primeira etapa: 0 a 0.


No segundo tempo, o Sete voltou mais disposto a não ser dominado pela marcação adversária e levou perigo à Eduardo em uma bola parada. Dio cobrou falta aos 11 minutos e o goleiro foi obrigado a desviar pela linha de fundo. Aos 17 minutos, o técnico Chiquinho Lima chamou o atacante Halef e foi o que bastou para a dupla de ataque em campo funcionar. Maranhão fez bela jogada pela direita e cruzou com perfeição para Guilherme, de letra, desviar a bola e abrir o placar marcando o quarto gol dele na competição, artilheiro.


Foi quando os efeitos se inverteram. Se a vantagem poderia servir para tranquilizar o time douradense e abrir espaços, o que se viu foi um Sete recuado que quase levou o empate em pelo menos dois lances.


Logo em seguida, a expulsão de Natan, do Ivinhema, que já tinha cartão amarelo, aumentou as chances do time da casa na partida. No entanto, com dez jogadores, o Ivinhema continuou atacando, acumulou cinco escanteios seguidos, até que novo erro na marcação do Sete proporcionou o gol de empate.


Em uma jogada que iniciou com um lançamento, Tiziu ganhou de Tiago Silva e acabou derrubado pelo lateral na área. Pênalti que Agnaldo cobrou sem chance de defesa para Filipe e igualou o marcador, aos 39 minutos, calando a torcida do Sete.


Antes do fim, o Sete ainda perdeu o volante Eduardo Arroz, também expulso e, apesar de ver aumentar o jejum em casa, desta vez não sofreu com vaias dos torcedores que ainda aplaudiram alguns jogadores, reflexo da situação do time na tabela de classificação.

Fala Arroz!


Expulso de campo por um entrada dura no adversário, o experiente e um dos melhores em campo, o volante Eduardo Arroz, ficou indignado com a atuação do árbitro na partida. Ao final do jogo, depois de muita confusão e cobranças ao trio do apito, o jogador desabafou. "Trabalhamos a semana inteira para apresentar o melhor para a torcida. Entramos em campo para dar o melhor e se vamos mal somos cobrados. E eles [os árbitros]? Quem cobra eles por má atuação?", indagou Arroz. "Se queremos melhorar o nosso campeonato, temos que rever também quem são as pessoas que prejudicam o espetáculo", continuou.


Sobre a falta que gerou a expulsão no jogo, o volante disse que cometeu a infração, mas que esta não era para expulsão. "É uma pena porque estávamos lutando para vencer, a torcida compareceu e nos empurrou e acabamos sofrendo um pênalti e uma expulsão no final", disse o jogador. Ambas as equipes reclamaram da atuação do árbitro, que atuou, segundo os atletas, com inversões de falta e falta de critério.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Fluminense goleia Coritiba e encosta no G4
Brasileirão

Fluminense goleia Coritiba e encosta no G4

29/09/2020 08:23
Fluminense goleia Coritiba e encosta no G4
Secretário-geral da CBF afasta possibilidade de público nos estádios no atual momento
Futebol

Secretário-geral da CBF afasta possibilidade de público nos estádios no atual momento

28/09/2020 11:44
Secretário-geral da CBF afasta possibilidade de público nos estádios no atual momento
Atlético-MG diz que vai pedir exclusão do Flamengo do Brasileiro
Brasileirão

Atlético-MG diz que vai pedir exclusão do Flamengo do Brasileiro

28/09/2020 11:11
Atlético-MG diz que vai pedir exclusão do Flamengo do Brasileiro
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Recreação

"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos

25/09/2020 07:23
"Jorjão" oferece atividades remotas para todos os públicos
Começa hoje a temporada 20/21 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia
Vôlei de Praia

Começa hoje a temporada 20/21 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia

24/09/2020 14:36
Começa hoje a temporada 20/21 do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia
Últimas Notícias