Dourados – MS segunda, 20 de janeiro de 2020
Dourados
34º max
24º min
Esporte

Judoca douradense fala da volta aos tatames com título brasileiro após maternidade

07 Dez 2019 - 17h59Por Renato Giansante
Camila com o filho na comemoração do título brasileiro em Santa Catarina neste mês - Crédito: Divulgação/CBJCamila com o filho na comemoração do título brasileiro em Santa Catarina neste mês - Crédito: Divulgação/CBJ
Camila Gebara está de volta aos tatames e ao primeiro lugar do pódio. A judoca de 24 anos retornou às competições após três meses do nascimento do primeiro filho Ali e no domingo (1º) conquistou o seu o Campeonato Brasileiro Sênior pelo terceiro ano consecutivo, desta vez em Balneário Camboriú (SC). A peso pesado venceu na final a paulista Sibilla Faccholli por imobilização.
 
A conquista coroou um ano de superação e alegria. Em dezembro de 2018 a douradense sofreu uma grave contusão no joelho que tiraria do esporte por um tempo. Semanas depois, houve a descoberta da gravidez e ela usou o tempo de recuperação da contusão para também se dedicar a gestação. 
 
“Eu e meu marido queríamos ter um filho e quando descobri que precisaria operar depois do Brasileiro do ano passado e como já sabia que a recuperação demoraria um ano, resolvemos que essa seria uma boa hora e deu certo”, contou ao O Progresso.
 
A volta aos treinos aconteceu 60 dias após o nascimento de Ali que hoje está com três meses e já subiu ao pódio junto à mamãe.
 
“Meu retorno foi mais difícil do que esperava. Sofri. Tinha muita coisa na minha cabeça, achava que não ia conseguir. Não foi só voltar de uma cirurgia. Foi voltar de uma cirurgia e de uma gravidez. Tinha que conciliar os cuidados com meu filho, o seio cheio de leite, que é uma coisa que dói muito, medo de me machucar de novo ao entrar os golpes. Então, foi um turbilhão de sentimentos que eu nunca tinha sentido antes. Quando vi que deu certo, não consegui fazer mais nada além de chorar”, explicou Camila ao sair do tatame muito emocionada após derrotar a paulista Sibilla Faccholi na decisão do pesado feminino (+78kg).
 
A vice-campeã mundial júnior de 2015 segue treinando no Clube Sakurá de Judô com o marido e técnico Jorge Yamakawa, em Dourados. Considerada promessa da modalidade desde cedo, a judoca enfrenta forte concorrência na seleção brasileira adulta que conta com Maria Suelen Altheman, Rochele Nunes (que recentemente se naturalizou portuguesa) e Bia Souza em sua categoria.
 
Ao blog Olhar Olímpico, do jornalista Demétrio Vecchioli, ela revelou como foi a rotina na competição e atenção ao filho. "Ontem [sábado] eu lutei duas vezes e, entre uma luta e outra, aproveitei para dar de mamar. Hoje [domingo] eu ia fazer só a final e, como sou do peso pesado, sei que seria a última a lutar. Então quando estava na final do 57kg, eu fiz ele mamar, mesmo estando dormindo. Achei melhor garantir, e deu certo", contou a judoca.
 
Na disputa do ouro com Sibilla Faccholli, Ali estava no colo da amiga nas arquibancadas, mas acordou para premiação e foi a estrela no colo da mamãe campeã, protagonizando um dos momentos mais emocionantes de evento.
 
Além do ouro de Gebara, Mato Grosso do Sul ficou com a prata de Ana Carla Grincevicus na categoria meio-médio feminino (63kg), terminando assim na quarta posição no quadro de medalhas. O Estado também teve a participação de Milena Martins, que terminou na sétima posição da categoria feminino leve (-57 kg), Aline Neves, que ficou em quinto na meio-leve (-52 kg), e Isac Bignardi, sétimo no meio-leve (-66 kg).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Pré-Olímpico: seleção sub-23 estreia contra o Peru no domingo
Esporte

Pré-Olímpico: seleção sub-23 estreia contra o Peru no domingo

18/01/2020 09:30
Pré-Olímpico: seleção sub-23 estreia contra o Peru no domingo
Corinthians fecha preparação para buscar o título da Flórida Cup neste sábado
Esporte

Corinthians fecha preparação para buscar o título da Flórida Cup neste sábado

17/01/2020 20:10
Corinthians fecha preparação para buscar o título da Flórida Cup neste sábado
Confrontos das quartas de final estão definidos; veja horários e locais
Esporte

Confrontos das quartas de final estão definidos; veja horários e locais

17/01/2020 19:05
Confrontos das quartas de final estão definidos; veja horários e locais
Sede da seleção no mundial, ginásio de MS deve ser entregue em abril
Esporte

Sede da seleção no mundial, ginásio de MS deve ser entregue em abril

17/01/2020 18:03
Sede da seleção no mundial, ginásio de MS deve ser entregue em abril
Luxemburgo aprova atuação do Palmeiras nos EUA
Esporte

Luxemburgo aprova atuação do Palmeiras nos EUA

16/01/2020 21:08
Luxemburgo aprova atuação do Palmeiras nos EUA
Últimas Notícias