Dourados – MS quinta, 06 de maio de 2021
Dourados
20º max
11º min
Esporte

Inter larga em desvantagem na final

09 Mai 2011 - 15h05
Falcão, técnico do S.C. Internacional - Crédito: Foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMMFalcão, técnico do S.C. Internacional - Crédito: Foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Não era o resultado que o Inter almejava na primeira partida da final do Campeonato Gaúcho de 2011. O time foi derrotado por 3 a 2 no primeiro clássico, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, e agora precisa vencer por dois gols de diferença no próximo domingo (15/5), às 16h, no Olímpico, para conquistar o título gaúcho.

Vitória por um gol de diferença só serve a partir do escore por 4 a 3. Vitória por 3 a 2 leva a decisão para os pênaltis. Não será uma missão fácil, porém, também não é impossível. O grupo terá uma semana inteira para se preparar da melhor maneira para buscar esta virada histórica.

O clássico 386 começou favorável ao Colorado, que abriu o placar com Andrezinho logo no começo da partida. No entanto, cedeu o empate ainda no primeiro tempo, com um gol de Júnior Viçosa. No comecinho do segundo tempo, Leandro virou para o rival. O Inter ainda conseguiu empatar em 2 a 2, mas Viçosa marcou mais um no final da partida e garantiu a vitória por 3 a 2. Confira abaixo toda a história do jogo.


O jogo começou movimentado, com os dois times tentando chegar à frente. Aos 4min, Leandro desviou perigosamente de cabeça e Renan fez grande defesa, evitando o gol gremista. Mas a resposta do Inter foi muito melhor. Aos 8min, o time executou um contra-ataque mortal, com D’Alessandro avançando em velocidade pela ponta-esquerda e cruzando para a área. Rafael Sobis, de costas para o gol, escorou para Andrezinho, que enquadrou o corpo e chutou com perfeição no canto direito de Marcelo Grohe. 1 a 0!

O Grêmio tentou a reação na sequência. Aos 10min, Junior Viçosa invadiu a área, mas quando ia chutar, foi travado por Renan, que fez excelente defesa por baixo. Aos 16min, Escudero experimentou de longe e goleiro colorado espalmou para escanteio.

Inter incisivo no ataque

O time de Paulo Roberto Falcão apostava, principalmente, nas jogadas pelo lado esquerdo do campo, com boas tabelas envolvendo D’Alessandro, Rafael Sobis e Kleber. Já o adversário tentava escapar contra-ataques. Mas o Inter também levava perigo neste quesito. Aos 20min, Tinga ganhou no meio-campo e esticou a bola para Leandro Damião – era um contra-ataque de dois colorados contra apenas um gremista –, que avançou a passos largos em direção ao gol. Já no interior da área tricolor, o camisa 9 tocou para o lado e Andrezinho concluiu rasteiro para defesa salvadora de Grohe. Quase o segundo!

O Inter tinha um apetite ofensivo muito grande. Aos 25min, Damião fez uma passe milimétrico para Kleber, que invadiu a área e chutou cruzado para nova defesa providencial de Grohe. Aos 31min, Sobis chutou de longa distância e o goleiro gremista defendeu em dois tempos no canto direito.

O time do Olímpico cresceu no final do primeiro tempo. Aos 36min, Júnior Viçosa teve grande chance de igualar o placar. O atacante invadiu a área e, cara a cara com Renan, chutou para fora. Um minuto depois, Fernando chutou forte e o goleiro do Inter defendeu com segurança no meio do gol. Aos 38min, Rochemback deu um balão para a área, Viçosa conseguiu se antecipar a Renan e desviou de cabeça para empatar o clássico. 1 a 1. Aos 40min, Andrezinho alçou na área, e após bate-rebate, a bola sobrou para Sobis, que chutou em cima de Grohe.

O segundo tempo começou complicado. Logo aos 40seg, Leandro chutou na saída de Renan e virou para o Grêmio. 2 a 1. O Inter demorou um pouco para se reorganizar, e enquanto isso o adversário seguiu rondando a área colorada.

Aos 14min, Oscar e Cavenaghi entraram nos lugares de D’Alessandro e Rafael Sobis. Logo na sua primeira jogada, Oscar conseguiu uma falta ao lado da área. Andrezinho rolou para a marca penal, de onde o próprio Oscar chutou de primeira. A bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo. Aos 23min, o garoto chutou por cima do gol após boa trama pelo meio.

O Grêmio ameaçava nos contra-ataques e conseguia muitas faltas nas proximidades da área. Aos 30min, Rochemback cobrou uma delas e Renan espalmou para escanteio. Aos 32min, Damião pegou um rebote, mas a bola subiu demais e passou sobre o gol.

Aos 36min, Kleber cruzou para a área e Damião, bem posicionado, cabeceou no canto esquerdo de Grohe e empatou o Gre-Nal. 2 a 2. Foi o 15º gol do centroavante no Gauchão, artilheiro do campeonato. Na temporada, já são 20 gols.

Grêmio marca o terceiro

Aos 41min Viçosa colocou o Grêmio novamente na frente, ao cabecear por cima de Renan. 3 a 2. O Inter quase empatou no minuto seguinte: Cavenaghi deu um toquezinho de cabeça e exigiu grande defesa de Grohe. Aos 45min, Andrezinho cobrou falta na área, mas o goleiro estava atento e defendeu com segurança. Agora restam mais 90 minutos para o Colorado buscar a reação na final.

\"Faltou atenção para nós. Tomamos um gol muito cedo no segundo tempo e aí fica complicado para correr atrás. Na minha avaliação, o jogo teve momentos distintos. Na etapa inicial, poderíamos ter concluído para o gol nas oportunidades que criamos. O Grêmio cresceu e o time tentou reagir, conseguiu o gol de empate e sofremos, em bobeira nossa, o terceiro gol\", comentou o técnico Paulo Roberto Falcão.

\"Tem mais um jogo. É difícil porque é clássico, mas é possível\", afirmou Nei. \"O futebol é um conjunto. Todos nós erramos e é preciso resolver para o próximo jogo.O time tem esta final para decidir, o Brasileirão e a Recopa. Ou seja, o Inter tem oportunidades para ser campeão e vamos brigar por isso\", avaliou Tinga.

\"Temos a semana toda para treinar. Tenho certeza que com o trabalho que será feito teremos chances de reverter este resultado\", projeta o presidente Giovanni Luigi.

Internacional (2): Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Bolatti, Tinga, Andrezinho, D\'Alessandro (Oscar); Rafael Sobis (Cavenaghi) e Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Grêmio (3): Marcelo Grohe; Mario Fernandes, Vilson, Rodolfo (Neuton) e Gilson; Fabio Rochemback, Escudero, Fernando e Douglas (Lúcio); Leandro (Lins) e Júnior Viçosa. Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Andrezinho (I), aos 8min do primeiro tempo; Júnior Viçosa (G), aos 38min do primeiro tempo. Leandro (G), aos 40seg do segundo tempo; Leandro Damião (I), aos 36min do segundo tempo; Júnior Viçosa (G), aos 41min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Rodrigo (I), Bolatti (I), Tinga (I), Nei (I) e Bolívar (I); Fernando (G) e Neuton (G). Expulsão: Escudero (G).

Público: 23.391 (20.829 pagantes). Renda: R$ 685.330,00

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima, auxiliado por Marcelo Barison e José Silveira.

Local: Beira-Rio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil garante três vagas no Pré-Olímpico de Saltos Ornamentais
Esportes

Brasil garante três vagas no Pré-Olímpico de Saltos Ornamentais

03/05/2021 17:00
Brasil garante três vagas no Pré-Olímpico de Saltos Ornamentais
Brasil garante mais uma vaga olímpica na canoagem velocidade
ESPORTE

Brasil garante mais uma vaga olímpica na canoagem velocidade

01/05/2021 07:20
Brasil garante mais uma vaga olímpica na canoagem velocidade
Esporte

Brasil luta por vagas olímpicas na Copa do Mundo de Saltos Ornamentais

30/04/2021 13:15
Em noite de Fred, Fluminense vence Santa Fe na Libertadores
Futebol

Em noite de Fred, Fluminense vence Santa Fe na Libertadores

29/04/2021 09:00
Em noite de Fred, Fluminense vence Santa Fe na Libertadores
Corinthians vence Santos na Vila Belmiro
ESPORTE

Corinthians vence Santos na Vila Belmiro

26/04/2021 08:45
Corinthians vence Santos na Vila Belmiro
Últimas Notícias