Dourados – MS quinta, 22 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Esporte

Inter larga em desvantagem na final

09 Mai 2011 - 15h05
Falcão, técnico do S.C. Internacional - Crédito: Foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMMFalcão, técnico do S.C. Internacional - Crédito: Foto: Jefferson Bernardes/VIPCOMM
Não era o resultado que o Inter almejava na primeira partida da final do Campeonato Gaúcho de 2011. O time foi derrotado por 3 a 2 no primeiro clássico, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, e agora precisa vencer por dois gols de diferença no próximo domingo (15/5), às 16h, no Olímpico, para conquistar o título gaúcho.

Vitória por um gol de diferença só serve a partir do escore por 4 a 3. Vitória por 3 a 2 leva a decisão para os pênaltis. Não será uma missão fácil, porém, também não é impossível. O grupo terá uma semana inteira para se preparar da melhor maneira para buscar esta virada histórica.

O clássico 386 começou favorável ao Colorado, que abriu o placar com Andrezinho logo no começo da partida. No entanto, cedeu o empate ainda no primeiro tempo, com um gol de Júnior Viçosa. No comecinho do segundo tempo, Leandro virou para o rival. O Inter ainda conseguiu empatar em 2 a 2, mas Viçosa marcou mais um no final da partida e garantiu a vitória por 3 a 2. Confira abaixo toda a história do jogo.


O jogo começou movimentado, com os dois times tentando chegar à frente. Aos 4min, Leandro desviou perigosamente de cabeça e Renan fez grande defesa, evitando o gol gremista. Mas a resposta do Inter foi muito melhor. Aos 8min, o time executou um contra-ataque mortal, com D’Alessandro avançando em velocidade pela ponta-esquerda e cruzando para a área. Rafael Sobis, de costas para o gol, escorou para Andrezinho, que enquadrou o corpo e chutou com perfeição no canto direito de Marcelo Grohe. 1 a 0!

O Grêmio tentou a reação na sequência. Aos 10min, Junior Viçosa invadiu a área, mas quando ia chutar, foi travado por Renan, que fez excelente defesa por baixo. Aos 16min, Escudero experimentou de longe e goleiro colorado espalmou para escanteio.

Inter incisivo no ataque

O time de Paulo Roberto Falcão apostava, principalmente, nas jogadas pelo lado esquerdo do campo, com boas tabelas envolvendo D’Alessandro, Rafael Sobis e Kleber. Já o adversário tentava escapar contra-ataques. Mas o Inter também levava perigo neste quesito. Aos 20min, Tinga ganhou no meio-campo e esticou a bola para Leandro Damião – era um contra-ataque de dois colorados contra apenas um gremista –, que avançou a passos largos em direção ao gol. Já no interior da área tricolor, o camisa 9 tocou para o lado e Andrezinho concluiu rasteiro para defesa salvadora de Grohe. Quase o segundo!

O Inter tinha um apetite ofensivo muito grande. Aos 25min, Damião fez uma passe milimétrico para Kleber, que invadiu a área e chutou cruzado para nova defesa providencial de Grohe. Aos 31min, Sobis chutou de longa distância e o goleiro gremista defendeu em dois tempos no canto direito.

O time do Olímpico cresceu no final do primeiro tempo. Aos 36min, Júnior Viçosa teve grande chance de igualar o placar. O atacante invadiu a área e, cara a cara com Renan, chutou para fora. Um minuto depois, Fernando chutou forte e o goleiro do Inter defendeu com segurança no meio do gol. Aos 38min, Rochemback deu um balão para a área, Viçosa conseguiu se antecipar a Renan e desviou de cabeça para empatar o clássico. 1 a 1. Aos 40min, Andrezinho alçou na área, e após bate-rebate, a bola sobrou para Sobis, que chutou em cima de Grohe.

O segundo tempo começou complicado. Logo aos 40seg, Leandro chutou na saída de Renan e virou para o Grêmio. 2 a 1. O Inter demorou um pouco para se reorganizar, e enquanto isso o adversário seguiu rondando a área colorada.

Aos 14min, Oscar e Cavenaghi entraram nos lugares de D’Alessandro e Rafael Sobis. Logo na sua primeira jogada, Oscar conseguiu uma falta ao lado da área. Andrezinho rolou para a marca penal, de onde o próprio Oscar chutou de primeira. A bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo. Aos 23min, o garoto chutou por cima do gol após boa trama pelo meio.

O Grêmio ameaçava nos contra-ataques e conseguia muitas faltas nas proximidades da área. Aos 30min, Rochemback cobrou uma delas e Renan espalmou para escanteio. Aos 32min, Damião pegou um rebote, mas a bola subiu demais e passou sobre o gol.

Aos 36min, Kleber cruzou para a área e Damião, bem posicionado, cabeceou no canto esquerdo de Grohe e empatou o Gre-Nal. 2 a 2. Foi o 15º gol do centroavante no Gauchão, artilheiro do campeonato. Na temporada, já são 20 gols.

Grêmio marca o terceiro

Aos 41min Viçosa colocou o Grêmio novamente na frente, ao cabecear por cima de Renan. 3 a 2. O Inter quase empatou no minuto seguinte: Cavenaghi deu um toquezinho de cabeça e exigiu grande defesa de Grohe. Aos 45min, Andrezinho cobrou falta na área, mas o goleiro estava atento e defendeu com segurança. Agora restam mais 90 minutos para o Colorado buscar a reação na final.

\"Faltou atenção para nós. Tomamos um gol muito cedo no segundo tempo e aí fica complicado para correr atrás. Na minha avaliação, o jogo teve momentos distintos. Na etapa inicial, poderíamos ter concluído para o gol nas oportunidades que criamos. O Grêmio cresceu e o time tentou reagir, conseguiu o gol de empate e sofremos, em bobeira nossa, o terceiro gol\", comentou o técnico Paulo Roberto Falcão.

\"Tem mais um jogo. É difícil porque é clássico, mas é possível\", afirmou Nei. \"O futebol é um conjunto. Todos nós erramos e é preciso resolver para o próximo jogo.O time tem esta final para decidir, o Brasileirão e a Recopa. Ou seja, o Inter tem oportunidades para ser campeão e vamos brigar por isso\", avaliou Tinga.

\"Temos a semana toda para treinar. Tenho certeza que com o trabalho que será feito teremos chances de reverter este resultado\", projeta o presidente Giovanni Luigi.

Internacional (2): Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Bolatti, Tinga, Andrezinho, D\'Alessandro (Oscar); Rafael Sobis (Cavenaghi) e Leandro Damião. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Grêmio (3): Marcelo Grohe; Mario Fernandes, Vilson, Rodolfo (Neuton) e Gilson; Fabio Rochemback, Escudero, Fernando e Douglas (Lúcio); Leandro (Lins) e Júnior Viçosa. Técnico: Renato Portaluppi.

Gols: Andrezinho (I), aos 8min do primeiro tempo; Júnior Viçosa (G), aos 38min do primeiro tempo. Leandro (G), aos 40seg do segundo tempo; Leandro Damião (I), aos 36min do segundo tempo; Júnior Viçosa (G), aos 41min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Rodrigo (I), Bolatti (I), Tinga (I), Nei (I) e Bolívar (I); Fernando (G) e Neuton (G). Expulsão: Escudero (G).

Público: 23.391 (20.829 pagantes). Renda: R$ 685.330,00

Arbitragem: Jean Pierre Gonçalves Lima, auxiliado por Marcelo Barison e José Silveira.

Local: Beira-Rio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é tema de curso nesta sexta-feira
Mato Grosso do Sul

Captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é tema de curso nesta sexta-feira

22/10/2020 11:21
Captação de recursos por meio da Lei de Incentivo ao Esporte é tema de curso nesta sexta-feira
Estadual de Manoplas celebra os 33 anos da Federação de Boxe de MS
Mato Grosso do Sul

Estadual de Manoplas celebra os 33 anos da Federação de Boxe de MS

22/10/2020 10:15
Estadual de Manoplas celebra os 33 anos da Federação de Boxe de MS
Mato Grosso do Sul

Em formato on-line, Fundesporte promove o Festival da Melhor Idade de MS na modalidade dança de salão

21/10/2020 08:15
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Futebol

Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder

21/10/2020 07:58
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Esporte

Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro

21/10/2020 07:18
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Últimas Notícias