Dourados – MS quarta, 21 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Esporte

Ginasloucos vencem no “Domingão do Faustão”

02 Mai 2011 - 03h33
Ginasloucos já realizou apresentações em oito estados em vários canais de TV - Crédito: Foto: DivulgaçãoGinasloucos já realizou apresentações em oito estados em vários canais de TV - Crédito: Foto: Divulgação
Dourados - O Ginasloucos (grupo de ginastas acrobatas da Unigran), possibilitou ao Brasil conhecer o nome de Dourados, mais uma vez, de forma positiva. O grupo participou do quadro “Se Vira nos 30”, do programa “Domingão do Faustão”, da Rede Globo, saindo vencedor.

No quadro, os participantes têm 30 segundos para mostrar o talento que possuem e para convencerem a plateia, que vota, de que devem receber o prêmio de R$ 15 mil. No último programa, seis atletas do Ginasloucos surpreenderam o auditório do “Domingão do Faustão” com as acrobacias e garantiram o primeiro lugar na competição. Antônio Carlos Barbosa, Kaká, membro do grupo, diz que o dinheiro será utilizado para investimentos no próprio grupo.

Essa não é a primeira vez que o grupo participa do programa da Rede Globo. Em 2003, o Ginasloucos também venceu o quadro “Se vira nos 30” e, em 2004, ficou em 2º lugar. Além disso, os atletas ginastas já realizaram apresentações no “Programa do Ratinho”, do SBT, no “Qual é o seu Talento”, também do SBT e do “Tudo é Possível”, da Record, entre outros.

Atualmente, o Ginasloucos é composto por 20 atletas, 17 homens e três mulheres. Entretanto, no programa do Fustão, o grupo foi representado por seis jogadores, Daniel Chagas Silveira, Ronan Dias Garcia, Wesley Silveira de Souza, Henrique Maia Bezerra, Samuel Siqueira dos Santos e Antônio Carlos Barbosa, o Kaká.


O Ginasloucos é um projeto que foi idealizado em setembro de 1995 pelo professor da Unigran, Rogério da Cruz Montes e, desde então, recebe apoio da instituição com subsídio de bolsas para alguns atletas e o oferecimento de toda a infra-estrutura para o treino.

Com seus mais de 15 anos de existência, o grupo surpreende pela “expansão que teve; antes, era só aqui em Dourados; hoje, já fomos para oito estados, conseguimos repercussão nacional e internacional”, diz o criador do grupo. Para o atleta Kaká, mudou também a qualidade do trabalho, “ficou mais profissional”, aponta.

Ele diz, ainda, que, para o grupo, uma das maiores motivações para realizar as apresentações é poder “levar o nome de Dourados a nível nacional, e criar um ponto de referência positivo [para a cidade]”, finaliza.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul

Em formato on-line, Fundesporte promove o Festival da Melhor Idade de MS na modalidade dança de salão

21/10/2020 08:15
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Futebol

Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder

21/10/2020 07:58
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Esporte

Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro

21/10/2020 07:18
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Berger diz que brasileiro foi o melhor
F1

Berger diz que brasileiro foi o melhor

19/10/2020 10:32
Berger diz que brasileiro foi o melhor
Futebol

Elenco do Barcelona não aceita redução salarial e envia documento à direção

19/10/2020 10:15
Últimas Notícias