Dourados – MS sábado, 16 de janeiro de 2021
Dourados
29º max
23º min
Influx
Esporte

Classificado em 1º, Brasil pega o Paraguai

14 Jul 2011 - 08h22
Pato e Neymar brilharam e garantiram o primeiro lugar para o Brasil no Grupo B - Crédito: Foto: APPato e Neymar brilharam e garantiram o primeiro lugar para o Brasil no Grupo B - Crédito: Foto: AP
Não foi fácil. O Brasil passou por sustos. A classificação aconteceu com doses de emoção. Mas finalmente Neymar e Alexandre Pato acordaram na Copa América. Com dois gols de cada um dos atacantes, a Seleção Brasileira fez o seu papel ao vencer o Equador por 4 a 2 nesta quarta-feira, no estádio Mario Kempes, em Córdoba, e garantiu o primeiro lugar no Grupo B do torneio. Caicedo, em duas falhas do goleiro Julio César, marcou para os rivais, que estão eliminados.

Mesmo com a bronca do capitão Lúcio e as mexidas do técnico Mano Menezes, que sacou Daniel Alves e Jadson para as entradas de Maicon e Robinho, o time canarinho ainda cometeu falhas e levou dois gols bobos. Com os mesmos cinco pontos da Venezuela, a Seleção avançou para as quartas de final como líder da chave e vai encarar o Paraguai, segundo melhor terceiro colocado, no domingo, às 16h (de Brasília), em La Plata.

Brasil e Venezuela empataram no número de pontos e no saldo (dois), mas a equipe de Mano levou a melhor no número de gols marcados (4 a 3). Com o segundo lugar, a Vinotinto vai enfrentar o Chile nas quartas, às 19h15m (de Brasília) também no domingo. As outras duas partidas serão no sábado: Colômbia x Peru (16h, de Brasília) e Argentina x Uruguai (19h15m, de Brasília).

Brasil mostra evolução com alterações, mas não balança a rede


As mudanças de Mano Menezes se mostraram corretas pelo menos nos primeiros minutos da etapa inicial diante do Equador. Sem o topete à la Pelé, Robinho parecia mais leve para tentar ajudar Neymar e Alexandre Pato no ataque. Maicon, substituto de Daniel Alves, cumpria muito bem a função pelo lado direito, principalmente no apoio e ajudando o Rei das Pedaladas pelo setor.

Outro ponto que chamou a atenção nos primeiros 15 minutos de jogo foi a troca de posição dos atacantes. Pato, Neymar e Robinho se alternavam pelos setores do ataque. O primeiro lance de perigo da Seleção surgiu pela direita. Lucas Leiva lançou para Maicon, que passou pelo adversário com o drible da vaca e cruzou. A defesa afastou o perigo.

A Seleção mostrava um futebol bem melhor do que nos dois primeiros jogos da Copa América. Apesar disso, a primeira chance clara de gol foi do Equador. Arroyo arriscou de fora da área e Julio César defendeu no meio do gol.

O Brasil mostrava uma saída de bola mais rápida para o ataque e a troca de posições aparecia com mais naturalidade. Ganso lançou para Pato na esquerda. O atacante cruzou para Neymar, mas a zaga apareceu antes para cortar o lançamento. A partir do meio do primeiro tempo, a Seleção parou. Os atacantes passaram ase mexer menos, guardando posição.

Pato abre o marcador, mas Julio César falha e Equador empata


Mas nada impediu a ótima jogada de André Santos. Aos 28, o lateral-esquerdo percebeu a entrada de Alexandre Pato e cruzou na cabeça do atacante, que invadiu na área na corrida e desviou para abrir o marcador. Na comemoração, vibração do lado de fora do campo e abraço empolgado de Neymar.

Paulo Henrique Ganso aparecia pouco no jogo. Ramires também errava muitos passes, dando oportunidades para o Equador puxar os contra-ataques. Aos 36, quase o segundo do Brasil. Maicon recebeu pelo lado direito e rolou para Robinho na entrada da área. O Rei das Pedaladas chutou de primeira e a bola bateu na trave.

No lance seguinte, Caicedo recebeu na entrada da área, aproveitou bobeada de Thiago Silva e soltou a bomba. Julio César caiu para defender, mas a bola passou por baixo do corpo do goleiro: 1 a 1.Frango no estádio Mário Kempes.

O gol mexeu com a Seleção. O time de Mano passou a errar as saídas de bola e se sentiu acuado com a marcação do Equador. Quase veio a virada no fim do primeiro tempo. Após contra-ataque, Arroyo recebeu pelo lado direito, cortou o marcador e chutou de canhota. Julio César saltou para salvar o Brasil. E o primeiro tempo terminava em um bom momento para a Seleção, que estava perdida em campo.

Neymar coloca o Brasil em vantagem no início da etapa final

A bronca de Mano no vestiário surtiu efeito. Logo aos quatro minutos, Ganso lançou para Neymar. A bola bateu em um defensor e sobrou novamente para o atacante, que chutou para colocar no Brasil novamente em vantagem.

O gol não intimidou o Equador. Mesmo em desvantagem, a equipe seguiu tentando chegar ao gol do Brasil. Em mais uma bobeada da marcação, Caicedo foi lançado na entrada da área, se posicionou e soltou a bomba. Julio César pulou atrasado e não conseguiu evitar o empate.
Diferentemente do primeiro tempo, a Seleção não deixou nem os rivais crescerem na partida.

Dois minutos após levar o empate, aos 15, Ganso roubou uma bola no meio-campo e tocou para Neymar. O jogador avançou pela direita e bateu cruzado. O goleiro Elizaga espalmou para a marca do pênalti, e Alexandre Pato chegou escorando entre os zagueiros para fazer o terceiro.

A Seleção seguiu melhor, principalmente pelo lado direito, com os apoios de Maicon, um dos melhores em campo. Aos 26, o lateral avançou até a linha de fundo e cruzou. Neymar apareceu em velocidade, se antecipou aos defensores e tocou para o fundo da rede: 4 a 2. Na comemoração, o garoto beijou as tatuagens com os nomes da mãe e da irmã nos pulsos.

A partir do quarto gol, Mano passou a mexer na equipe e a tirar suas principais peças. Praticamente ao mesmo tempo, o treinador sacou Ganso e Neymar e apostou nas entradas de Elias e Lucas. Em seguida, o comandou poupou Pato e colocou Fred, talismã do empate por 2 a 2 com o Paraguai, no último sábado. Após o apito final, festa e classificação suada para próxima fase do torneio continental.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Libertadores volta a ter decisão 100% brasileira após 15 anos
Esporte

Libertadores volta a ter decisão 100% brasileira após 15 anos

14/01/2021 12:03
Libertadores volta a ter decisão 100% brasileira após 15 anos
Libertadores: Conmebol confirma final dia 30, no Maracanã, às 17h
futebol

Libertadores: Conmebol confirma final dia 30, no Maracanã, às 17h

12/01/2021 17:24
Libertadores: Conmebol confirma final dia 30, no Maracanã, às 17h
Santos impõe nova derrota ao líder São Paulo pelo Brasileirão
Brasileirão Série A

Santos impõe nova derrota ao líder São Paulo pelo Brasileirão

11/01/2021 11:17
Santos impõe nova derrota ao líder São Paulo pelo Brasileirão
Internacional vence a quinta seguida e encosta no líder São Paulo
Brasileirão Série A

Internacional vence a quinta seguida e encosta no líder São Paulo

11/01/2021 10:42
Internacional vence a quinta seguida e encosta no líder São Paulo
Botafogo e Vasco fazem clássico carioca em São Januário
SÉRIE A

Botafogo e Vasco fazem clássico carioca em São Januário

10/01/2021 12:03
Botafogo e Vasco fazem clássico carioca em São Januário
Últimas Notícias