Dourados – MS quinta, 22 de outubro de 2020
Dourados
34º max
21º min
Influx
Esporte

Adriano rebate críticas: 'Não sou baladeiro'

16 Jun 2011 - 16h05
Adriano não perde a pose na dancinha: mais de cem dias sem gols - Crédito: Foto: Diego Ribeiro/Globoesporte.comAdriano não perde a pose na dancinha: mais de cem dias sem gols - Crédito: Foto: Diego Ribeiro/Globoesporte.com
Sensação do Bahia na Série B de 2010, o atacante Adriano Michael Jackson chegou ao Palmeiras com status de artilheiro. Mesmo com seis gols pelo clube, o jogador enfrenta um jejum que já passou dos cem dias e tem de lidar diariamente com críticas em relação ao seu futebol. Depois de um período de reclusão, a irreverência parece ter voltado – pelo menos publicamente, já que Adriano assegura que continuou o mesmo brincalhão dentro dos vestiários.

Depois de se defender em entrevista coletiva, o atacante conversou com a reportagem do GLOBOESPORTE.COM e foi incisivo: negou a fama de baladeiro imposta por parte da torcida, disse que é um homem “de família” e prometeu que as famosas dancinhas irão voltar em breve. Confiante, Adriano sente que o reencontro com o gol está próximo.

- Não sou baladeiro, mas a dancinha vai voltar. Gosto muito daqui, tenho a confiança do Felipão, e ele tem a minha. Sinto que o gol está próximo - disse.

Tamanho ânimo vem da família, que está em peso em São Paulo. Além da mulher e dos dois filhos, o atacante se prepara para receber outros parentes nas próximas semanas. Os herdeiros estão retratados em uma chamativa corrente de ouro, com as iniciais AJ (Adriano Júnior, de três anos) e CA (Clara Aylana). Confira abaixo a entrevista com Adriano:

Globoesporte.com: Já tinha ficado tanto tempo assim sem fazer gols?

Adriano: Não, nunca fiquei, mas acredito no meu futebol, no treinador, e ele acredita em mim também. A bola vai entrar, e quando entrar vai disparar...

Daquela semana mágica para cá (seis gols em três jogos), mudou alguma coisa no seu comportamento?

Não mudou nada, desde o dia em que cheguei as coisas estão indo bem, cada dia aprendo mais nos treinamentos e com os amigos. Tem muita brincadeira, alegria, tudo que não pode faltar em nenhum clube.

Então a irreverência continua a mesma?

Com certeza. De todos os companheiros, quem brinca e faz mais palhaçadas sou eu. Até nos gols mesmo eu chamo o Luan para dançarmos, e no treinamento é muita brincadeira. Contra o Inter foi assim, chamei ele para dançar. Nunca vou mudar meu jeito.

Como fazer para animar o grupo, mesmo nesse momento de críticas ao seu futebol?

Não ligo para o que vem de fora. Nos treinos já chego brincando, cantando música, todo mundo começa a rir. Vou esquecendo os problemas fora de campo, para no treino todo mundo trabalhar alegre e trabalhar direito. Essa é uma das minhas funções aqui.

*Alguma música em especial que você goste de cantar no CT?

Sim, uma do Raça Negra, chamada “Saudade”. (rindo, começa a cantar um trecho da música).

Parte da torcida o acusa de gostar da noite. Você é baladeiro?

Não sou baladeiro, sou um cara de família, quem sabe disso é o Felipão. Se ele não acreditasse em mim, não me colocava em campo para jogar. Ele acredita muito em mim, e eu nele, então só tenho a agradecer, está tudo na mão dele. Quando ele não me coloca para jogar, entendo e escuto, porque tem seus motivos.

Você acha que a escassez de gols te deixa mais sujeito a esse tipo de crítica?

Encaro tudo isso normalmente, em qualquer lugar teremos críticas e pressão. E aí, quando a coisa não está tão boa, alguém sempre vai falar que viu isso, viu aquilo... mas eu fico tranquilo. Tudo que acontece comigo eu falo para o Felipão, tudo que faço é fruto do meu trabalho. Ele sabe que tudo isso que falam de mim é mentira.

Seu único problema foi o atraso no treino?

Foi, garanto que foi. Antes do jogo contra o Cruzeiro tive um problema pessoal com minha família, o treino era às 9h e cheguei às 9h40m. Nem fiquei sem treinar, participei normalmente. Fiquei preocupado pelo horário e não tive como avisar, então sofri essa reclamação. Mas é coisa para melhorar. Não tomei multa, nem nada.

Nenhum outro problema?

Não, garanto que não. Se tivesse, não teria problema algum em falar aqui.

Teve puxão de orelha do Felipão?

Com certeza, ainda mais porque sou jovem, não posso dar esses vacilos. Tudo o que ele falou é verdade.

Isso também serviu para mudar sua postura? Você tem se aplicado mais na marcação, voltando para cobrir a lateral... É estratégia pra reconquistar o Felipão?

Sim, estou treinando bastante para obedecer às ordens do Felipão no jogo. Aprendo muito com ele e não quero perder essa oportunidade. Por isso, tenho me esforçado em dobro.

Seu contrato vai até o fim do ano (emprestado pelo Fluminense). Já pensa no futuro, em ficar no Palmeiras?

No momento em que você chega em um lugar e é bem recebido, não quer sair. Desde o primeiro dia ganhei confiança, e isso está na minha cabeça até hoje. O treinador e os companheiros gostam de mim. Quero conquistar títulos.

A adaptação a São Paulo tem sido fácil?

Sim, estou perto da minha família, mulher e filhos. Logo vou ter aqui mãe, pai, tia, irmão, irmã... todo mundo vindo semana que vem para ficar perto de mim. Quem sabe não vem um gol para coroar?

Quando voltar o gol, volta a dancinha?

Não está saindo gol, não está saindo a dancinha. Mas quando sair o gol, a dancinha vai voltar. Pode esperar.

Tem ensaiado muito?

Claro, tem muita brincadeira, muita resenha. O Michael Jackson está voltando... (mais risos).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mato Grosso do Sul

Em formato on-line, Fundesporte promove o Festival da Melhor Idade de MS na modalidade dança de salão

21/10/2020 08:15
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Futebol

Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder

21/10/2020 07:58
Libertadores: Fla encara Júnior Barranquilla para se manter líder
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Esporte

Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro

21/10/2020 07:18
Série B: Felipão estreia com vitória no Cruzeiro
Berger diz que brasileiro foi o melhor
F1

Berger diz que brasileiro foi o melhor

19/10/2020 10:32
Berger diz que brasileiro foi o melhor
Futebol

Elenco do Barcelona não aceita redução salarial e envia documento à direção

19/10/2020 10:15
Últimas Notícias