Dourados – MS terça, 02 de junho de 2020
Dourados
19º max
11º min
JBS (Fazer o bem)
Esporte

À espera de regularização, Araújo se diz pronto para estrear e fazer história

26 Jan 2011 - 08h05
Araújo durante treino do Fluminense. Atacante está
bem fisicamente - Crédito: Wallace Teixeira/ PhotocameraAraújo durante treino do Fluminense. Atacante está bem fisicamente - Crédito: Wallace Teixeira/ Photocamera
A documentação ainda não chegou do Qatar, mas Araújo não vê a hora de estrear com a camisa do Fluminense. Sem problema algum com peso e cheio de vontade, o atacante depende apenas da regularização na Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro para ficar à disposição de Muricy Ramalho. Após 12 dias de trabalho no Tricolor, ele garante estar bem fisicamente já para encarar o Macaé, quinta-feira, às 19h30m (de Brasília), no Engenhão, pela terceira rodada da Taça Guanabara.

Para isso, porém, o Flu tem até o fim do dia de quarta-feira para regularizar sua situação. Com contrato de dois anos já assinado, o clube precisa do atestado liberatório da federação do Qatar para definir a situação e está em compasso de espera.

- Se pudesse, jogaria hoje. Mas creio que em breve estará tudo resolvido. Se não der para quinta-feira, ao menos para o fim de semana. As coisas acontecem naturalmente - disse o jogador.

A diretoria tricolor, no entanto, está tranquila sobre utilizar o reforço no primeiro turno do Carioca. Apesar de o prazo para inscrição de jogadores se encerrar na quinta-feira, mesmo que todos os documentos não cheguem a tempo o clube projeta registrá-lo na competição com a pendência de confirmação no BID da CBF para que possa jogar.

De volta ao Brasil após três anos e meio, Araújo não estipula prazo para estar totalmente adaptado ao ritmo mais forte do futebol brasileiro. O jogador, que veio do Al-Gharafa, do Qatar, só não esconde o plano ambicioso para sua passagem pelas Laranjeiras.

- Isso é imprevisível. No Japão, em um mês estava bem. No Qatar, precisei de somente uma semana. No Brasil, o calendário é maior e mais complicado. Será um desafio. E eu gosto de desafios. Quero fazer história no Fluminense.

Aos 33 anos, Araújo acredita que o Tricolor será o último clube de sua carreira e explica que retornou ao país justamente para ser lembrado depois das passagens bem sucedidas por Goiás e Cruzeiro.

- Penso, sim, em fazer o Fluminense o último clube da minha carreira. Voltei porque queria deixar uma história maior no Brasil.

O atacante defendeu o Goiás entre 1997 e 2003, marcando 50 gols em 170 jogos. Já pelo Cruzeiro a passagem foi mais rápida, 39 partidas e 19 gols, entre 2006 e 2007. Pela Seleção Brasileira, Araújo fez três partidas e um gol, em 1999.

(g1)

Deixe seu Comentário

Leia Também

Covid-19: Virna, medalhista olímpica no vôlei, testa positivo
Coronavírus

Covid-19: Virna, medalhista olímpica no vôlei, testa positivo

01/06/2020 13:12
Covid-19: Virna, medalhista olímpica no vôlei, testa positivo
Brasil

Clubes e Confederação cancelam Brasileiro Masculino de Rugby XV

28/05/2020 16:10
Olimpíada pode ser cancelada se pandemia não for controlada, diz Bach
Olimpíadas

Olimpíada pode ser cancelada se pandemia não for controlada, diz Bach

21/05/2020 13:33
Olimpíada pode ser cancelada se pandemia não for controlada, diz Bach
Futebol brasileiro pode voltar no final de junho, afirma CBF
Futebol Brasileiro

Futebol brasileiro pode voltar no final de junho, afirma CBF

20/05/2020 16:34
Futebol brasileiro pode voltar no final de junho, afirma CBF
Covid-19: tenistas impactados financeiramente receberão ajuda
Esporte

Covid-19: tenistas impactados financeiramente receberão ajuda

19/05/2020 15:00
Covid-19: tenistas impactados financeiramente receberão ajuda
Últimas Notícias