Dourados – MS quinta, 17 de janeiro de 2019
WhatsApp
WhatsApp
Edições Especiais

A posse em que não coube os convidados na Prefeitura

23 Dez 2013 - 17h33
Braz Melo tomou posse juntamente com o vice, médico Sebastião Nogueira, que aparece na foto ao seu lado. Sebastião Nogueira, que mais tarde se elegeria deputado estadual, hoje responde pela Secretaria Municipal de Saúde em Dourados. - Crédito: Foto: ArquivoBraz Melo tomou posse juntamente com o vice, médico Sebastião Nogueira, que aparece na foto ao seu lado. Sebastião Nogueira, que mais tarde se elegeria deputado estadual, hoje responde pela Secretaria Municipal de Saúde em Dourados. - Crédito: Foto: Arquivo
No ano de 1989 tomava posse o então prefeito eleito Braz Melo, que na época pertencia ao PMDB e participou da disputa que entrou para a história, como a mais acirrada eleição de Dourados. Passados mais de 25 anos, até hoje quem viveu esse período relembra a diferença de apenas 40 votos com que Braz derrotou o também ex-prefeito José Elias Moreira. Talvez em função da vitória apertada em que Braz rompia uma hegemonia do “reinado” de Zé Elias, que havia governado Dourados e fez o seu sucessor, saudoso Luiz Antônio Gonçalves, a Pre-feitura, que funcionava na Rua João Rosa Góes, esquina com a Joaquim Teixeira Alves, não teve como comportar tanta gente e Braz Melo achou por bem tomar posse na frente ao Paço Municipal.


“As pessoas de repente foram chegando e eu come-cei a ficar preocupado, não eram somente os douraden-ses, muitos campo-grandenses também estavam comparecendo e aquilo foi um loucura; diante disso chamei o meu pessoal para que, urgentemente, providenciasse a transferência da solenidade para a frente da prefeitura, mesmo assim a rua ficou tomada, era muita gente”, recorda o engenheiro civil Antônio Braz Genelhu Melo, que já havia participado da eleição anterior, sendo derrotado por Luiz Antônio Gonçalves.


Braz Melo tomou posse juntamente com o vice, o médico Sebastião Nogueira, que aparece na foto ao seu lado. Nogueira, que mais tarde se elegeria deputado estadual, hoje responde pela Secretaria Municipal de Saúde.


Na mesma foto aparece Marçal Filho e, bem ao canto, o engenheiro civil Antônio Nogueira, que naquele mesmo ato tomava posse como secretário municipal de Obras.


Antônio Nogueira tentou ser o substituto de Braz Melo na eleição seguinte, porém, foi derrotado pelo pecuarista Humberto Teixeira. Hoje, Antônio Nogueira é presidente da Associação Comercial e Empresarial de Dourados (Aced).


Braz Melo fez em seu primeiro mandato uma belíssima gestão em Dourados, sendo o responsável pelo aspecto de modernização do município.


Construiu na época as escolas denominadas de Centro de Educação Unificada (Ceu) do Santa Brígida, do João Paulo II, do Cachoeirinha, do Água Boa e do Jardim Clímax. Esta foi a grande marca de seu primeiro governo.


Posteriormente, Braz Melo foi eleito vice-governador e tomou posse ao lado de Wilson Barbosa Martins.


Em 1997, Braz Melo novamente tomou posse na Prefeitura de Dourados, mais uma vez após ter derrotado José Elias Moreira, só que desta vez por uma diferença bem maior do que nas eleições de 1988, ou seja, mais de 12 mil votos, tendo como vice, Valdenir Machado, que, na realidade, nem assumiu como vice de Braz, porque na ocasião era deputado estadual.

Deixe seu Comentário