Dourados – MS domingo, 14 de julho de 2024
10º
Cultura empreendedora

Sebrae/MS incentiva a economia criativa na Feira do Bosque da Paz

Parceria entre Sebrae e Feira do Bosque da Paz oferta oficinas para auxiliar empreendedores da maior feira cultural do estado a melhorar as vendas

15 Jun 2024 - 06h15Por Lanna Emi/Agência Sebrae de Notícias
Sebrae/MS incentiva a economia criativa na Feira do Bosque da Paz - Crédito: Divulgação Crédito: Divulgação

Marketing digital e offline, vendas e atendimento, precificação, diferença de mensagem e oferta, planejamento participativo, reforço da marca e visual merchandising, são temas de palestras e oficinas ofertadas para os empreendedores da Feira do Bosque da Paz, em Campo Grande. Desde novembro de 2023, o Sebrae/MS, em parceria com a organização do evento, tem apoiado os expositores com o intuito de gerar mais vendas e profissionalização da feira, cuja próxima edição está com data marcada para este domingo, 16 de junho.

A feira é realizada todo terceiro domingo do mês na Capital e tornou-se um ponto de referência para empreendedores e visitantes, atraindo mais de 15 mil pessoas e reunindo mais de 500 expositores por mês. Desde a criação, o evento impacta diretamente a economia local, beneficiando mais de 1.100 famílias. A idealizadora e gestora da feira, Carina Zamboni, ressalta que a parceria com o Sebrae contribui para ampliar ainda mais a iniciativa cultural.

“Os principais fatores que nos levaram a assinar a parceria foram a ideia de profissionalização e crescimento da feira e a capacitação da equipe organizadora e dos expositores. A diferença é nítida, quem participa das capacitações se destaca e expande seus negócios. Eles começam a se entender como empresas e melhoram a exposição dos produtos, as redes sociais e a fidelização de clientes”, afirma a idealizadora.

Por meio da parceria, já foram capacitados mais de 80 empreendedores e a proposta é aumentar o número. Para a analista-técnica do Sebrae/MS, Luciana Duarte, as mudanças após as capacitações já são observadas. “Nós já conseguimos ver a aplicação dos conhecimentos adquiridos pelos empresários na feira. Têm expositores que já mudaram o layout de stand e fizeram cartões de visita, o que atrai mais clientes, para oferecer para o cliente que não vai comprar ali na hora, mas pode ser futuramente feito um negócio”, avalia.

Além do treinamento, o Sebrae atua junto à estruturação física da feira, para uma profissionalização do espaço cultural. Desde então, há mais banheiros disponíveis, palco, cadeiras e um pórtico de entrada. “Isso fez uma grande diferença, especialmente para os expositores da área de gastronomia, pois a área de convivência aumentou o fluxo de visitantes”, detalha Luciana.

86 expositores da maior feira cultural do estado, participaram de capacitações do Sebrae/MS

 

Uma das empresárias que participou dos cursos no primeiro semestre deste ano foi Priscilla Rosa, proprietária da Prinm Peças em Resina. Após as capacitações, ela criou um uniforme e padronizou embalagens. “Quando comecei a expor nas feiras, eu só colocava os produtos em cima da mesa, não tinha nem expositor. Com as oficinas fiz muitas melhorias na minha empresa. Essas mudanças aumentaram minhas vendas e melhoraram o relacionamento com os clientes. A parceria com o Sebrae faz com que cresçamos não apenas em conhecimento, mas também como colaboradores para o sucesso da feira”, pontua.

Para a expositora Lucienne Lopes, dona do Lú Lopes Ateliê, toda oportunidade de participar das capacitações é valiosa. “Após as palestras, apliquei as técnicas aprendidas e vi um aumento significativo no meu público. O Sebrae me ajudou a ser mais confiante e segura no desenvolvimento do meu trabalho”.

A proprietária da Raila Handmade Ateliê, Surraila Alves, também enfatiza as melhorias que sentiu após o início da parceria. “Com as orientações do Sebrae, aprendi a comunicar melhor os valores e vantagens dos meus produtos, fidelizando meu público. A expectativa é que a marca seja cada vez mais reconhecida. Estamos trabalhando para esse futuro”.

A idealizadora da feira explica que os desafios enfrentados pela feira incluíam a gestão, planejamento e marketing. Com a ajuda do Sebrae, a organização conseguiu entender melhor seu público e direcionar suas estratégias de marketing. “Agora, nossos planos futuros são levar nossa feira para as cidades do interior, fortalecendo a cultura do nosso estado e proporcionando lazer para todos”, conclui Carina.

Mais informações aos empreendedores por meio da Central de Relacionamento do Sebrae, no número 0800 570 0800.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEI: Mato Grosso do Sul registra 19 mil novas formalizações no primeiro semestre de 2024
Cultura empreendedora

MEI: Mato Grosso do Sul registra 19 mil novas formalizações no primeiro semestre de 2024

13/07/2024 09:15
MEI: Mato Grosso do Sul registra 19 mil novas formalizações no primeiro semestre de 2024
CAE vota projeto que obriga empregador a pagar exame toxicológico de motorista
Senado

CAE vota projeto que obriga empregador a pagar exame toxicológico de motorista

13/07/2024 06:45
CAE vota projeto que obriga empregador a pagar exame toxicológico de motorista
FCO para MS: R$ 227 milhões são aprovados para empreendimentos em diversas áreas
Economia

FCO para MS: R$ 227 milhões são aprovados para empreendimentos em diversas áreas

12/07/2024 17:00
FCO para MS: R$ 227 milhões são aprovados para empreendimentos em diversas áreas
Setor de Serviços fica estável em maio, diz IBGE
Economia

Setor de Serviços fica estável em maio, diz IBGE

12/07/2024 13:30
Setor de Serviços fica estável em maio, diz IBGE
Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado
Economia

Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado

12/07/2024 12:15
Entenda o golpe do Pix errado e saiba como não ser enganado
Últimas Notícias