Dourados – MS segunda, 06 de julho de 2020
Dourados
28º max
19º min
Economia

Indústria projeta crescimento de 8%

14 Dez 2010 - 22h53
A garantia de incentivos fiscais contribuiu para o sucesso do setor do vestuário
Foto/Divulgação
 - A garantia de incentivos fiscais contribuiu para o sucesso do setor do vestuário Foto/Divulgação -
CAMPO GRANDE - As indústrias do vestuário, tecelagem e fiação de Mato Grosso do Sul projetam crescimento de até 8% para o próximo ano graças às ações desenvolvidas pelo Sistema Fiems, Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação de Mato Grosso do Sul), governo do Estado e Prefeituras.

Além disso, conforme levantamento do Radar Industrial da Fiems, de janeiro a outubro deste ano o segmento foi responsável pela geração de 1.707 novas vagas de trabalho, o que corresponde a 24% das 7.086 novos postos de trabalho criados pela indústria de transformação no Estado.

Na avaliação do presidente do Sindivest/MS, José Francisco Veloso Ribeiro, a oferta de trabalho deve ter sido ainda maior se considerada a contratação indireta. “Estimamos que a contratação indireta, como os temporários, tenha sido responsável por mais 50% do número de vagas oficiais, o que representa mais 853 pessoas trabalhando”, declarou, confirmando que, com números tão positivos, o setor deve fechar 2011 com taxa de crescimento próximo de dois dígitos. “Temos boas perspectivas para 2011 com sinalização de implantação de novas indústrias e ampliação de outras”, acrescentou.

Com relação ao ano de 2010, segundo ele, alguns fatores contribuíram para o saldo positivo, entre eles, a garantia de incentivos fiscais para o setor até 2021 e a melhoria do poder de compra da população. “Vimos neste ano o crescimento do poder de compra das classes C e D, entrando no ciclo de consumo, principalmente, dos bens de primeira necessidade, incluindo a indústria da moda”, pontuou, destacando que os trabalhos de treinamento e qualificação de mão-de-obra via Senai também alavancaram o crescimento do segmento neste ano.

Já para atender a demanda de treinamentos e cursos, foram feitos vários cursos, a começar pelo técnico em vestuário e mais 15 cursos lançados em parceria com o Senai, dos quais só em outubro e novembro foram concluídos cursos nas áreas de modelagem, operação de CAD, mecânica de máquinas e gerência de produção, enquanto já estão previstos outros a partir de fevereiro de 2011. Isso sem contar os treinamentos realizados dentro das indústrias em Campo Grande, Dois Irmãos do Buriti, Bandeirantes, São Gabriel, Paranaíba, Três Lagoas e outros municipios”, disse Francisco Veloso, reforçando o esforço de toda diretoria do Sindicato e do Sistema Fiems e parceiros, como Sebrae e Fecomércio, para a concretização das ações de capacitação profissional.

Para a secretária estadual de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, atualmente, as indústrias do vestuário conseguem democratizar a oferta de emprego em Mato Grosso do Sul ao chegar aos mais diferentes municípios do Estado. “Elas são as primeiras indústrias que chegam aos municípios, às vezes, bem pequenininhas, mas, aos poucos, vão conseguindo mais espaço e se consolidam, gerando mais emprego e renda para a população. Os resultados desse segmento nos dão muito orgulho”, disse.

#####Ações sindicais
Neste ano, o Sindivest/MS realizou diversas ações para envolver os associados nos trabalhos da entidade, não só na área de mercado como a participação de mais de 15 indústrias na ExpoMS Industrial em maio, mas também na área de gestão da produção e baseado nas pesquisas trimestrais de demanda das necessidades das indústrias, bem como seminários de inovação tecnológico com apoio da FatecSenai e forncecedores de máquinas e equipamentos.

Além disso, no mês de outubro, por exemplo, representantes de 15 indústrias estiveram reunidos na sede da Incubadora Sindical da Fiems para discutir as demandas e formular o Plano de Ação para 2011. “Nossa intenção é que essa parceria do Senai e Sindivest/MS possibilite oferecer treinamento para as empresas, qualificando trabalhadores para as indústrias”, afirmou a empresária e diretora do Sindivest/MS, Juliana Fleury, responsável pelo setor de treinamento e cursos da entidade.

Ela destaca que durante o encontro as indústrias apresentaram a demanda por qualificação para os quatro trimestres de 2011. “Só aqui nesse encontro já foi possível levantar a demanda por qualificação que chega a mais de mil profissionais em costura industrial a partir de fevereiro de 2011”, explicou, acrescentando que a parceria prevê a realização de treinamentos em fábricas, bairros e até em outros municípios.

O vice-presidente do Sindivest/MS, Antonio B. Filho, reforça que a FatecSenai Campo Grande também ofereceu cursos em horários alternativos, como aos fins de semana e também prestando consultoria nas indústrias nas áreas de produção e desenvolvimento de produto. Participando do encontro, Gislaine de Menezes Fritz Vieira, que é responsável pelo departamento pessoal da Kabriolli Indústria e Comércio de Roupas Femininas, elogiou a iniciativa do Sindivest/MS em se preocupar em prever a demanda das indústrias para 2011.

“Estamos com 180 funcionários e produzimos cerca de 20 mil peças por mês de roupas femininas, mas nossa intenção é contratar pelo menos mais 200 costureiras industriais a partir de 2011 quando mudarmos para a nova sede. Para isso, é importante antecipar as negociações com o Sindicato no que diz respeito à qualificação profissional”, disse Gislaine Vieira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governo disponibiliza saques de salários dos servidores
ECONOMIA

Governo disponibiliza saques de salários dos servidores

04/07/2020 09:32
Governo disponibiliza saques de salários dos servidores
PL permite suspensão de prestação da casa própria durante pandemia
Brasil

PL permite suspensão de prestação da casa própria durante pandemia

03/07/2020 15:50
PL permite suspensão de prestação da casa própria durante pandemia
Preço da cesta básica tem variação de até 332% no valor
Dourados

Preço da cesta básica tem variação de até 332% no valor

03/07/2020 15:21
Preço da cesta básica tem variação de até 332% no valor
Governo deposita R$ 400 milhões em salários nesta sexta-feira
Economia

Governo deposita R$ 400 milhões em salários nesta sexta-feira

03/07/2020 08:06
Governo deposita R$ 400 milhões em salários nesta sexta-feira
Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial
ECONOMIA

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

02/07/2020 08:06
Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial
Últimas Notícias