Dourados – MS domingo, 18 de abril de 2021
Dourados
31º max
19º min
Influx - Campanha 2021
Economia

Fiems articula proposta comercial

10 Fev 2011 - 18h37

Fiems reúne representantes de várias entidades para doiscutir aproximação comercial com o Paraguai - Crédito: Foto: Divulgação Fiems reúne representantes de várias entidades para doiscutir aproximação comercial com o Paraguai - Crédito: Foto: Divulgação
CAMPO GRANDE - Com o objetivo de fornecer sustentação ao projeto de aproximação comercial de Mato Grosso do Sul com o Paraguai, o presidente da Fiems, Sérgio Longen, reuniu ountem no 6º andar do Edifício Casa da Indústria, em Campo Grande, representantes de várias entidades e instituições do Estado. “Nossa intenção é definir uma proposta de ações para ser entregue ao ministro de Indústria e Comércio do Paraguai, Francisco Rivas Almada, para que possa incluí-la na pauta das discussões entre o presidente Fernando Lugo e a presidente Dilma Rousseff no próximo dia 26 de março em Assunção”, revelou.

Sérgio Longen lembra que a articulação da Fiems para fomentar o comércio entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai teve início em 2009 e foi intensificada em outubro do ano passado com a vinda a Campo Grande de uma missão empresarial paraguaia encabeçada pelo ministro Francisco Almada e pelo embaixador do Brasil no país vizinho, Eduardo dos Santos.

Na época, o Governo do Estado assinou protocolo de intenções e de acordos bilaterais na área de empresarial com o Paraguai e foi realizada rodada de negócios que mobilizou empresários dos segmentos de alimentos processados, carnes de aves e bovinas, cerâmico, construção civil, sucroenergético e vestuário, movimentando R$ 20 milhões.

#####Ações

Segundo o presidente da Fiems, a reunião de ontem foi o primeiro encontro da comissão de integração com o Paraguai e serviu para discutir um formato de atuação para propor ações comerciais com aquele país. “Já identificamos algumas demandas, como a construção de PCHs (Pequenas Centrais Hidrelétricas) no Paraguai para atender as indústrias sul-mato-grossenses, a construção de 100 mil casas em Assunção e também o desenvolvimento de ações do setor sucroenergético para ampliar a produção de açúcar e álcool no país vizinho. Agora, temos de viabilizar os recursos financeiros para atender essas demandas e, nesse ponto, vamos precisar do apoio do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal”, pontuou.

Para a secretária estadual de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo, Tereza Cristina Corrêa da Costa Dias, mais uma vez, a Fiems demonstrou organização e iniciativa de buscar novos mercados para o setor produtivo sul-mato-grossense. “Acredito que tanto Mato Grosso do Sul, quanto o Paraguai vão sair ganhando com a intensificação desse comércio bilateral”, avaliou. O superintendente estadual do Banco do Brasil, Luiz Alves Pordeus Júnior, considerou essa primeira reunião bastante proveitosa porque conseguiu integrar todos os interessados nessa relação comercial entre Mato Grosso do Sul e o Paraguai.


“O Banco do Brasil pretende participar dessa iniciativa, reforçando a disposição da instituição financeira em contribuir com esse esforço da Fiems na medida em que possamos utilizar os nossos serviços na parte de comércio exterior, sobretudo, com financiamento”, reforçou Luiz Júnior.

O 1º secretário da Assembléia Legislativa, deputado estadual Paulo Corrêa, lembrou que, sob a orientação do presidente da Fiems, o Estado trabalha firme nesse projeto de aumentar a integração comercial com o Paraguai. “Nós temos muito interesse nisso, afinal o país vizinho tem uma população de 6 milhões de habitantes, que são potenciais consumidores dos nossos produtos. Mato Grosso do Sul sempre deu as costas para o Paraguai, mas, com a articulação do presidente Sérgio Longen e o apoio da Assembléia Legislativa, nós vamos estreitar ainda mais essa relação bilateral”, declarou.

Também participaram da reunião o vice-presidente da Fiems, Alonso Resende do Nascimento, o presidente da Biosul, Roberto Hollanda, o diretor da Biosul, Isaías Bernardini, o diretor-técnico do Sebrae/MS, Tito Estanqueiro, o presidente do Sinduscon/MS, Amarildo Melo, o presidente do Coinfra da Fiems, Kleber Recalde, o gerente de comércio exterior do Banco do Brasil no Estado, Marco Aurélio Frantz, entre outros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
ECONOMIA

Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro

18/04/2021 14:53
Setor energético terá investimentos de R$ 3 tri até 2030, diz ministro
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em junho
BENEFÍCIO

Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em junho

18/04/2021 11:36
Caixa paga hoje auxílio emergencial a nascidos em junho
Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
Economia

Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020

17/04/2021 09:35
Mais de 620 mil micro e pequenas empresas foram abertas em 2020
Economia

Bolsa sobe pelo quinto dia seguido e atinge maior nível desde janeiro

17/04/2021 09:20
Caixa pode fazer novas antecipações de saques do auxílio emergencial
Auxílio Emergencial

Caixa pode fazer novas antecipações de saques do auxílio emergencial

17/04/2021 08:15
Caixa pode fazer novas antecipações de saques do auxílio emergencial
Últimas Notícias