Dourados – MS quarta, 17 de julho de 2024
10º
Economia

Em 12 meses, inflação do aluguel registra alta de 10,09%

30 Out 2015 - 09h59
Em 12 meses, inflação do aluguel registra alta de 10,09% -
O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) alcançou 1,89% em outubro, alta de 0,94 ponto percentual em relação a setembro, de acordo com a Fundação Getulio Vargas. Em outubro de 2014, a variação foi 0,28%. Em 12 meses, o IGP-M registrou alta de 10,09%. O IGP-M é o índice utilizado para balizar os aumentos da energia elétrica e dos contratos de alugueis.


No acumulado deste ano até outubro, a variação foi 8,35%. Ainda, segundo o levantamento, o Índice de Preços ao Produtor Amplo apresentou taxa de variação de 2,63% em outubro. No mês anterior, a taxa alcançou 1,30%. Contribuiu para este avanço o subgrupo alimentos processados, cuja taxa de variação passou de 1,39% para 2,71%.


O índice que verifica o grupo bens intermediários variou 2,07%, alta em relação a setembro, quando a taxa foi 1,36%. O subgrupo materiais e componentes para a manufatura destacou-se, com a taxa de variação passando de 1,78% para 2,97%. O índice de bens intermediários variou 2,24%, ante 1,62% em setembro.


O grupo matérias-primas brutas variou 4,47%, em outubro. Em setembro, o índice registrou taxa de 2,26%. Os itens que mais contribuíram para o movimento foram milho em grão (4,61% para 12,92%), minério de ferro (0,84% para 4,53%) e soja em grão (5,84% para 7,11%). Em sentido oposto, destacam-se: mandioca (6,44% para -1,49%), leite in natura (-0,26% para -1,90%) e pedra britada (0,22% para 0,19%).


O Índice de Preços ao Consumidor variou 0,64% em outubro, ante 0,32% em setembro. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A principal contribuição partiu do grupo transportes (0,20% para 1,43%). Nesta classe de despesa, a taxa do item tarifa de ônibus urbano passou de 0,11% para 2,47%.


O Índice Nacional de Custo da Construção registrou, em outubro, variação de 0,27%, leve diferença em relação a setembro, quando foi registrado 0,22%. Materiais, equipamentos e serviços apresentaram taxa de 0,57%. No mês anterior, a variação foi 0,46%. O índice que representa o custo da mão de obra não registrou variação pelo segundo mês consecutivo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dólar sobe para R$ 5,48 influenciado por Japão e China
Economia

Dólar sobe para R$ 5,48 influenciado por Japão e China

17/07/2024 19:50
Dólar sobe para R$ 5,48 influenciado por Japão e China
Novo momento: Governo define economista Cristiane Schmidt na presidência da MSGÁS
Economia

Novo momento: Governo define economista Cristiane Schmidt na presidência da MSGÁS

17/07/2024 19:30
Novo momento: Governo define economista Cristiane Schmidt na presidência da MSGÁS
Receita com exportação de industrializados de MS em junho é a maior de toda série histórica
Economia

Receita com exportação de industrializados de MS em junho é a maior de toda série histórica

17/07/2024 14:30
Receita com exportação de industrializados de MS em junho é a maior de toda série histórica
Orçamento de 2024 possivelmente terá contingenciamento, diz Haddad
Economia

Orçamento de 2024 possivelmente terá contingenciamento, diz Haddad

16/07/2024 19:00
Orçamento de 2024 possivelmente terá contingenciamento, diz Haddad
Investimentos em infraestrutura aérea colocam Camapuã na rota do desenvolvimento de polo de celulose
Infraestrutura

Investimentos em infraestrutura aérea colocam Camapuã na rota do desenvolvimento de polo de celulose

16/07/2024 14:00
Investimentos em infraestrutura aérea colocam Camapuã na rota do desenvolvimento de polo de celulose
Últimas Notícias