Dourados – MS segunda, 17 de junho de 2024
21º
Economia

Dólar sobe para R$ 5,35 em meio à expectativa de juros nos EUA

Bolsa inicia dia em alta, mas perde força e fecha estável

10 Jun 2024 - 20h04Por Wellton Máximo, Agência Brasil*, de Brasília
Dólar sobe para R$ 5,35 em meio à expectativa de juros nos EUA
 - Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

Em meio à expectativa sobre os juros nos Estados Unidos, o dólar subiu pela segunda vez seguida e voltou a fechar no maior nível em um ano e meio. A bolsa de valores iniciou o dia em alta, mas perdeu força durante a tarde e fechou estável.

O dólar comercial encerrou a segunda-feira (10) vendido a R$ 5,357, com alta de R$ 0,033 (+0,61%). A cotação caiu para R$ 5,31 nos primeiros minutos de negociação, subiu durante a manhã, chegando a R$ 5,38 por volta das 10h30, e desacelerou no restante do dia.

Com o desempenho de hoje, a moeda norte-americana sobe 2,06% em junho e está no valor mais alto desde 4 de janeiro do ano passado. Em 2024, a divisa acumula alta de 10,39%.

No mercado de ações, o dia foi marcado pela volatilidade. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 120.760 pontos, com leve queda de 0,01%.

O mercado financeiro global está de olho nos Estados Unidos nesta semana. Na quarta-feira (12), o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) deverá manter os juros da maior economia do planeta no maior nível em 40 anos. Os investidores, no entanto, estarão de olho no tom do comunicado, para saberem se o aumento da criação de empregos nos Estados Unidos atrasará o início da queda das taxas para o próximo ano.

Juros altos em economias avançadas estimulam a fuga de capitais de países emergentes. No caso do Brasil, o problema tem sido agravado pela queda no preço internacional do ferro e do petróleo, itens exportados pelo país cujo barateamento reduz a entrada de dólares.

No plano interno, as resistências em torno da medida provisória que limitará as compensações do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) criam turbulências no mercado. Nesta segunda, o ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que pretende negociar o texto com o Congresso e explicar os principais pontos da medida aos empresários.

*Com informações da Reuters.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Presidente da Fiems apresenta demandas do setor industrial de MS ao Banco de Brasília
Economia

Presidente da Fiems apresenta demandas do setor industrial de MS ao Banco de Brasília

17/06/2024 21:15
Presidente da Fiems apresenta demandas do setor industrial de MS ao Banco de Brasília
Dólar sobe para R$ 5,42 às vésperas do Copom
Economia

Dólar sobe para R$ 5,42 às vésperas do Copom

17/06/2024 20:15
Dólar sobe para R$ 5,42 às vésperas do Copom
Financiamento de veículos cresce 15,4% em maio
Economia

Financiamento de veículos cresce 15,4% em maio

17/06/2024 18:45
Financiamento de veículos cresce 15,4% em maio
Mercado financeiro espera por manutenção da taxa de juros nesta semana
Economia

Mercado financeiro espera por manutenção da taxa de juros nesta semana

17/06/2024 12:45
Mercado financeiro espera por manutenção da taxa de juros nesta semana
Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto
Economia

Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto

17/06/2024 12:15
Caixa libera abono do PIS/Pasep para nascidos em julho e agosto
Últimas Notícias