Dourados – MS sexta, 24 de maio de 2024
18º
Economia

Dólar sobe para R$ 5,25 e tem quarta semana seguida de alta

Bolsa sobe 0,6%, mas encerra semana em queda

24 Jun 2022 - 20h23Por Wellton Máximo*, Agência Brasil
A moeda norte-americana está no nível mais alto desde 8 de fevereiro - Crédito: Valter Campanato/Agência BrasilA moeda norte-americana está no nível mais alto desde 8 de fevereiro - Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

Apesar do alívio no exterior, as incertezas domésticas prevaleceram e fizeram o dólar voltar a subir. A bolsa de valores fechou com ganhos após três quedas consecutivas, mas fechou a semana em baixa.

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (24) vendido a R$ 5,253, com alta de R$ 0,023 (+0,44%). A cotação chegou a operar em queda durante a manhã. À tarde ficou estável, mas passou a subir nas duas horas finais de negociação.

A moeda norte-americana está no nível mais alto desde 8 de fevereiro, cerca de duas semanas antes do início da guerra entre Rússia e Ucrânia. O dólar subiu pela quarta semana consecutiva, acumulando alta de 10,52% apenas em junho. Em 2022, a divisa caiu 5,77%.

O mercado de ações teve um dia menos tenso. O índice Ibovespa, da B3, fechou aos 98.672 pontos, com alta de 0,6%, influenciado pela alta nas bolsas norte-americanas e pela recuperação do preço de diversas commodities (bens primários com cotação internacional). Mesmo com a recuperação de hoje, o Ibovespa acumula a quarta semana de queda.

Desde o início de abril, quando chegou a R$ 4,60, o dólar subiu 14%, motivado principalmente pelos temores de que o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) aumente os juros básicos dos Estados Unidos além do previsto para segurar a inflação, que está no maior nível desde 1981 na maior economia do planeta.

No entanto, nesta sexta-feira, os investidores reagiram às negociações para ampliar o Auxílio Brasil para R$ 600, para ajudar caminhoneiros e para aumentar o Auxílio Gás. Hoje, o senador Fernando Bezerra (MDB-PE), relator da proposta de emenda à Constituição (PEC) dos Combustíveis, estimou em R$ 21,6 bilhões fora do teto de gastos até o fim do ano o impacto da elevação do Auxílio Brasil. O mercado teme o impacto da medida sobre as contas públicas.

* Com informações da Reuters

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mais de 30 milhões de contribuintes já entregaram declaração do IR
Economia

Mais de 30 milhões de contribuintes já entregaram declaração do IR

23/05/2024 23:00
Mais de 30 milhões de contribuintes já entregaram declaração do IR
1º PAA Indígena de MS é lançado na Aldeia Jaguapiru
Dourados

1º PAA Indígena de MS é lançado na Aldeia Jaguapiru

23/05/2024 19:00
1º PAA Indígena de MS é lançado na Aldeia Jaguapiru
Trabalhador de aplicativo: sem proteção social, mas contra a regulação
Economia

Trabalhador de aplicativo: sem proteção social, mas contra a regulação

23/05/2024 12:15
Trabalhador de aplicativo: sem proteção social, mas contra a regulação
Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF
Economia

Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF

23/05/2024 11:30
Começa nesta quinta-feira consulta ao lote de restituição do IRPF
Lula sanciona lei que desonera atividades do setor de eventos
Economia

Lula sanciona lei que desonera atividades do setor de eventos

22/05/2024 20:30
Lula sanciona lei que desonera atividades do setor de eventos
Últimas Notícias