Dourados – MS segunda, 27 de maio de 2024
13º
Economia

Diretor-regional do Senai destaca aumento de 15% no uso de energias renováveis nas próximas décadas

Mangilardo listou os benefícios do uso da biomassa, energia fotovoltaica e hidrogênio como alternativas mais sustentáveis

10 Jun 2022 - 18h45Por Assessoria/Fiems
“A projeção para as próximas décadas é de um aumento de 15% no uso de energias renováveis”, diz Rodolpho Mangilardo - Crédito: Divulgação“A projeção para as próximas décadas é de um aumento de 15% no uso de energias renováveis”, diz Rodolpho Mangilardo - Crédito: Divulgação

Ao participar nesta sexta-feira (10/06) do painel “O futuro das energias renováveis durante o Simpósio de Bioenergia de Mato Grosso do Sul, o diretor-regional do Senai, Rodolpho Caesar Mangialardo, destacou a atuação do Sistema Fiems na adoção de energia solar e ao estímulo da pesquisa no uso de biomassa. O evento foi realizado no Edifício Casa da Indústria e o painel foi moderado pelo presidente/fundador da Datagro, Plínio Nastari.

 Em sua apresentação, Rodolpho Mangilardo listou os benefícios do uso da biomassa, energia fotovoltaica e hidrogênio como alternativas mais sustentáveis e ressaltou a demanda da sociedade para o uso de novas fontes. “A projeção para as próximas décadas é de um aumento de 15% no uso de energias renováveis”, pontuou.

Considerando tal tendência, o Sistema Fiems já serve como referência no uso de energia solar em suas instalações. Além disso, desenvolve pesquisas reconhecidas internacionalmente no ISI Biomassa (Instituto Senai de Inovação em Biomassa), localizado em Três Lagoas. A cidade, na divisa com São Paulo, se consolida como o Vale da Celulose no país.

Eucalipto, casca de arroz, ouriço de sapucaia, casca de coco verde, pallets de madeira, bagaço de cana de açúcar e as plantas aquáticas foram alguns dos tipos de biomassa testados pelo ISI Biomassa e apresentados no Simpósio. “Desenvolvemos esse tipo de pesquisa constantemente”, ressaltou Mangialardo.

Visão dos empresários

Após a palestra, empresários do setor da bioenergia comentaram as mudanças de matriz energética, além de apresentarem as possíveis transformações nas indústrias. Participaram do debate o presidente de Ativos, Gustavo Alves; o vice-presidente executivo de Açúcar e Renováveis da Raízen, Francis Vernon Queen Neto; o CEO da BP Bunge, Geovane Dilkin Consul; e o vice-presidente de açúcar, etanol e energia da Adecoagro, Renato Junqueira.

Para os executivos, entre os grandes desafios para diversificação energética está a falta de um sistema regulatório por parte do poder público para o uso, por exemplo, da biomassa, bem como a concessão de subsídios às empresas.

Entre as medidas a serem potencializadas pelas empresas, estão as pesquisas relacionadas ao uso de biometano, alternativas de recargas para veículos e a biomassa de restos da cana de açúcar.

O Simpósio de Bioenergia do Mato Grosso do Sul foi promovido pela Fiems, Biosul (Associação dos Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul) e UDOP (União Nacional da Bioenergia). Com o tema “O Futuro da Bioenergia”, o evento reuniu os principais elos do segmento, desde produtores, fornecedores de cana, instituições e lideranças políticas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Maioria dos brasileiros apoia semana de quatro dias, aponta DataSenado
Economia

Maioria dos brasileiros apoia semana de quatro dias, aponta DataSenado

26/05/2024 14:30
Maioria dos brasileiros apoia semana de quatro dias, aponta DataSenado
Durante a "Semana do MEI", Prefeitura realizou diversas ações de valorização dos pequeno
Maracaju

Durante a "Semana do MEI", Prefeitura realizou diversas ações de valorização dos pequeno

26/05/2024 14:15
Durante a "Semana do MEI", Prefeitura realizou diversas ações de valorização dos pequeno
Governo autoriza compra de 1 milhão de toneladas de arroz
Economia

Governo autoriza compra de 1 milhão de toneladas de arroz

25/05/2024 16:30
Governo autoriza compra de 1 milhão de toneladas de arroz
MEI: Aprovado PL que isenta microempresas por 5 anos
Economia

MEI: Aprovado PL que isenta microempresas por 5 anos

25/05/2024 11:15
MEI: Aprovado PL que isenta microempresas por 5 anos
Programa que fomenta produção e assistência aos indígenas em MS é o maior do Brasil
Economia

Programa que fomenta produção e assistência aos indígenas em MS é o maior do Brasil

25/05/2024 11:00
Programa que fomenta produção e assistência aos indígenas em MS é o maior do Brasil
Últimas Notícias