Dourados – MS terça, 18 de junho de 2019
Pauta
Consumo

Consumo de etanol hidratado cresceu 48,7% em Mato Grosso do Sul

19 Nov 2018 - 09h38
Consumo de etanol hidratado cresceu 48,7% em Mato Grosso do Sul - Crédito: Arquivo Crédito: Arquivo

O consumo de etanol hidratado (combustível utilizado em carros flex) neste ano, de janeiro a setembro, atingiu 91,6 milhões de litros em Mato Grosso do Sul, um crescimento de 48,7% comparado ao mesmo período acumulado do ano passado. Os dados são da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Em contrapartida, o consumo da gasolina C caiu 8% com relação a 2017, sendo comercializados 409,7 milhões de litros de janeiro a setembro. No mês de setembro, foram consumidos 55,5 milhões de litros, enquanto que no mesmo mês do ano passado o consumo alcançou 64 milhões de litros, queda de 13%.

Para o presidente da Associação de Produtores de Bioenergia de Mato Grosso do Sul (Biosul), Roberto Hollanda Filho, o etanol tem se tornado cada vez mais competitivo frente à gasolina e isso reflete em toda a cadeia, desde a produção até o consumo. “A paridade com a gasolina favoreceu o consumo do etanol, no entanto, a participação do etanol no mercado do Mato Grosso do Sul ainda é pequena com relação a outros Estados importantes na produção do combustível”, considera.

Em Mato Grosso do Sul, a comercialização do etanol hidratado corresponde a 15% do mercado, enquanto em São Paulo já atingiu 52% e Goiás 53%. De toda forma, com essa maior demanda de consumo no Estado, o etanol hidratado aumentou sua participação no Ciclo Otto (nome genérico dado ao mercado de combustíveis que considera motores que utilizam etanol ou gasolina).

De janeiro a setembro, o biocombustível cresceu em 4% a sua presença no mercado, comparado ao ano anterior. Ainda de acordo com dados da ANP, em Mato Grosso do Sul, a média de paridade no preço do etanol e da gasolina ao longo do ano foi de 79,8%. Em setembro, foi registrado o menor valor de paridade dos preços entre os respectivos combustíveis, que ficou em 74,2%.

Brasil

No cenário nacional, a comercialização do etanol hidratado também foi acima da média. De janeiro a setembro, as vendas do biocombustível cresceram 41,3%, conforme último levantamento da Síntese de Comercialização de Combustíveis divulgado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Apesar da alta, no mês de setembro o volume de etanol hidratado comercializado pelas distribuidoras apresentou queda de 1,21% em relação ao mesmo mês do ano passado, registrando o volume de 1,8 milhão de m³.

Segundo os dados da ANP, o mês de setembro também foi negativo para as vendas de Gasolina C. O combustível fóssil atingiu o menor nível dos últimos cinco anos pelo sexto mês consecutivo com volume de 2,8 milhões de m³, queda de 17,3%. No mês de setembro, de acordo com a ANP, o etanol aumentou a participação no Ciclo Otto, alcançando 45,1%; em contrapartida, a gasolina C reduziu para 54,9%.

Para a ANP, esse aumento na demanda do etanol hidratado reflete “um efeito de substituição do etanol hidratado em relação à gasolina C”, o motivo seria preços mais competitivos do biocombustível.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Governo quer moeda única para América do Sul, diz Bolsonaro
Economia

Governo quer moeda única para América do Sul, diz Bolsonaro

07/06/2019 13:58
Governo quer moeda única para América do Sul, diz Bolsonaro
Caixa reduz juros dos financiamentos imobiliários
Economia

Caixa reduz juros dos financiamentos imobiliários

05/06/2019 16:03
Caixa reduz juros dos financiamentos imobiliários
Bandeira tarifária de energia para o mês de junho é verde
Energia

Bandeira tarifária de energia para o mês de junho é verde

04/06/2019 23:00
Bandeira tarifária de energia para o mês de junho é verde
Após suspensão, Brasil aguarda autorização para voltar a exportar carne para a China
Rural

Após suspensão, Brasil aguarda autorização para voltar a exportar carne para a China

04/06/2019 11:19
Após suspensão, Brasil aguarda autorização para voltar a exportar carne para a China
Cesta básica apresenta queda de preço, mas 17 itens têm diferença superior a 100%
Dourados

Cesta básica apresenta queda de preço, mas 17 itens têm diferença superior a 100%

03/06/2019 15:34
Cesta básica apresenta queda de preço, mas 17 itens têm diferença superior a 100%
Últimas Notícias