Dourados – MS sexta, 23 de julho de 2021
Dourados
30º max
14º min
Economia

Bovespa fecha em queda e segue no pior nível desde 2010

15 Jul 2011 - 18h44
Bovespa fecha em queda e segue no pior nível desde 2010 -
A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechou em queda pelo segundo dia seguido nesta sexta-feira (15), permanecendo no menor nível desde maio de 2010.

O Ibovespa cai 0,34%, 59.478 pontos. Na semana, a perda acumulada foi de 3,3%. Em julho, já recua 4,7%. No ano, baixa acumulada chega a 14,2%.

A bolsa abriu os negócios em alta e chegou a retomar a linha dos 60 mil pontos, mas em pouco tempo de operação inverteu o rumo e assim ficou até o fechamento. O giro financeiro do pregão foi de R$ 5,7 bilhões de reais.

Com nova mínima para o ano, o índice segue no menor patamar desde 25 de maio de 2010 (59.184).

Na quinta-feira, o Ibovespa sofreu desvalorização de 1,63% e fechou aos 59.679 pontos. A única alta registrada na semana foi na quarta-feira, quando o Ibovespa subiu 1,62%, puxado pela valorização de quase 10% das ações da Brasil Foods, depois da aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da fusão da Sadia e Perdigão, que deu origem à empresa.

O mercado brasileiro tem sofrido com a aversão global a risco por causa da crise da dívida na Europa e do impasse sobre a elevação do teto da dívida dos Estados Unidos. Além disso, a alta dos juros no Brasil, que deve prosseguir com a reunião do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) na semana que vem, também tira fôlego das ações nacionais.

Nesta sexta-feira, os testes europeus reprovaram oito de 90 bancos, mas investidores acabaram minimizando o resultado por julgarem que o cenário testado não avaliou a possibilidade de um calote da dívida grega e condições mais apertadas de liquidez.

Apesar da queda da Bovespa, os ativos de maior peso sobre o Ibovespa registraram alta nesta sexta-feira. Vale PN subiu 0,17%, a R$ 45,88; Petrobras PN ganhou 0,17%, a R$ 22,99. Na parte de baixo do Ibovespa, as ações da siderúrgica Gerdau tiveram a maior desvalorização do dia, de 3,11%, a R$ 14,63.


( ) Com informações da Reuters*

Deixe seu Comentário

Leia Também

IBGE: indústrias empregavam 7,6 milhões de pessoas em 2019
Economia

IBGE: indústrias empregavam 7,6 milhões de pessoas em 2019

21/07/2021 13:00
IBGE: indústrias empregavam 7,6 milhões de pessoas em 2019
Economia

BNDES quer mais R$ 100 milhões para financiar combate à covid-19

20/07/2021 15:00
Dourados

Pesquisa aponta cenário otimista ao mês dos Pais este ano em comparação a 2020

17/07/2021 11:00
Economia

Inflação medida pelo IGP-10 cai para 0,18% em julho, diz FGV

16/07/2021 13:00
Economia

Trabalhadores nascidos em outubro podem sacar auxílio emergencial

15/07/2021 16:00
Últimas Notícias