Dourados – MS sábado, 26 de setembro de 2020
Dourados
38º max
21º min
JOVEM APRENDIZ

Bancos vão contratar oito mil pessoas pelo 'jovem aprendiz'

09 Mai 2016 - 07h38
Os bancos privados filiados à Febraban (Federação Brasileira dos Bancos) fecharam um acordo com o MTPS (Ministério do Trabalho e Previdência Social) ampliando de 5% para 7% o percentual de vagas disponíveis no programa Jovem Aprendiz. Serão contratados entre sete mil e oito mil estudantes.

"O Jovem Aprendiz do Setor Bancário é um programa muito relevante para o setor, mas principalmente para os jovens do país, que podem ter contato com uma atividade muito sofisticada, complexa, e que utiliza tecnologia bastante desenvolvida. O programa o permite não só iniciar e dar continuidade à sua carreira dentro dos bancos, mas também que o jovem se qualifique para o mercado de trabalho em geral", disse Magnus Ribas Apostólico, diretor de relações trabalhistas da Fenaban.

Cada banco faz a própria seleção e a gestão do programa. O contrato é de dois anos e os candidatos devem ter mais de 14 anos de idade e estar na escola. É dada preferência àqueles em situação de maior vulnerabilidade social.

"Contratar um jovem aprendiz significa ampliar a relação do banco com a comunidade e, com isso, ampliar o potencial mútuo de crescimento. Oferecer oportunidade de trabalho a um jovem aprendiz, mais do que mudar a realidade do jovem, é mostrar a todos os demais funcionários bancários a importância da diversidade e o papel do gestor como tutor que ensina um ofício", disse Apostólico.

O cálculo das vagas para jovem aprendiz leva em conta o total de trabalhadores do banco, excluindo quem tem curso superior e os que atuam em funções que exigem alguma formação específica. A média de contratação após os dois anos de qualificação é de 65%.

Em todas as atividades práticas, os aprendizes serão supervisionados e orientados por funcionários experientes dos bancos. Na condição de aprendizes, eles também têm de participar de cursos teóricos de qualificação profissional.

Alguns bancos privados fazem a seleção dos jovens aprendizes por meio de empresas especializadas como o CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola).

Nos bancos públicos, Caixa Econômico Federal e Banco do Brasil, as vagas nos programas de jovem aprendiz seguem regras específicas e, por conta das regras de contratação apenas por concurso, os jovens não são efetivados após o período de dois anos.

Os contratados no programa Jovem Aprendiz recebem um salário e benefícios. A jornada de trabalho é de seis horas por dia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Petrobras inicia venda de dois campos de petróleo de águas profundas
Brasil

Petrobras inicia venda de dois campos de petróleo de águas profundas

25/09/2020 16:05
Petrobras inicia venda de dois campos de petróleo de águas profundas
Preço do gás em Dourados fica entre R$ 75 e R$ 83, segundo pesquisa do Procon
Dourados

Preço do gás em Dourados fica entre R$ 75 e R$ 83, segundo pesquisa do Procon

25/09/2020 14:32
Preço do gás em Dourados fica entre R$ 75 e R$ 83, segundo pesquisa do Procon
Super 7 é o novo modelo de apostas das Loterias da Caixa
Fezinha

Super 7 é o novo modelo de apostas das Loterias da Caixa

24/09/2020 13:01
Super 7 é o novo modelo de apostas das Loterias da Caixa
Ninguém acerta as seis dezenas e Mega-Sena vai a R$ 50 milhões
Loteria

Ninguém acerta as seis dezenas e Mega-Sena vai a R$ 50 milhões

24/09/2020 07:54
Ninguém acerta as seis dezenas e Mega-Sena vai a R$ 50 milhões
Exportação dos cafés diferenciados brasileiros corresponde a 17% do total vendido ao exterior pelo setor em oito meses
Economia

Exportação dos cafés diferenciados brasileiros corresponde a 17% do total vendido ao exterior pelo setor em oito meses

22/09/2020 17:33
Exportação dos cafés diferenciados brasileiros corresponde a 17% do total vendido ao exterior pelo setor em oito meses
Últimas Notícias